sexta-feira, 12 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

Fundo global fecha acordo com estados para preservação ambiental

Oito dos nove estados da Amazônia apresentaram propostas à LEAF e foram aprovadas em uma avaliação técnica inicial.
COMPARTILHE
fundo global

O Consórcio Interestadual para o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal assinou um acordo com a Emergent, organização norte-americana que atua como coordenadora administrativa da Coalizão Reduzindo Emissões pela Aceleração do Financiamento Florestal (LEAF) com o intuito de atrair recursos para projetos ambientais na Amazônia.

O acordo firmado entre o fundo global bilionário e governadores estaduais ocorreu em Glasgow, às margens da Conferência sobre Mudanças Climáticas da ONU e possibilita transações entre os estados da Amazônia Legal e os participantes da LEAF.

A iniciativa ocorre dias depois que a Coalizão LEAF destinou US$ 1 bilhão para países e estados comprometidos em aumentar a ambição de proteger as florestas e reduzir o desmatamento. Além dos estados brasileiros, fecharam acordos com o fundo estrangeiro países como Costa Rica, Equador, Gana, Nepal e Vietnã.

Oito dos nove estados da Amazônia já apresentaram propostas à LEAF e foram aprovadas em uma avaliação técnica inicial. Isso significa que se qualificaram para transações com potenciais compradores de créditos de carbono gerados a partir da redução de emissões.

Além de recursos de economias desenvolvidas como EUA, Reino Unido e Noruega, o fundo conta com o aporte de empresas como BlackRock, Burberry, EY, Inditex, Intertek, SAP, Walmart.org, Amazon, Airbnb, Bayer, BCG, Delta Air Lines, E.ON, GSK, McKinsey, Nestlé, PwC, Salesforce e Unilever.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

Texto com informações do portal UOL

Leia Mais:

COMPARTILHE