fbpx

terça, 21 de setembro de 2021

Quase 60% dos trabalhadores do AM estão na informalidade, aponta IBGE

Entre abril e junho, a taxa de informalidade no estado ficou em 59,7%. Resultado representa o 3º maior percentual do país, atrás apenas do Pará e Maranhão (ambos com 60,5%).

31 de agosto de 2021

Compartilhe

Números do trabalho constam da PNAD Contínua, divulgada nesta terça pelo IBGE (Foto: Reprodução/CMM)

No segundo trimestre de 2021 cerca de 60% dos trabalhadores ocupados no Amazonas não possuem qualquer vínculo formal de emprego. É o que aponta a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad Contínua), divulgados nesta terça-feira (31) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Pelos números da Pesquisa, entre abril e junho de 2021, a taxa de informalidade para o Amazonas ficou em 59,7%.

O resultado representa o terceiro maior percentual do país, atrás apenas dos estados do Pará e do Maranhão, ambos com taxas de 60,5% no trimestre. No mesmo período, a taxa de informalidade para o Brasil foi de 40,6% da população ocupada.

De acordo com o IBGE, para o cálculo da taxa de informalidade da população ocupada são consideradas as seguintes populações: empregado no setor privado sem carteira de trabalho assinada; empregado doméstico sem carteira de trabalho assinada; empregador sem registro no CNPJ; trabalhador por conta própria sem registro no CNPJ; trabalhador familiar auxiliar.

Taxa de desemprego cai para 15,6%

Na comparação com o trimestre anterior, o número de desempregados no estado registrou queda. Segundo a PNAD Contínua, no primeiro trimestre do ano, os desempregados eram 330 mil, ou 17,5% da população na força de trabalho. Já no trimestre seguinte, esse número passou para 303 mil, ou 15,6%, ou seja, uma redução de 1,9 pontos percentuais.

No trimestre encerrado em junho, a taxa de desemprego também é inferior (-0,9%), em comparação com o mesmo período de 2020

Da mesma forma, cresceu o número de pessoas ocupadas. No segundo trimestre, 86 mil pessoas a mais se declararam ocupadas, crescimento de 5,5% na comparação com o trimestre anterior. Em um ano, o crescimento foi de 11,2% ou 166 mil pessoas a mais ocupadas, totalizando 1,6 milhão de pessoas.

Entre os setores, a agricultura aparece como o maior ocupante de mão de obra do estado, com 318 mil trabalhadores ocupados, seguido por 307 mil ocupados na atividade de comércio, veículos automotores e motocicletas, e pela atividade da administração pública, com 289 mil ocupados.

Número de empregados por conta própria sobe

No estado, 602 mil pessoas, ou 36,7% do total de ocupados, trabalhavam por conta própria, no 2º trimestre do ano. São 51 mil pessoas a mais trabalhando por conta própria no Estado, na comparação com o trimestre anterior, alta de 9,3%.

Na comparação com o 2º trimestre de 2020, são 135 mil pessoas a mais trabalhando por conta própria, alta de 28,8%. Dessas pessoas, 558 mil não possuíam CNPJ, ou seja, 92,7% delas estavam na informalidade.

No 2º trimestre, no Amazonas, havia 43 mil pessoas a mais trabalhando por conta própria, em relação ao 1º trimestre de 2021, e havia 126 mil a mais, em relação ao 2º trimestre de 2020.

A taxa de 36,7% de pessoas trabalhando por conta própria foi a segunda maior do país, atrás somente da taxa do Amapá (37,7%). O terceiro maior índice de trabalho por conta própria foi o do Pará (35,4%).

Fonte: IBGE Amazonas

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Segunda prévia do IGP-M aponta variação de -0,58% em setembro

O resultado mensal de setembro é o primeiro com variação negativa desde fevereiro de 2020. Dois dos três indicadores que compõem o IGP-M exibiram variação menor no mês.

20 de setembro de 2021

Manaus recebe 4ª edição da Feira Internacional da Gastronomia Amazônica

FIGA acontecerá em outubro, com objetivo de promover o intercâmbio entre chefs regionais, nacionais e internacionais e divulgar a Gastronomia Amazônica para diversos países.

20 de setembro de 2021

Estado arrecadou R$9,2 bi e cresceu 13,4% no ano, segundo Sefaz

Amazonas arrecadou mais de R$1,1 bi em agosto. Número representa crescimento de 1,75% em relação a agosto de 2020. Enquanto de janeiro a agosto o crescimento foi de 13,4%.

20 de setembro de 2021

A Importância da ZFM é tema do projeto Diálogos Amazônicos desta segunda

Participam do debate o reitor da Universidade do Estado do Amazonas, Cleinaldo Costa; e Juliano Assunção, professor da PUC-Rio e diretor do Climate Policy Initiative no país.

20 de setembro de 2021

EUA liberam a entrada de estrangeiros totalmente vacinados contra Covid-19

Medida entra em vigor a partir de novembro e vale para todos os países, incluindo o Brasil. Turistas terão que comprovar que estão completamente imunizados contra a doença.

20 de setembro de 2021

Governadores negam influência do ICMS na alta dos combustíveis

De acordo com nota assinada por 20 governadores, "nos últimos 12 meses, o preço da gasolina registrou um aumento superior a 40%, embora nenhum Estado tenha aumentado o ICMS".

20 de setembro de 2021

Vagas em home office: veja seleção de oportunidades para trabalhar de casa

Foram elencadas mais de 15 empresas que dispõem de vagas para quem quer garantir renda sem sair de casa. Na pandemia, home office ganhou destaque.

20 de setembro de 2021

Ministro do Desenvolvimento promete investir R$ 7 bi em mobilidade

Segundo Rogério Marinho, o transporte público é a alternativa mais importante para o deslocamento de pessoas. Afirmação foi dada durante abertura da Semana da Mobilidade.

20 de setembro de 2021