fbpx

segunda, 25 de outubro de 2021

‘Teto’ do Casa Verde e Amarela sobe 10% e dá ‘fôlego’ às construtoras

Segundo o Sinduscon, o reajuste destinado ao Amazonas não acompanha os custos das despesas na totalidade, mas minimiza uma distorção decorrente da alta dos preços.

25 de setembro de 2021

Compartilhe

O teto para financiamentos de moradias populares saiu de R$190 mil para R$209 mil (Foto: Reprodução)

As novas regras do programa de habitação Casa Verde e Amarela, o antigo Minha Casa Minha Vida, elevaram em 10% o valor do teto da moradia popular para financiamentos, no estado. O teto saiu de R$190 mil para R$209 mil. Para o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Amazonas (Sinduscon-AM) o reajuste apesar de não acompanhar os aumentos nos preços dos insumos, ajuda a equilibrar os custos.

Conforme o Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi) divulgado em setembro deste ano pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nos últimos 12 meses a alta no custo da construção foi de 16,74%. Enquanto no período de janeiro a agosto de 2021 o custo médio aumentou 8,35%, no Amazonas.

Com as mudanças anunciadas pelo governo federal, o valor máximo dos imóveis financiados pelo programa habitacional subiu 15% nas cidades com 50 mil a 100 mil habitantes; Municípios com população entre 20 mil e 50 mil pessoas terão o teto reajustado em 10%, conforme divisões de estados e regiões definidas pelo governo; Em capitais e regiões metropolitanas definidas pelo IBGE o aumento no teto também será de 10%, fatia na qual o Amazonas está inserido. O teto sai de R$190 mil para R$209 mil.

“O governo federal e a Caixa Econômica Federal firmaram parceria para reequilibrar os valores para as regiões do Brasil, considerando os aumentos dos preços dos insumos da construção civil. O reajuste de 10% destinado ao Amazonas não acompanha em 100% os custos das despesas, mas minimiza uma distorção decorrente da alta dos preços”, considera o presidente do Sinduscon-AM, Frank Souza.

De acordo com o empresário, os estados da região Norte e Nordeste enfrentam uma certa desvantagem em relação aos estados das demais regiões do país por conta da disparidade de valores estipulados para a construção de moradias econômicas no país.

“Esse é um ponto que temos discutido constantemente no Fórum Norte Nordeste da Indústria da Construção. Há uma desigualdade de valores para a construção de moradias econômicas no país. Para as regiões Sul e Sudeste os valores são mais elevados. Temos pleiteado essa melhoria no valor para o construtor como subsídios maiores para os interessados na compra de imóveis”, disse.

Texto: Priscila Caldas

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Vendedor, analista, motorista e outros; confira as vagas de emprego em Manaus

Mora em Manaus e está à procura de emprego? O Sine Manaus oferta 126 vagas nesta segunda-feira (25). Fique atento aos critérios para cada vaga e o procedimento de seleção.

24 de outubro de 2021

Suframa prevê investimentos de R$ 7,9 bilhões e 1,4 mil novos empregos

A diversificação da produção de motocicletas elétricas, que deve gerar 218 novos postos de trabalho e investimentos de R$ 54 milhões, foi apresentada na reunião.

24 de outubro de 2021

Selos Brasileiros são criados para identidade única das Indicações Geográficas

Criação dos Selos é uma iniciativa liderada pelo Ministério da Economia/INPI, em parceria com o Sebrae e o Ministério da Agricultura, que irá agregar valor aos produtos.

23 de outubro de 2021

AM é líder em investimento em recursos humanos altamente qualificados

Com recursos de mais R$ 100 milhões, Programa de Apoio à Pós-Graduação Stricto Sensu, da Fapeam, investe na formação de recursos humanos altamente qualificados no estado.

23 de outubro de 2021

Amazonas teve a pior taxa de sobrevivência de empresas do país em 2019

Em 2019, só 16,3% das unidades locais de empresas do Amazonas seguiam ativas após dez anos de existência. Na Região Norte, a taxa de sobrevivência das unidades era de 19,0%.

23 de outubro de 2021

Supermercados cresceram 25% com retomada de projetos em 2021

Levantamento da Geofusion aponta para uma possível recuperação no ritmo de expansão dos supermercados. Projetos interrompidos por conta da pandemia foram retomados.

23 de outubro de 2021

Guedes minimiza exoneração de secretários e diz que saída é ‘natural’

Saída de quatro secretários da pasta aconteceu após manobra do governo federal para furar o teto de gastos e garantir o benefício de R$ 400 para o Auxílio Brasil.

22 de outubro de 2021

Contas externas têm déficit de US$ 1,7 bilhão em setembro, diz Banco Central

Em 12 meses, o déficit em transações correntes é de US$ 20,702 bilhões, 1,3% do Produto Interno Bruto, ante o saldo negativo de US$ 19,349 bilhões em setembro de 2021.

22 de outubro de 2021