fbpx

sexta, 01 de julho de 2022

Presidente da Petrobras vai ao Senado explicar preço dos combustíveis

Comissão de Assuntos Econômicos do Senado também aprovou convite para que o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, explique a política de preços dos combustíveis.

9 de novembro de 2021

Compartilhe

Ministro de Minas e Energia também foi convidado (Foto: Reprodução)

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou nesta terça-feira (9) o convite para que o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e o presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, expliquem ao colegiado a política de preço dos combustíveis no país. A data da audiência pública ainda não foi definida.

Segundo o autor do requerimento, senador Otto Alencar (PSD-BA), inicialmente a ideia era convocar Albuquerque e Luna, mas a pedido do líder do governo na Casa, senador Fernando Bezerra (MDB-PE), a solicitação foi transformada em convite. No documento, Alencar destaca que em 2021 a estatal aumentou os preços da gasolina 11 vezes, e do diesel, nove vezes. “No ano, a gasolina subiu 74% e o diesel, 64,7%. É primordial a avaliação da política de preços dos combustíveis”, justificou o senador.

Senadores da comissão defendem que o preço dos combustíveis no Brasil não continue atrelado ao dólar. “Não temos uma lei que estabelece diretrizes para definir o modo de composição do preço dos derivados de petróleo. Não temos nenhuma intenção de controlar preços, mas é importante que exista uma política para definição de preços compatível com o funcionamento da economia e do país como um todo”, disse o senador Rogério Carvalho (PT-CE).

Já o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) ressaltou o papel dos estados no cenário atual. Ele disse que, independentemente do valor dos combustíveis, a alíquota de ICMS nos estados é a mesma. “Por que é que a gente não vê os estados, em sua grande maioria, fazerem um esforço, como o governo federal tem feito, para diminuir o valor dos combustíveis na ponta linha, nas bombas?”, indagou.

Segundo Flávio Bolsonaro, o valor dos combustíveis está atrelado ao dólar e tem que ser assim. “Dentro de toda a cadeia produtiva, desde a exploração no fundo do mar, até a chegada na bomba do posto de combustíveis, há empresas estrangeiras que compram e vendem em dólar. Se numa canetada, o governo passasse a não mais equiparar o barril do petróleo ao preço que é praticado lá fora, simplesmente faltariam insumos no Brasil. Aí sim, teríamos falta de combustíveis como um todo”, afirmou.

Fonte: Agência Brasil

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Manaus vai sediar maior evento de networking de Tecnologia e Inovação

Estão abertas as inscrições para o ‘AATEC Day 2022’, evento gratuito voltado para gestores e profissionais de Tecnologia e Inovação. Evento vai acontecer em 23 de julho.

1 de julho de 2022

Micro e pequenas empresas poderão renegociar dívidas com a União até 31 de outubro

Inadimplência tributária pode ocasionar a exclusão do Simples Nacional, importante regime criado para as MPE, que proporciona o recolhimento de impostos em via única.

1 de julho de 2022

Geladeiras devem exibir nova etiqueta de eficiência energética a partir de hoje

Nova etiqueta traz três subclasses, indicando diferença de consumo de até 30% entre os produtos mais eficientes. Além disso, um QR Code vai remeter ao status do refrigerador.

1 de julho de 2022

AM pode atrair investimentos de bancos internacionais, diz BNDES

Presidente do BNDES, Gustavo Montezano, participa de eventos que discutem investimentos e economia verde da Amazônia, em Manaus com bancos internacionais.

1 de julho de 2022

Festa do Leite e Feira Agropecuaria devem injetar R$ 5 milhões em Autazes

Festa do Leite e Feira Agropecuária de Autazes terão instituições bancarias com oferta de linhas de créditos voltadas para produtores do setor rural do município.

30 de junho de 2022

Veja quais são as novas regras para atendimento nas agências do INSS

Novas regras passam a valer a partir da segunda-feira (4). Mudança inclui a determinação de que as agências fiquem abertas na semana, por seis horas diárias, sem interrupção.

30 de junho de 2022

Polo de Duas Rodas confirma projeção de crescimento no AM em 8% para 2022

Abraciclo e Sedecti realizaram encontro para discutir projetos de melhorias e fortalecimento do Polo de Duas Rodas instalado na Zona Franca de Manaus e que terá crescimento.

30 de junho de 2022

Transportadoras fluviais de cargas do AM podem entrar em greve por 10 dias

Sindarma afirma que uma possível paralisação das transportadoras também iria afetar o abastecimento das cargas nos estados vizinhos do Acre, Rondônia, Roraima e Pará.

30 de junho de 2022