fbpx

quarta, 26 de janeiro de 2022

Após Yamaha, Caloi suspende produção por falta de componentes

Crise dos componentes ameaça continuidade das linhas de produção no PIM. Conforme o Cieam, Moto Honda e outras fabricantes estudam pausar linhas de montagem.

17 de setembro de 2021

Compartilhe

Caloi informou ao Sindmetal sobre suspensão em uma linha de produção. (Foto: Reprodução)

A falta de componentes ameaça interromper linhas de produção em maior escala no Polo Industrial de Manaus (PIM). Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas (Sindmetal-AM), além da Yamaha Motor da Amazônia, a Caloi Norte S.A. também suspendeu parte das linhas de montagem.

De acordo com o presidente do Sindmetal-AM, Valdemir Santana, a Caloi informou ao sindicato a interrupção em parte da linha de produção pelo período de até nove dias, que serão compensados por meio de banco de horas, com a prorrogação da jornada de trabalho.

“Até o momento a Caloi e a Yamaha informaram ao sindicato sobre a suspensão em linhas de montagem por falta de componentes. Os dois comunicados envolvem cerca de 1,2 mil trabalhadores. Os anúncios não informavam quantas linhas de produção seriam suspensas”, disse.

A reportagem tentou confirmar a informação com a Caloi mas até o fechamento da edição não obteve resposta.

Honda também pode parar

O Centro da Indústria do Amazonas (Cieam) informou que a Moto Honda da Amazônia e outras fabricantes também planejam adotar a medida. Conforme o presidente, Wilson Périco, a Honda também estuda adotar a suspensão temporária dos trabalhos para tentar equilibrar o estoque de insumos e o volume de produção.

“A Moto Honda também avalia a possibilidade de pausa em uma linha de produção e tem outras empresas que possivelmente fariam a suspensão, mas de concreto temos a informação da Yamaha”, disse.

Abastecimento normalizado em 2022

O vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), Nelson Azevedo, comenta que a escassez global de componentes põe em risco a continuidade das atividades industriais. Ele acredita que a situação seja normalizada até o próximo ano.

“Estamos muito preocupados com essa falta de componentes para as indústrias do PIM continuarem com suas linhas de produção em funcionamento. Além da perda de receita, há também a perda do volume de atividade. Mais postos de trabalho poderiam ser gerados se não fosse esses limitadores. Contudo, acreditamos que a situação já esteja normalizada em meados de 2022”, estimou.

Texto: Priscila Caldas

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Entenda os fatores que pressionam a inflação no Brasil e no mundo

Tensões geopolíticas internacionais e fatores internos, como problemas climáticos e incertezas políticas deste ano, puxarão os índices de preços pelo menos no 1º trimestre.

26 de janeiro de 2022

Seis delegados e 25 chefes da Receita Federal no AM entregaram os cargos

Entrega de cargos de delegados e chefes da Receita Federal no Amazonas torna mais burocrática e morosa a liberação de mercadorias nos terminais do Amazonas.

26 de janeiro de 2022

Grupo amazonense de supermercados reforça vendas pelo Whatsapp

Grupo DB de supermercados aposta em serviço de delivery pelo perfil do Whatsapp para manter regularidade das vendas em meio a alta de casos de Covid-19 em Manaus.

26 de janeiro de 2022

Prévia da inflação, IPCA-15 de janeiro fica em 0,58%, informa IBGE

Resultado foi puxado pela queda de 0,41% no grupo dos transportes, que foi influenciado pela diminuição nos preços da gasolina (-1,78%) e das passagens aéreas (-18,21%).

26 de janeiro de 2022

Setor de energia solar quer reverter taxação sancionada por Bolsonaro

Movimento Solar Livre tem um ano para mobilizar o setor de energia solar e reverter a taxação sancionada em janeiro aos usuários desse sistema de energia limpa.

26 de janeiro de 2022

BNDES anuncia ampliação de orçamento do Fundo Socioambiental

Orçamento passa a ser de R$ 150 milhões. Segundo o presidente Bolsonaro, os recursos têm foco em projetos voltados para educação, meio ambiente e geração de emprego e renda.

26 de janeiro de 2022

Indústria termoplástica chega ao PIM com investimentos de R$ 17 milhões

Norpolim Nordeste Polímeros Indústria e Comércio de Termoplástico Ltda pertence ao grupo Plasvan que é referência no setor de termoplásticos no país.

26 de janeiro de 2022

Trabalhador formal está há 3 anos sem ganho salarial real, diz pesquisa

Salariômetro da Fipe confirma que o salário dos trabalhadores formais encerrou pelo terceiro ano (2021) consecutivo com reajustes abaixo da inflação medida pelo INPC.

26 de janeiro de 2022