domingo, 14 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

Em alta, faturamento do PIM supera os R$ 100 bi entre janeiro e agosto

Entre janeiro a agosto, o faturamento do Polo Industrial de Manaus registrou o montante de R$ 100,72 bilhões, um crescimento de 46,14% em relação ao mesmo período 2020.
COMPARTILHE
PIM

No período de janeiro a agosto deste ano, o faturamento do Polo Industrial de Manaus (PIM) registrou o montante de R$ 100,72 bilhões, o que indica um crescimento de 46,14% na comparação com o mesmo intervalo de 2020 (R$ 68,92 bilhões) e 51,62% em relação a 2019 (R$ 66,42), ano que antecedeu o período de pandemia.

Segundo os números divulgados nesta quarta-feira (27) pela superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), 25 dos 26 subsetores de atividades do PIM apresentaram crescimento no período em relação ao mesmo intervalo de 2020, liderados por setores de grande representatividade como Bens de Informática do Polo Eletroeletrônico (faturamento de R$ 27,2 bilhões e crescimento de 50,78%); Eletroeletrônico (faturamento de R$ 22,04 bilhões e crescimento de 25,76%); Duas Rodas (faturamento de R$ 12,98 bilhões e crescimento de 49,26%); Termoplástico (faturamento de R$ 8,95 bilhões e crescimento de 83,49%); Metalúrgico (faturamento de R$ 8,79 bilhões e crescimento de 55,4%); e Mecânico (faturamento de R$ 6,76 bilhões e crescimento de 75,81%), entre outros.

Produção no PIM

Vários produtos também registraram crescimento no volume de produção no período de janeiro a agosto de 2021, com destaque para itens como home theaters, com 76.253 unidades fabricadas e crescimento de 252,50%; tablets, com 1,27 milhão de unidades e crescimento de 159,59%; microcomputadores portáteis, com 636.656 unidades e aumento de 85,82%; relógios de pulso e de bolso, com 4,83 milhões de unidades e crescimento de 76,76%; condicionadores de ar do tipo split system, com 4,42 milhões de unidades e crescimento de 65,06%; motocicletas, motonetas e ciclomotos, com 804.199 unidades fabricadas e crescimento de 36,25%; e bicicletas (inclusive elétricas), com 501.748 unidades e crescimento de 33,66%.

As exportações do PIM também atingiram resultado positivo no período de janeiro a agosto deste ano, com US$ 289,9 milhões em vendas externas e crescimento de 27,45% na comparação com o mesmo intervalo de 2020 e recuperando a queda das exportações que ocorreram em 2019 (US$ 285,10)

Em agosto de 2021, o PIM empregou 98.459 trabalhadores, entre efetivos, temporários e terceirizados, uma queda de 2,85% ante julho de 101.344, mas manteve a média anual de janeiro a agosto acima de 100 mil postos de empregos (101.782 trabalhadores). Se compararmos agosto de 2021 em relação 2020, houve um crescimento de 4,64% em postos de trabalho, nas maiores empresas instaladas no PIM.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

O superintendente da Suframa, Algacir Polsin, avalia positivamente os principais indicadores do PIM (faturamento, emprego e volume de produção) demonstrando a segurança jurídica do Modelo em atrair e ampliar novas linhas de produção e com isso contribuir para o desenvolvimento do Estado.

“O avanço dos indicadores do PIM é muito importante para ampliarmos as ações de geração de emprego e renda que tanto são priorizadas nas atividades desempenhadas pela Suframa”, disse Polsin. “A expectativa é de que os números possam avançar, à medida que temos ainda quatro meses de resultados a serem apurados deste segundo semestre e este é um período do ano de ampliação da demanda interna, por conta de datas especiais como Natal, Black Friday, entre outras, que tendem a impulsionar o consumo”, complementou.

Fonte: Suframa

Leia mais:

COMPARTILHE