fbpx

quarta, 01 de dezembro de 2021

Samsung e Honda: funcionários cobram direitos trabalhistas e ameaçam parar

Sindmetal afirma que Samsung e Moto Honda da Amazônia deixam de pagar direitos trabalhistas como a participação nos lucros e acesso à assistência médica aos temporários.

22 de novembro de 2021

Compartilhe

Temporários da Samsung e Honda ameaçam parar por falta de benefícios (Foto: Reprodução)

Funcionários temporários das empresas Samsung da Amazônia e Moto Honda da Amazônia reivindicam direitos trabalhistas como pagamento de Participação nos Lucros e Resultados (PLR) e acesso à assistência médica e odontológica, benefícios assegurados por meio de Convenção Coletiva de Trabalho (CCT). O Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas (Sindmetal-AM) confirmou possibilidade de greve caso as reivindicações sejam negadas.

O presidente do Sindmetal-AM, Valdemir Santana, explicou que a Convenção Coletiva de Trabalho estabelece que o funcionário admitido em regime temporário tem direitos trabalhistas assegurados da mesma forma que o colaborador efetivo.

Segundo Santana, cerca de 600 trabalhadores temporários da Samsung deixaram de receber o valor devido da PLR, estabelecido para 2021 em R$4,5 mil mais 25% do valor do salário; os colaboradores ainda deixaram de ter acesso a plano médico e odontológico.

Representantes da Samsung se comprometeram em dar retorno aos sindicalistas até amanhã (23).

Reunião entre Honda e Sindmetal

Santana adiantou que a greve agendada para ocorrer nesta segunda-feira (22), envolvendo pelo menos 500 funcionários da Moto Honda, foi suspensa porque a administração da fábrica comunicou que receberia o sindicato para negociações.

Os trabalhadores da Moto Honda também reivindicam pagamento de PLR (R$3,4 mil mais 40% do salário), mais acesso ao plano médico e odontológico e ao auxílio leite (para quem tem crianças).

“Existe outra situação envolvendo 400 funcionários terceirizados do setor de embalagens, que recebem um salário mínimo. Enquanto a CCT estabelece que mesmo os terceirizados sejam remunerados conforme o teto mínimo estabelecido pelo acordo, que no caso, é de pelo menos R$1.822”, disse.

“Não queremos deflagrar greve. Queremos o atendimento por meio de acordo”, completou o sindicalista.

Empresas afirmam que cumprem a legislação

Por meio de nota a Moto Honda da Amazônia afirmou que cumpre a legislação trabalhista e que mantém diálogo com o Sindmetal. Confira a nota na íntegra:

“Seguindo os princípios de transparência que regem o grupo Honda em todo mundo e na condição de uma das maiores empregadoras do Polo Industrial de Manaus, a Moto Honda da Amazônia reafirma que  cumpre  a legislação trabalhista. A Honda informa ainda que possui permanente diálogo com o Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas”.

A Samsung da Amazônia informou, por meio de nota, que cumpre as determinações legais. Confira a resposta da Samsung:

“A Samsung esclarece que cumpre a legislação trabalhista vigente”.

Texto: Priscila Caldas

*Matéria atualizada às 15h07 para inclusão de nota da Samsung da Amazônia.

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Inflação medida pelo IPC-S sobe para 1,08% em novembro, diz FGV

Alta da taxa de outubro para novembro foi puxada por apenas dois dos oito grupos de despesas que compõem o IPC-S. Inflação de transportes mais do que duplicou no período.

1 de dezembro de 2021

Carnaval e Covid: empresários temem perder mais vidas e não vendas

Empresários consideram que o possível cancelamento do carnaval poderá afetar o faturamento dos setores. Porém, destacam que o momento é de prevenção à saúde pública.

1 de dezembro de 2021

Garimpo no Madeira expõe falta de alternativas no interior, diz Sidney Leite

Segundo Sidney Leite, a cadeia produtiva da mineração beneficia a mais de 38 mil famílias que trabalham na calha do Madeira, principalmente nas proximidade de Humaitá.

30 de novembro de 2021

No Brasil, desemprego cai 1,6 ponto percentual e atinge 12,6%

Número de pessoas em busca de emprego no país recuou 9,3% e, com isso, chegou a 13,5 milhões. Os ocupados tiveram um crescimento de 4%, alcançando 93 milhões de pessoas.

30 de novembro de 2021

Produtor terá acesso a linhas de crédito especiais durante Expoagro

Ao menos cinco instituições financeiras vão participar da Exposição Agropecuária ofertando linhas de crédito em condições especiais para o produtor rural do Amazonas.

30 de novembro de 2021

Desemprego cai, mas informalidade ainda atinge 59% dos amazonenses

Taxa de desocupação do estado caiu 2,3 pontos percencetuais no 3º trimestre, passando de 15,8%, entre abril e junho, para 13,4% entre julho e setembro, segundo dados do IBGE.

30 de novembro de 2021

Sob expectativa do público, Havan não tem data de inauguração em Manaus

A empresa se restringiu em informar que a unidade da Havan será inaugurada em 2022 e que os planos foram afetados pela pandemia e por reflexos no setor de construção civil.

30 de novembro de 2021

Conhecimento é vital para a sobrevivência de empresas, diz especialista

O prof. Marcelo Miyashita, um dos mais reconhecidos profissionais de marketing do país, estará em Manaus ministrando dois cursos sobre Networking e Gestão de Atendimento.

30 de novembro de 2021