fbpx

domingo, 23 de janeiro de 2022

Trabalho por conta própria cresce pela quinta vez consecutiva

Trabalhadores por Conta Própria crescem pela 5ª vez consecutiva, totalizando 25,5 milhões e 27% da população ocupada no 3º tri do ano passado, conforme dados do Ibre/FGV.

4 de janeiro de 2022

Compartilhe

Crescimento ocorreu em duas frentes de autônomos: os com e os sem CNPJ (Foto: Divulgação)

No terceiro trimestre de 2021, cerca de 25,5 milhões de pessoas estavam exercendo trabalho por conta própria. O contingente dos chamados autônomos, atingiu o maior nível desde 2015 e representaram um aumento de 18,4% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior. Os dados são do Ibre/FGV e analisados pela colunista do site Janaína Feijó. A categoria foi foi responsável por 43% do incremento da população ocupada no último ano. De cada dez pessoas ocupadas atualmente no Brasil, quase três trabalham por conta própria.

Medidas restritivas durante a pandemia, fechamento de empresas, elevação do desemprego e incertezas socioeconômicas fizeram uma parte dos brasileiros buscarem oportunidades de empreendimentos com pequenos negócios, identificando novas demandas. Esses trabalhadores incluem os que abriram CNPJ como os Micro Empreendedores Individuais (MEIs). Outra parcela apenas tentou sobreviver aceitando qualquer trabalho e bicos e, na maioria das vezes, sem CNPJ.

Mais de 1,3 milhão de pessoas passaram a compor o grupo dos Conta Própria com CNPJ nos últimos dois anos, aumentando de 4,9 milhões para 6,2 milhões, o que corresponde a um crescimento de 26,7%. Mesmo após o início da pandemia, o contingente de pessoas nessa condição continuou aumentando, atingindo seu maior nível histórico no 3º trimestre de 2021. “A expansão dos microempreendedores tem sido vista como algo bom, pois contribui para o dinamismo da economia e tem efeitos positivos sobre o crescimento econômico do País”, destaca Janaína Feijó.

Por outro lado, os Conta Própria sem CNPJ, que tinham sido impactados fortemente no segundo e terceiro trimestres de 2020, voltaram a crescer desde então e hoje totalizam 19,2 milhões de pessoas, praticamente o mesmo nível registrado no segundo trimestre de 2019 (19,3 milhões). Esse grande volume dos sem CNPJ reascende a discussão sobre a situação de vulnerabilidade dos postos de trabalho no Brasil, pois são trabalhadores sem proteção social, muitas vezes em contextos socioeconômicos desfavoráveis e mais suscetíveis às mudanças da economia. “O mercado de trabalho está se recuperando, mas a qualidade dos postos de trabalho ainda se revela um grande desafio que precisa ser enfrentado”, indica a colunista do Ibre/FGV. 

As regiões Sudeste e Nordeste têm a maior quantidade de trabalhadores nessa categoria, com 10,5 milhões e 6,5 milhões, respectivamente. O Sul e o Sudeste são as regiões com as maiores parcelas de Conta Própria com CNPJ. Mas, na relação do grupo em relação a população ocupada, o Norte e Nordeste têm mais de 30% da população ocupada trabalhando por Conta Própria e a maior parte não tem CNPJ. No Norte, por exemplo, 90,8% dos conta-própria não são pessoas jurídicas.

Com informações do Ibre/FGV.

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Sorte grande: Mega-Sena deve pagar R$ 22 milhões neste sábado

O último concurso da Mega-Sena (2.445), na última quarta-feira (19), não teve acertadores. As apostas podem ser feitas até as 18h (horário de Manaus) deste sábado.

22 de janeiro de 2022

Projeto visa combater discriminação racial no acesso ao crédito

Levantamentos indicam que 32% dos empreendedores negros do país já tiveram pedidos de crédito negados sem que houvesse explicações. Problema foi inensificado com a pandemia.

22 de janeiro de 2022

Desempenho do varejo deve ser negativo no 1º trimestre, diz Ibevar

Segundo dados da pesquisa de intenção de compra, projeções do varejo ampliado indicam queda de 2,22% para o primeiro trimestre de 2022, em relação ao mesmo período de 2021.

22 de janeiro de 2022

Abertura de empresas cresce 4,5% em outubro, revela Serasa Experian

De acordo com o Indicador de Nascimento de Empresas, foram abertos 325.732 empreendimentos, sendo que em 2020 haviam sido registrados 311.590 novos negócios no Brasil.

22 de janeiro de 2022

Nubank oferece primeiro fundo da família de renda fixa, o Nu Reserva

Fundo é composto por títulos públicos, operações compromissadas e títulos de crédito privado. É uma opção para quem busca alternativa para investir sua reserva de emergência.

22 de janeiro de 2022

Itaú destina recursos para projetos de proteção à infância no Amazonas

Dois projetos de ações sociais em defesa da infância e da adolescência no interior do Amazonas foram contemplados com recursos oriundos do Fundo Itaú Social .

22 de janeiro de 2022

Dívidas do Simples poderão ser pagas ou renegociadas até 31 de março

Prazo encerraria em 31 de janeiro. Regularização dos débitos é necessária para os micro e pequenos empresários e os profissionais autônomos continuarem no Simples Nacional.

21 de janeiro de 2022

Falha de segurança expõe dados de mais de 160 mil chaves Pix

Dados referentes a 160.147 chaves Pix foram vazados. Segundo o BC, informações expostas são de natureza cadastral e não permitem movimentação de recursos ou acesso às contas.

21 de janeiro de 2022