fbpx

domingo, 26 de setembro de 2021

Produção em meio à pandemia garantiu bom desempenho do PIM

Representantes da indústria consideram que bom desempenho industrial no semestre é decorrente de medidas de enfretamento que possibilitaram a continuidade da produção.

12 de agosto de 2021

Compartilhe

Produção industrial cresceu 26,6% no semestre segundo o IBGE. (Foto: Reprodução)

Medidas dotadas para o enfrentamento ao segundo pico da pandemia da Covid-19, que possibilitaram a continuidade da atividade industrial, no Amazonas, contribuíram para a retomada produtiva e o bom desempenho da indústria no semestre. Essa é a análise do presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), Antonio Silva.

Para o empresário, os números divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que apontam crescimento de 26,6% na produção industrial local no semestre, em comparação aos primeiros seis meses de 2020, resultam de medidas tomadas pelo governo estadual, definidas pelo presidente fas Fieam como acertadas, e que possibilitaram a continuidade da produção.

“O Amazonas enfrentou a segunda onda da pandemia antes das demais unidades da federação, o que nos permitiu iniciar uma retomada da atividade produtiva antes dos demais estados. Medidas acertadas do governo estadual também possibilitaram que as indústrias operassem, em horário reduzido, mesmo durante o auge da crise, possibilitando uma produção ininterrupta durante os primeiros meses do ano”, analisou.

Conforme o empresário, o aumento da demanda por bens duráveis como eletroeletrônicos e bens de informática, um efeito da pandemia e do home office, também contribuíram para a maior produção nos primeiros meses do ano.

“A nova tendência de consumo, que obrigou as pessoas a permanecerem mais tempo em casa, favoreceu alguns bens de consumo duráveis produzidos no PIM, como no caso dos eletroeletrônicos e bens de informática”.

Cieam destaca crescimento em empregos

O presidente do Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam), Wilson Périco, lembra que a atividade industrial do PIM foi fortemente prejudicada no primeiro semestre de 2020 pela paralisação das atividades, devido à primeira onda da Covid-19, no Amazonas.

Porém, ele destaca que 2021 iniciou com produção aquecida, que se manteve mesmo em meio às medidas restritivas impostas no início do ano pelo governo do estado em prevenção ao vírus.

“O primeiro semestre de 2020 foi um período ruim em termos de atividade industrial. As empresas ficaram praticamente três meses paradas e retornaram no segundo semestre. Iniciamos 2021 com produção aquecida e o impacto em janeiro com algumas medidas restritivas, mas nada que provocasse paralisação”, avaliou.

“Em meio a esse cenário é importante evidenciar o volume de empregos mantidos, que hoje ultrapassa 102 mil postos de trabalho. Esse é um indicador relevante”, disse o empresário.

Texto: Priscila Caldas

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Municípios receberão R$ 423 mil como auxílio por desastres naturais

São Sebastião do Uatumã terá R$ 333,7 mil para a compra de alimentos e de kit de limpeza. Já Careiro da Várzea terá R$ 89,4 mil para serviços de limpeza em áreas urbana.

25 de setembro de 2021

Entenda o que vai mudar com a chegada da tecnologia 5G ao Brasil

Veículos autônomos, sensores de saúde, estações meteorológicas, fábricas remotas, cirurgias remotas, registros de água, luz, telefone serão realidade com a 5G.

25 de setembro de 2021

Concurso público para Caixa encerra as inscrições nessa segunda-feira

Caixa oferecerá 28 vagas para aprovados trabalharem em agências do Amazonas. Inscrições podem ser feitas no site da Fundação Cesgranrio na internet.

25 de setembro de 2021

‘Teto’ do Casa Verde e Amarela sobe 10% e dá ‘fôlego’ às construtoras

Segundo o Sinduscon, o reajuste destinado ao Amazonas não acompanha os custos das despesas na totalidade, mas minimiza uma distorção decorrente da alta dos preços.

25 de setembro de 2021

CNC: comércio terá a melhor contratação de temporários desde 2013

Para 2021, a expectativa é de mais de 94,2 mil vagas para atender o movimento sazonal de fim de ano. Segundo previsão da CNC, as vendas deverão crescer 3,8% no Natal.

24 de setembro de 2021

Índice de Preços ao Consumidor tem variação de 1,14% em setembro

Com isso, o IPCA-15 apresenta a maior variação mensal desde fevereiro de 2016, quando encerrou em 1,42%. Variação mensal deste mês foi a maior para setembro desde 1994.

24 de setembro de 2021

Preços de mercadorias e combustíveis pressionam os pequenos negócios

De acordo com a 12ª edição da Pesquisa de Impacto da Pandemia nos Pequenos Negócios, realizada pelo Sebrae em parceria com a FGV, esses são os principais gastos das empresas.

24 de setembro de 2021

Mentoria ‘Gestão 4.0 Amazônia’ foca em empresários e executivos

Evento, que acontece nos dias 1° e 2 de outubro em Manaus, tem como objetivo elevar a capacidade técnica e as habilidades de empresários e altos executivos da cidade.

24 de setembro de 2021