terça-feira, 23 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

Manaus precisará adequar lei à norma federal para garantir sinal 5G

Prefeitura precisará adequar a legislação municipal em vigor, inclusa no Plano Diretor, às normas da Lei Federal nº13.116/2015, conhecida como Lei Geral das Antenas.
COMPARTILHE
5G

Para que Manaus esteja apta a receber o sinal da internet 5G, em 2022, a Prefeitura de Manaus precisará adequar a legislação municipal em vigor, inclusa no Plano Diretor, às normas da Lei Federal nº13.116/2015, conhecida como Lei Geral das Antenas. O tema será objeto de estudos que viabilizarão os ajustes aos critérios legais necessários para a implantação da tecnologia.

Segundo o Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), a Lei Complementar nº 3/2014, inclusa no Plano Diretor de Manaus, que regulamenta o licenciamento de obra de Estação Rádio Base (ERB), precisará passar por adequações para atender à tecnologia 5G.

A legislação municipal em vigor estabelece critérios para aprovação e licença de montagem/instalação e expedição de termo de entrega de ERB (equipamentos que fazem a conexão entre os celulares e a companhia telefônica). A lei ainda define os parâmetros para o licenciamento e as devidas especificações que precisam ser atendidas pelas empresas.

Através de nota, o órgão se restringiu a informar que a prefeitura desenvolverá estudos para adequação da legislação vigente à lei federal. O instituto não informou a previsão para a conclusão dos trabalhos.

“A Prefeitura de Manaus estará desenvolvendo estudos para adequar a legislação em vigor à infraestrutura necessária para a implantação da mesma. A legislação, inclusive, é uma das mais atuais em relação a diversas outras capitais que têm planos diretores mais antigos”, cita trecho da nota.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

Conforme o órgão, o trâmite para os ajustes também deve passar por análises ambientais. “Tanto a legislação municipal quanto a Anatel determinam obrigatoriedade de licenciamento ambiental para as estações. Também é necessário Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV), pela torre de comunicação ser classificada como do tipo 4, em razão de altura e questões de segurança, meio ambiente e urbanismo”.

Manaus entre as últimas cidades em ranking de internet

Segundo a Conexis Brasil Digital, Manaus ocupa a 96ª classificação no ranking entre os 100 municípios, em escala de um a 100, onde o primeiro lugar define a melhor cidade no estímulo e oferta de serviços de telecomunicações.

Conforme o levantamento, apenas sete das 27 capitais brasileiras têm legislações para a instalação de infraestrutura e antenas para implementar a nova tecnologia.

Texto: Priscila Caldas

Leia Mais:

COMPARTILHE