fbpx

domingo, 23 de janeiro de 2022

Sefaz prevê crescimento de 8,57% na arrecadação tributária em 2021

Segundo a Sefaz, o desempenho anual positivo teve forte contribuição da alta do dólar e da inflação. Estado deverá encerrar o ano com arrecadação tributária de R$15,1 bilhões

27 de dezembro de 2021

Compartilhe

Sefaz prevê crescimento de 8,57% na arrecadação tributária em 2021 (Foto: Reprodução)

A Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) prevê encerrar o ano com arrecadação tributária, em real (descontada a inflação), de R$15,1 bilhões, o que representa crescimento de 8,57% em relação à receita administrada no ano anterior. Segundo a Sefaz, o desempenho anual positivo teve forte contribuição da alta do dólar e da inflação.

De acordo com o titular da Sefaz, Alex Del Giglio, o estado deverá manter índice de crescimento na arrecadação tributária mesmo em meio ao cenário econômico nacional considerado como recessão técnica. Ele afirma que nos dois últimos trimestres o Produto Interno Bruto (PIB) do país regrediu e mesmo assim o Amazonas segue crescendo em todos os segmentos produtivos.

A previsão do balanço anual da arrecadação tributária aponta para a receita de R$15.154.679.776,99, em 2021. Enquanto no ano anterior, o estado contabilizou R$ 13.957.821.860,04 em receita tributária.

“Atribuímos esse crescimento sobretudo à movimentação das variáveis macroeconômicas. A inflação elevou o crescimento sobretudo puxado pelo dólar e também por uma possível crise hídrica que elevou o preço da energia, dos combustíveis. Vários aspectos corroboraram para esse aumento, sobretudo o trabalho da fiscalização e da arrecadação com controles rígidos”, disse o secretário.

Na análise mensal, o tributo que registrou menor percentual de crescimento (0,84%) foi o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Em nove dos 12 meses o imposto registrou queda na arrecadação.

O secretário atribui o alto índice de inadimplência da quitação do IPVA à redução de renda de parte da população. Apesar de o imposto registrar inadimplência histórica entre 15% e 20%, ele afirma que neste ano o percentual foi ainda maior.

“A pandemia gerou um problema de retração para os agentes econômicos e as pessoas acabam optando por pagar despesas que são de caráter prioritário, essencial. Eles não veem o tributo como algo mandatório. Tivemos uma inadimplência bem significativa no período, o que não é normal”.

Expectativa para 2022

Del Giglio relata que o período eleitoral por se tratar de escolhas para cargos federais poderá refletir gerando instabilidade entre os agentes econômicos. Ele acredita que os resultados devem superar a inflação, mas com leve crescimento real.

“O processo eleitoral federal gera instabilidade entre os agentes econômicos e incertezas. Temos expectativa que provavelmente vamos conseguir superar a inflação, mas com leve e discreto crescimento real”.

Texto: Priscila Caldas

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Empregos voltam com salário menor e levam à precarização do trabalho

Entre o primeiro trimestre de 2020 e o terceiro do ano passado, o total de desempregados há mais de um ano cresceu 37%: de 4,758 milhões para 6,508 milhões brasileiros.

23 de janeiro de 2022

Empreendedoras faturam 20 milhões por ano com setor de beleza

Franquias Fast Escova, especializada em escovas e penteados, cresceu 50% em faturamento todo mês durante o ano de 2021, recebeu mais de 40.000 mil mulheres mensalmente.

23 de janeiro de 2022

Receita abre consulta para lote residual de restituições do IRPF

As restituições serão depositadas diretamente na conta bancária informada na Declaração de Imposto de Renda. A soma dos valores restituídos é superior a R$ 281 milhões.

23 de janeiro de 2022

Grupo Sabin possui vagas disponíveis para contratação em Manaus

Dentre as oportunidades oferecidas estão vagas para colhedor para coleta domiciliar, agente de serviços gerais, auxiliar administrativo e coordenador de relacionamento.

23 de janeiro de 2022

ANTT publica tabela com valores atualizados de frete rodoviário

Atualização traz reajuste médio de 9,64%, variando de acordo com o tipo de carga, a quantidade de eixos e a caracterização da operação de transporte como alto desempenho.

23 de janeiro de 2022

Emissões de debêntures incentivadas batem recorde em 2021

Segundo a Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia, a alta de 68,3% das emissões pode ser explicada por causa da recuperação econômica.

23 de janeiro de 2022

Shopping do Artesanato e Economia Solidária permanece fechado

Espaço permanecerá fechado por mais uma semana, no período de 24 a 29 de janeiro, como medida de prevenção da disseminação da Covid-19 e da Influenza H3N2.

23 de janeiro de 2022

Amazonas economiza cerca de R$ 684 milhões em licitações em 2021

Quantia corresponde a uma economia de mais de 20% de tudo que o Estado licitou no ano de 2021. Todo o trâmite é feito por meio do portal de compras do Estado do Amazonas.

23 de janeiro de 2022