fbpx

sexta, 20 de maio de 2022

Nova Economia: modelo usa tecnologias para mobilizar e mudar vidas

Novo modelo de negócios usa tecnologia para melhorar da vida das pessoas. Em Manaus, mobilização de empresários da nova economia distribui doações para vítimas da Covid-19.

20 de janeiro de 2021

Compartilhe

Empresários da nova economia utilizam tecnologia para melhorar a vida das pessoas (Foto: Reprodução)

Uma nova forma de se fazer negócios, que utiliza a tecnologia como ferramenta para tornar o mundo um lugar melhor: este é o conceito do movimento denominado de ‘nova economia‘.

Neste modelo de negócio, empresas e clientes se relacionam não apenas no ambiente off-line, mas ganham corpo e, principalmente, voz no online.

Na nova economia, esses dois universos se juntam para oferecer a melhor experiência ao consumidor.

O empresário, coach e colunista de empreendedorismo Carlos Oshiro cita como exemplo desse novo relacionamento, a mobilização que empresas e consumidores têm realizado durante a pandemia em Manaus.

Neste cenário, as redes sociais deixam de funcionar como diários eletrônicos e ganham o poder de mobilizar ações e transformar vidas.

“Neste momento de pandemia temos visto as redes sociais se movimentando e a tecnologia ajudando a ajudar as outras pessoas”, ilustra Oshiro.

Mentor de uma imersão que acontece todos os meses, com o objetivo de criar estratégias para trazer as empresas da velha para a nova economia, Oshiro utiliza a rede de contatos formada durante os cursos para amplificar o papel desta nova economia na vida das pessoas.

“Após o curso continuamos a ter contato, porque acreditamos que é um movimento. Temos um grupo de WhatsApp com aproximadamente 200 empresários, onde geramos relacionamentos constantes. Dentro desse grupo estamos sempre conversando, sempre nos falando e nos organizando ações para inovar e tornar a experiência das pessoas melhor”, afirma.

Mobilização

Entre as ações realizadas pelo grupo estão as doações. Durante este segundo pico de infecções da Covid-19 em Manaus, empresários da nova economia se mobilizaram e arrecadaram doações em dinheiro que foram repassadas ao ‘Time do Bem’, que é um outro movimento organizado de empresários aqui de Manaus.

“As ações nascem dentro do grupo. Então, logo no primeiro momento convoquei o grupo a fazer doações. Agora está saindo uma segunda movimentação de uma outra demanda, para um casal de idosos que está precisando de ajuda”, explica Oshiro.

“Toda vez que surge uma demanda, se divulga uma conta corrente dentro do nosso grupo e as pessoas vão prestando contas sobre as doações lá. As doações e os movimentos são muito pontuais, mas sempre estamos disponíveis para contribuir”, garante o empresário.

Sobre o grupo da Nova Economia

De acordo com Carlos Oshiro, mais de 300 empresário já passaram imersão da nova economia. O curso acontece mensalmente e conta com no máximo oito empresários por turma.

“Para fazer parte do grupo os empresários precisam fazer parte da imersão. O empresário precisa respirar esse ar da nova economia porque lá todos acabam falando a mesma linguagem. Então para participar tem que fazer a imersão, virar a chave, transformar a empresa e o negócio e se relacionar com outros empresários do movimento da nova economia”, justifica.

O grupo conta hoje com empresários de diversos segmentos, como alimentação, serviços e profissionais liberais. Ele está aberto para qualquer pessoa, empreendedor ou não, que deseja ser dona do próprio negócio.

“Não temos algo muito específico. Todo mundo que é empresário, ou quer se tornar empresário, pode participar da imersão. Recebemos muita gente que trabalha como colaborador e quer criar um projeto para abrir seu negócio. Por isso muitos negócios foram abertos dentro da imersão da nova economia”, finaliza Oshiro.

Reportagem: Lucas Raposo

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Preços de carros elétricos podem cair 20% com redução de imposto

O projeto de Lei 403/2022, que tramita no Senado Federal, propõe zerar o Imposto de Importação dos veículos elétricos e híbridos até 31 de dezembro de 2025.

19 de maio de 2022

Privatização da Eletrobras prejudica mais o Norte e Nordeste, diz deputado

Segundo parlamentar da Frente Mista em Defesa da Eletrobrás, empresas que vendem energia no Norte e Nordeste com subsídio, vão embora para outros países com a privatização.

19 de maio de 2022

Por 7 a 1, Tribunal de Contas da União aprova privatização da Eletrobras

Resultado é uma vitória do ministro Paulo Guedes, que agora tem caminho aberto para executar a privatização de uma empresa inteira antes do fim do mandato de Jair Bolsonaro.

19 de maio de 2022

Bolsonaro sanciona MP que torna Auxílio Brasil de R$ 400 permanente

A proposta inicial do governo era de que esse valor valesse até dezembro. Benefício extraordinário passa a fazer parte do conjunto de benefícios do Programa Auxílio Brasil.

19 de maio de 2022

Faturamento de bares e restaurantes do AM tem alta de até 10% em abril

Em março, os números começaram a 'encostar' no resultado de 2019 e em abril chegou a superar entre 5% e 10% os números do ano anterior ao início da pandemia.

19 de maio de 2022

Gucci lança guarda-chuva que não protege da chuva por mais de R$ 6.000

O item, uma colaboração da marca italiana com a Adidas, não é a prova d'água e serve para proteger do sol ou para uso decorativo, segundo a descrição no site da grife.

19 de maio de 2022

Retomada: turismo nacional apresenta crescimento de 43,5% em março

Segundo avaliação da FecomércioSP, setor se aproxima dos patamares anteriores à pandemia, ainda que os números sejam 7,1% inferiores quando comparados a março de 2019.

19 de maio de 2022

Oito cidades do AM recebem R$ 60 milhões para modernizar aeroportos

Os projetos incluem serviços de recapeamento de pista de pouso e decolagem, pista de taxiamento e pátio de estacionamento de aeronaves; limpeza de faixa de pista; etc.

19 de maio de 2022