segunda-feira, 15 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

Lula ultrapassa Bolsonaro no Amazonas; Ciro cai e Tebet cresce

Lula tem 43,2% das intenções de voto, seguido de Bolsonaro, com 32,7%. Ciro tem 5,5% e Simone Tebet dispara e sobe de 0,6% para 4,5%.
COMPARTILHE
pesquisa

A pesquisa realizada pela Perspectiva Mercado e Opinião no Amazonas e divulgada nesta quarta-feira (31) aponta uma queda nas intenções de voto de Bolsonaro (PL) – na pergunta estimulada – de 38,1%, em maio, para 32,7% se comparada com a pesquisa realizada em agosto (-5,4%).

Já Lula (PT), apresenta um crescimento que vai além da margem de erro de 2,5% da pesquisa: tinha de 37,7% em maio e agora tem 43,2% (+5,5%).

De acordo com a empresa, esses percentuais ocorrem por múltiplas variáveis. Porém, é possível que a questão principal seja a Zona Franca de Manaus, quando o Governo Federal tratou a questão do IPI de maneira a prejudicar o modelo econômico.

Bolsonaro ainda lidera em Manaus

No entanto, o cruzamento das variáveis de controle com a pergunta estimulada mostra que, em Manaus, Bolsonaro ainda consegue manter -se à frente de Lula em Manaus por 39% contra 37%.

Por outro lado, a vantagem do petista no interior é quase o dobro.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

Ele tem 51% contra 26%, o que não chega a ser surpresa, pois é uma tendência já identificada nos estudos realizados no Amazonas por todas as empresas de pesquisa.

Lula é um presidenciável cuja força está entre as pessoas de baixa escolaridade e entre os que estão fora da atividade econômica.

Bolsonaro ganha entre os que possuem ensino médio e superior e possui o seu melhor desempenho entre as pessoas economicamente ativas.

Simone Tebet dispara

Considerando o primeiro debate realizado dia 28 de agosto pelo pool de veículos formado por Band, UOL, Folha de S.Paulo e TV Cultura é provável, segundo a Perspectiva, que ocorram oscilações no desempenho dos candidatos, em razão de os indecisos já começarem a definir seus votos, fugindo um pouco da polarização entre Bolsonaro e Lula.

O desempenho de Simone Tebet é um exemplo claro de alteração do quadro.

Candidata desconhecida antes das convenções, ela aparece agora, na pergunta estimulada, com 4,5% no Amazonas. Antes ela tinha 0,6%.

Já o pedetista Ciro Gomes vem se mantendo entre as casas de 4% a 6%.

O levantamento realizado pela Perspectiva ouviu 1.500 pessoas nos dias 26 e 27 de agosto de 2022 em 25 municípios do Amazonas. A margem de erro é de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos em um intervalo de confiança de 95%. A pesquisa foi contratada pela  Perspectiva Mercado de Opinião Ltda e custou R$ 50 mil. Está registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número AM-07370/2022.

Da redação

Leia Mais:

COMPARTILHE