fbpx

quarta, 03 de maro de 2021

Nova Economia: modelo usa tecnologias para mobilizar e mudar vidas

Novo modelo de negócios usa tecnologia para melhorar da vida das pessoas. Em Manaus, mobilização de empresários da nova economia distribui doações para vítimas da Covid-19.

20 de janeiro de 2021

Compartilhe

Empresários da nova economia utilizam tecnologia para melhorar a vida das pessoas (Foto: Reprodução)

Uma nova forma de se fazer negócios, que utiliza a tecnologia como ferramenta para tornar o mundo um lugar melhor: este é o conceito do movimento denominado de ‘nova economia‘.

Neste modelo de negócio, empresas e clientes se relacionam não apenas no ambiente off-line, mas ganham corpo e, principalmente, voz no online.

Na nova economia, esses dois universos se juntam para oferecer a melhor experiência ao consumidor.

O empresário, coach e colunista de empreendedorismo Carlos Oshiro cita como exemplo desse novo relacionamento, a mobilização que empresas e consumidores têm realizado durante a pandemia em Manaus.

Neste cenário, as redes sociais deixam de funcionar como diários eletrônicos e ganham o poder de mobilizar ações e transformar vidas.

“Neste momento de pandemia temos visto as redes sociais se movimentando e a tecnologia ajudando a ajudar as outras pessoas”, ilustra Oshiro.

Mentor de uma imersão que acontece todos os meses, com o objetivo de criar estratégias para trazer as empresas da velha para a nova economia, Oshiro utiliza a rede de contatos formada durante os cursos para amplificar o papel desta nova economia na vida das pessoas.

“Após o curso continuamos a ter contato, porque acreditamos que é um movimento. Temos um grupo de WhatsApp com aproximadamente 200 empresários, onde geramos relacionamentos constantes. Dentro desse grupo estamos sempre conversando, sempre nos falando e nos organizando ações para inovar e tornar a experiência das pessoas melhor”, afirma.

Mobilização

Entre as ações realizadas pelo grupo estão as doações. Durante este segundo pico de infecções da Covid-19 em Manaus, empresários da nova economia se mobilizaram e arrecadaram doações em dinheiro que foram repassadas ao ‘Time do Bem’, que é um outro movimento organizado de empresários aqui de Manaus.

“As ações nascem dentro do grupo. Então, logo no primeiro momento convoquei o grupo a fazer doações. Agora está saindo uma segunda movimentação de uma outra demanda, para um casal de idosos que está precisando de ajuda”, explica Oshiro.

“Toda vez que surge uma demanda, se divulga uma conta corrente dentro do nosso grupo e as pessoas vão prestando contas sobre as doações lá. As doações e os movimentos são muito pontuais, mas sempre estamos disponíveis para contribuir”, garante o empresário.

Sobre o grupo da Nova Economia

De acordo com Carlos Oshiro, mais de 300 empresário já passaram imersão da nova economia. O curso acontece mensalmente e conta com no máximo oito empresários por turma.

“Para fazer parte do grupo os empresários precisam fazer parte da imersão. O empresário precisa respirar esse ar da nova economia porque lá todos acabam falando a mesma linguagem. Então para participar tem que fazer a imersão, virar a chave, transformar a empresa e o negócio e se relacionar com outros empresários do movimento da nova economia”, justifica.

O grupo conta hoje com empresários de diversos segmentos, como alimentação, serviços e profissionais liberais. Ele está aberto para qualquer pessoa, empreendedor ou não, que deseja ser dona do próprio negócio.

“Não temos algo muito específico. Todo mundo que é empresário, ou quer se tornar empresário, pode participar da imersão. Recebemos muita gente que trabalha como colaborador e quer criar um projeto para abrir seu negócio. Por isso muitos negócios foram abertos dentro da imersão da nova economia”, finaliza Oshiro.

Reportagem: Lucas Raposo

Leia mais:

Leia mais sobre Economia

Reflexos da redução de impostos sobre diesel depende de distribuidoras

De acordo com o vice-presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis do Amazonas (Sindicam), Geraldo Dantas, redução ainda deve passar pelas distribuidoras.

2 de março de 2021

Postos já repassam reajuste e gasolina chega a custar R$5,59 no AM

Um dia após mais um reajuste no valor do combustível anunciado pela Petrobrás, postos de combustíveis de Manaus vendem gasolina por preços que variam entre R$5,29 e R$5,59.

2 de março de 2021

Perda de renda afeta arrecadação do IPVA em janeiro

Em janeiro, o Amazonas teve redução de 24% no recolhimento de IPVA, em comparação a janeiro de 2020. Para Sefaz, números refletem a pandemia.

2 de março de 2021

Presidente Figueiredo lidera as exportações do interior em janeiro

O município contabilizou em janeiro US$ 2,80 milhões em exportações. O segundo município que mais exportou em Janeiro deste ano foi Itacoatiara, com US$ 1,05 milhão.

2 de março de 2021

Exportações do Amazonas têm alta de 26,34% em janeiro

Valores exportados alcançaram cifras de US$ 71,98 milhões em janeiro de 2021. Venezuela, Bolívia, Argentina e Alemanha foram os principais destinos dos produtos amazonenses.

2 de março de 2021

Após quinta alta seguida Bolsonaro zera alíquota sobre gás e diesel

O decreto deve minimizar a flutuação dos preços. A redução sobre o diesel será válida apenas por dois meses, já a do gás de cozinha não tem previsão para o término.

2 de março de 2021

Após deixar o PIM, Sony encerra vendas de TVs, áudio e câmeras

Serviços de garantia e suporte técnico aos consumidores serão mantido, bem como a venda de produtos dos segmentos de Games, soluções profissionais, música e entretenimento.

2 de março de 2021

Com movimento fraco durante a semana, shoppings aglomeram no sábado

Lojistas relatam que primeira semana de reabertura gradual dos shoppings teve frequência ‘tímida’ dos consumidores de segunda a sexta com registro de aglomerações no sábado.

1 de março de 2021