fbpx

segunda, 04 de julho de 2022

Após Yamaha, Caloi suspende produção por falta de componentes

Crise dos componentes ameaça continuidade das linhas de produção no PIM. Conforme o Cieam, Moto Honda e outras fabricantes estudam pausar linhas de montagem.

17 de setembro de 2021

Compartilhe

Caloi informou ao Sindmetal sobre suspensão em uma linha de produção. (Foto: Reprodução)

A falta de componentes ameaça interromper linhas de produção em maior escala no Polo Industrial de Manaus (PIM). Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas (Sindmetal-AM), além da Yamaha Motor da Amazônia, a Caloi Norte S.A. também suspendeu parte das linhas de montagem.

De acordo com o presidente do Sindmetal-AM, Valdemir Santana, a Caloi informou ao sindicato a interrupção em parte da linha de produção pelo período de até nove dias, que serão compensados por meio de banco de horas, com a prorrogação da jornada de trabalho.

“Até o momento a Caloi e a Yamaha informaram ao sindicato sobre a suspensão em linhas de montagem por falta de componentes. Os dois comunicados envolvem cerca de 1,2 mil trabalhadores. Os anúncios não informavam quantas linhas de produção seriam suspensas”, disse.

A reportagem tentou confirmar a informação com a Caloi mas até o fechamento da edição não obteve resposta.

Honda também pode parar

O Centro da Indústria do Amazonas (Cieam) informou que a Moto Honda da Amazônia e outras fabricantes também planejam adotar a medida. Conforme o presidente, Wilson Périco, a Honda também estuda adotar a suspensão temporária dos trabalhos para tentar equilibrar o estoque de insumos e o volume de produção.

“A Moto Honda também avalia a possibilidade de pausa em uma linha de produção e tem outras empresas que possivelmente fariam a suspensão, mas de concreto temos a informação da Yamaha”, disse.

Abastecimento normalizado em 2022

O vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), Nelson Azevedo, comenta que a escassez global de componentes põe em risco a continuidade das atividades industriais. Ele acredita que a situação seja normalizada até o próximo ano.

“Estamos muito preocupados com essa falta de componentes para as indústrias do PIM continuarem com suas linhas de produção em funcionamento. Além da perda de receita, há também a perda do volume de atividade. Mais postos de trabalho poderiam ser gerados se não fosse esses limitadores. Contudo, acreditamos que a situação já esteja normalizada em meados de 2022”, estimou.

Texto: Priscila Caldas

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

BNDES reúne bancos de desenvolvimento globais na ExpoAmazônia

Tema sustentabilidade norteou boa parte das discussões ao longo dos objetivos principais da ExpoAmazônia sediada em Manaus.

3 de julho de 2022

Alta da Selic atrai investidores para renda fixa isenta de Imposto de Renda

Com a alta da taxa básica de juros, o mercado tem oferecido aos investidores títulos emitidos por grandes empresas, sem cobrança de impostos, com retorno real.

3 de julho de 2022

Petrobras tem trabalhadores e bancos como minoritários no Governo Bolsonaro

Acionistas viraram alvo de Jair Bolsonaro em meio à crise provocada pelas conturbadas trocas de comando na Petrobras, que resiste em elevar os preços dos combustíveis.

3 de julho de 2022

Infraestrutura de conectividade pauta palestra na ExpoAmazônia

Diretor de projetos do Ministério das Comunicações disse que leitos dos rios é a forma mais sustentável de implantar cabos subfluviais para conectar internet na Amazônia.

3 de julho de 2022

Receita Federal alerta para golpe do falso IOF antecipado via Pix

A Receita Federal informa que jamais fornece dados para recolhimento de tributos ou de taxas via transferência. Os fraudadores fornecem documentos falsos de notificação.

2 de julho de 2022

Aumenta o número de brasileiros endividados acima de 60 anos

Ao todo, o país tem 66,1 milhões de endividados – recorde da série histórica iniciada em 2016. Antes, o pico do endividamento foi atingido em abril de 2020, com 65,9 milhões.

2 de julho de 2022

Leis que beneficiam policiais e professores são sancionadas no AM

Governador do Amazonas beneficia policiais civis com equiparação da aposentadoria e professores da rede pública estadual de ensino com 14º e 15º salários.

2 de julho de 2022

Manaus vai sediar maior evento de networking de Tecnologia e Inovação

Estão abertas as inscrições para o ‘AATEC Day 2022’, evento gratuito voltado para gestores e profissionais de Tecnologia e Inovação. Evento vai acontecer em 23 de julho.

1 de julho de 2022