quarta-feira, 17 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

Em 100 dias, turismo amazonense decola e vira destaque internacional

A inauguração de mais um voo internacional, conectando Manaus a Bogotá, na Colômbia, abriu uma importante rota para o turismo internacional.
COMPARTILHE
Turismo amazonas Manaus Internacional

Em 100 dias, o turismo amazonense decolou. O Governo do Amazonas, por meio da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), foi destaque ao receber mais um voo direto internacional, além da citação do destino Amazonas no jornal The New York Times, da criação de mais de 33 mil empregos no setor, da qualificação e diversas outras entregas.

A inauguração de mais um voo internacional, conectando Manaus a Bogotá, na Colômbia, abriu uma importante rota para o turismo internacional. A expectativa é que o voo atraia, mensalmente, mais de dois mil turistas ao Amazonas. Atualmente, o estado tem conexão direta com destinos internacionais e 13 frequências semanais para os destinos de Panamá, Miami, Fort Lauderdale e Bogotá.

“A gente já tem também no nosso radar, ainda no mês de abril, a inauguração de mais um voo internacional. Então, a gente vem consolidando o estado do Amazonas como um grande destino no âmbito internacional”, disse o presidente da Amazonastur, Gustavo Sampaio.

A consolidação do Amazonas como destino internacional também se destaca por meio da citação no mais importante jornal do mundo, o The New York Times, que escolheu a capital amazonense como uma das 52 melhores cidades para se conhecer em 2023. O majestoso Teatro Amazonas e a culinária ancestral do estado receberam elogios na publicação.

Nestes 100 dias de gestão, o Amazonas foi o destino escolhido por 54.069 turistas, sendo 13.487 estrangeiros de países como Estados Unidos, Alemanha e França.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

Turismo amazonas Manaus Internacional
A Amazonastur pretende criara novas rotas e está fazendo negociações. (Fotos: Tácio Melo e Geizyara Brandão/Amazonastur)

“Não paramos por aqui, é só uma parte do processo, porque estamos trabalhando outras rotas internas (domésticas) do Brasil, conversando com companhias aéreas de maneira institucional, entendendo as possibilidades, propondo e discutindo soluções para que a malha aérea do estado do Amazonas esteja cada vez mais ampla”, adiantou Sampaio.

Fomento e feiras de turismo

Aliando sustentabilidade e turismo, o Governo do Amazonas também lançou o Programa “Brilha Amazonas”, que disponibiliza kits de painéis solares para doação a comunidades que têm o turismo como fonte de renda, gerando energia limpa e fomentando o setor que atua em bases comunitárias. Ao todo, inicialmente, 253 kits foram adquiridos para distribuição gratuita.

Promovendo o destino Amazonas em eventos nacionais e internacionais, a Amazonastur também esteve presente em sete feiras nacionais e internacionais de turismo. Além de apresentar as belezas naturais amazônicas, o órgão conectou operadores de turismo, se reuniu com empresas aéreas e articulou a entrada de mais turistas no estado.

Turismo amazonas Manaus Internacional
Aliando sustentabilidade e turismo, o Governo do Amazonas também lançou o Programa “Brilha Amazonas”. (Fotos: Tácio Melo e Geizyara Brandão/Amazonastur)

Emprego e qualificação

Conforme o levantamento da Amazonastur, com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o setor do turismo abriu o ano de 2023 gerando 33.166 empregos de carteira assinada, de forma direta e indireta.

A regularização de profissionais no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur), do Ministério do Turismo, também apresentou um aumento de 13,85%. Para o presidente da Amazonastur, o resultado reflete a intensificação do trabalho do órgão na busca ativa e regularização. “Saltamos de 1.870 prestadores regularizados, em dezembro de 2022, para 2.129, até o dia 30 de março”, relembrou o presidente.

Nestes 100 dias, a Amazonastur também tem investido em capacitação, em parceria com o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), certificando 94 alunos que concluíram o curso técnico em Guia de Turismo Regional, ofertado gratuitamente. Os guias formados vão atuar em Manaus, Presidente Figueiredo (a 117 quilômetros de Manaus) e Novo Airão (a 115 quilômetros de Manaus).

Leia mais:

COMPARTILHE