fbpx

quinta, 26 de maio de 2022

Santander mantém expansão no AM e inaugura agência em Tefé

Município passa a contar com o reforço presencial dos mais variados serviços e produtos do Banco a partir do dia 19 de abril. Esta é a 17ª agência do Santander no Estado.

14 de abril de 2022

Compartilhe

Agência do Santander em Tefé fica na Rua Duque de Caxias, nº 259, no Centro (Foto: Divulgação)

Após inaugurar a agência de Humaitá, o Santander Brasil segue sua trajetória de expansão no Amazonas, abrindo, desta vez, uma nova loja em Tefé. Chamado de o Coração da Amazônia, por estar geograficamente no centro da área internacional dessa região, o município passa a contar com o reforço presencial dos mais variados serviços e produtos do Banco a partir do dia 19 de abril. A 17ª agência do Santander no Estado fica na Rua Duque de Caxias, nº 259, no Centro.

Com mais de dois séculos de existência, Tefé tem uma zona de influência bastante significativa na região, devido à infraestrutura local mais desenvolvida. Inclusive, possui um aeroporto que serve como importante receptor de turistas que vão conhecer as belezas locais e dessa área amazônica. Tefé é a porta de entrada para a reserva Mamirauá, um patrimônio da humanidade tombado pela Unesco.

No âmbito local, cerca de dez cidades orbitam em torno de Tefé socialmente e economicamente. O comércio diversificado, com várias lojas nos setores de vestuário, eletro, material de construção, estivas, entre outras, são fortes atrativos para a população dos demais municípios dessa região, que também buscam bastante os serviços de órgãos públicos federais, além de saúde e educação.

A 523km de distância da capital Manaus, a cidade concentra várias universidades públicas e privadas, além de institutos técnicos estaduais e federais. A economia também vem sendo reforçada com a produção de pescados, sobretudo tambaqui e pirarucu. Algumas empresas estão instaladas na região, e Tefé serve de base para abastecer o mercado local e exportar para vizinhos sul-americanos e países asiáticos.

Na agricultura, mais relacionada para abastecimento local, o protagonismo vai para o cultivo da mandioca e a produção da farinha derivada dela. Tefé e, sobretudo, a vizinha Uariní são referências no Amazonas nesse segmento.

“Essa é uma região de enorme potencial, e o Santander chega justamente para colaborar para impulsionar o desenvolvimento não só de Tefé, como dos municípios e populações vizinhas que orbitam ao seu redor. Temos nossos canais digitais acessíveis a todas as pessoas, mas estamos encurtando a distância também para aqueles que querem conhecer e ter experiências com produtos e serviços do Banco para concretizar objetivos pessoais, familiares e profissionais”, enfatiza Antônio Areias, superintendente executivo da Rede Norte Amazônica do Santander Brasil.

A oferta de produtos e serviços vai das mais simples, como abertura de conta, pagamentos, saques e depósitos, até os mais estruturados, a exemplos de operações de créditos e investimentos para pessoas físicas e jurídicas, sejam empresas de pequeno a médio porte. O Banco também é parceiro do agronegócio e tem linhas que apoiam o produtor rural, na PF e PJ, no desenvolvimento e crescimento dos negócios.

“Hoje, quem procura o Banco encontra soluções inovadoras, dentre elas nossa máquina de cartões Getnet, permitindo pessoas físicas e jurídicas a alavancarem vendas tanto no canal físico como no digital. Estamos ofertando também para ambos os casos o nosso CDC Solar, que é uma excelente oportunidade para se adotar energia limpa em sua residência ou negócio e ter, em poucos anos, sua conta de luz quase zerada”, diz Areias.

A agência adotará todos os protocolos sanitários necessários para preservar a saúde de seus clientes e funcionários. Das 9h às 10h, atenderá de forma exclusiva idosos, gestantes, beneficiários do INSS e portadores de deficiência e, das 10h às 15h, os demais públicos. Também haverá o escalonamento de acesso de clientes, conforme o tamanho da unidade. Isso para garantir uma distância mínima de um metro entre todos. Além disso, será obrigatório o uso de máscara e álcool gel nas dependências da agência.

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Para economistas, ICMS em 17% terá pouco impacto na redução de preços

Economistas acreditam que projeto que estipula teto de 17% na cobrança de ICMS não resultará em redução expressiva no preço do combustível, com queda de até 5% nos preços.

26 de maio de 2022

Novamed anuncia expansão no PIM com investimento de R$ 50 milhões

Empresa pretende aumentar a produção de 1 bilhão e 100 milhões de comprimidos/mês para 1 bilhão e 400 milhões/mês, além da garantia de cerca de 900 postos de trabalho.

26 de maio de 2022

Indígenas Tikuna participam de oficina de artesanato em Benjamin Constant

O Workshop, promovido em parceria com o Sebrae Amazonas, contou com a presença de consultores de artesanato do Ceará, do Espírito Santo, Colômbia e Brasília.

26 de maio de 2022

Caixa amplia em até 21,4% subsídio do programa Casa Verde Amarela

Percentuais vão variar de 12,5% a 21,4%. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Regional, acréscimo varia conforme região, renda familiar e população do município.

26 de maio de 2022

Câmara aprova limite da alíquota de ICMS sobre combustíveis

Lei classifica os setores de combustíveis, gás natural, energia elétrica, comunicação e transportes como essenciais e indispensáveis, limitando a alíquota ao máximo de 17%.

26 de maio de 2022

Amazonas precisa qualificar 114 mil trabalhadores da indústria até 2025

A Fieam levantou a demanda de profissionais da indústria a serem qualificados até 2025 no Amazonas para atender às novas demandas do setor na Zona Franca de Manaus.

26 de maio de 2022

‘Nosso Centro’ quer expandir empreendimentos na região central de Manaus

Programa da Prefeitura prevê a revitalização do centro histórico com a implantação dos projetos 'Mais Negócios', 'Mais Vida' e 'Mais História', ao longo dos próximos 3 anos.

25 de maio de 2022

Em apoio a petroleiros, parlamentares questionam venda da Reman no TCU

Deputado Zé Ricardo e o senador Jean Paul (PT/RN) acionaram o Tribunal de Contas da União solicitando medida cautelar para suspender o processo de privatização da refinaria.

25 de maio de 2022