fbpx

domingo, 23 de janeiro de 2022

Aplicativo facilita participação dos pequenos negócios nas compras públicas

Aplicativo Compras.gov.br tem o objetivo de estimular e simplificar a participação de microempreendedores individuais (MEI) e micro e pequenas empresas nas licitações.

1 de janeiro de 2022

Compartilhe

Sebrae e o Ministério da Economia disponibilizaram uma nova versão do app (Foto: Reprodução)

Os pequenos negócios contam com mais uma facilidade para participar das compras públicas. O Sebrae e o Ministério da Economia disponibilizaram uma nova versão do aplicativo Compras.gov.br, que pode ser baixado, gratuitamente, pelo IOS e Android. O objetivo é simplificar e facilitar o acesso de microempreendedores individuais (MEI) e micro e pequenas empresas às licitações.

De acordo com a analista de Desenvolvimento Territorial do Sebrae, Denise Donati, o novo aplicativo fortalece a previsão de participação dos pequenos negócios nas compras públicas, conforme a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa. Além disso, ela destaca que as licitações são um ótimo nicho de atuação para as empresas do segmento.

“O governo nunca para de comprar. Ele sempre precisa de produtos e serviços que movimentam a máquina pública, seja na aquisição de material e nas construções de escolas, estradas, hospitais, entre outros. Para isso, ele precisa do fornecimento dos pequenos negócios. Vale lembrar que o APP vai ser bom para todas as empresas, mas entendemos que será muito bom para as MPE porque ira simplificar o acesso ao mercado das aquisições públicas. Tudo agora poderá ser feito com alguns cliques, na palma da mão”, ressalta.

Entre as funcionalidades previstas no aplicativo estão uma central de mensagens, emissão de avisos, comunicações e notificações e a visualização dos editais de licitação. O aplicativo ainda permite a utilização de filtros para configurar o recebimento de avisos de licitações de acordo com a linha de atuação de fornecimento da empresa, downloads de editais e compartilhamento, via e-mail, das licitações.

Donati revela que com o novo app, as empresas não precisam mais fazer o cadastramento no site do Sicaf (Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores), podendo cumprir essa etapa diretamente no aplicativo. “Hoje o empreendedor faz tudo pelo aplicativo, diretamente na palma de sua mão. O cadastro ficou bem mais simples e ágil”, pontua a analista. Ela ainda revela que o Sebrae e o Ministério da Economia continuam trabalhando em melhorias e que há previsão para que, a partir de 2022, os donos de pequenos negócios possam enviar as propostas diretamente pelo aplicativo.

Compras públicas

De acordo com levantamento feito pelo Sebrae, com base em informações do Painel de Compras Públicas do Ministério da Economia, as micro e pequenas empresas participaram em mais da metade dos processos de aquisições de produtos e serviços feitos pelo governo federal, nos últimos três anos. Dos 195,8 mil processos, realizados entre 2019 e 2021, os pequenos negócios tiveram uma participação em 107,7 mil, o que corresponde a 55% de participação nos processos realizados. Nesse período, 81,2 mil MPE forneceram para a União e movimentaram mais de R$ 80 bilhões.

A participação dos pequenos negócios nas compras públicas governamentais é prevista na Lei Geral da Micro e Pequena Empresa. Entre os dispositivos elaborados está a obrigatoriedade da participação exclusiva dos pequenos negócios nas licitações de até R$ 80 mil, além da possibilidade de criação de um lote restrito para os pequenos dentro de uma licitação que tenha um valor maior.

A legislação ainda amplia as determinações para os governos municipais e estabelece o uso da regra federal quando não houver legislação local sobre o tema. De acordo com Lei, as micro e pequenas empresas locais também poderão ter prioridade quando o preço de contratação for até 10% superior ao dos propostos por empreendimentos de outras cidades.

Fonte: Sebrae

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Empregos voltam com salário menor e levam à precarização do trabalho

Entre o primeiro trimestre de 2020 e o terceiro do ano passado, o total de desempregados há mais de um ano cresceu 37%: de 4,758 milhões para 6,508 milhões brasileiros.

23 de janeiro de 2022

Empreendedoras faturam 20 milhões por ano com setor de beleza

Franquias Fast Escova, especializada em escovas e penteados, cresceu 50% em faturamento todo mês durante o ano de 2021, recebeu mais de 40.000 mil mulheres mensalmente.

23 de janeiro de 2022

Receita abre consulta para lote residual de restituições do IRPF

As restituições serão depositadas diretamente na conta bancária informada na Declaração de Imposto de Renda. A soma dos valores restituídos é superior a R$ 281 milhões.

23 de janeiro de 2022

Grupo Sabin possui vagas disponíveis para contratação em Manaus

Dentre as oportunidades oferecidas estão vagas para colhedor para coleta domiciliar, agente de serviços gerais, auxiliar administrativo e coordenador de relacionamento.

23 de janeiro de 2022

ANTT publica tabela com valores atualizados de frete rodoviário

Atualização traz reajuste médio de 9,64%, variando de acordo com o tipo de carga, a quantidade de eixos e a caracterização da operação de transporte como alto desempenho.

23 de janeiro de 2022

Emissões de debêntures incentivadas batem recorde em 2021

Segundo a Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia, a alta de 68,3% das emissões pode ser explicada por causa da recuperação econômica.

23 de janeiro de 2022

Shopping do Artesanato e Economia Solidária permanece fechado

Espaço permanecerá fechado por mais uma semana, no período de 24 a 29 de janeiro, como medida de prevenção da disseminação da Covid-19 e da Influenza H3N2.

23 de janeiro de 2022

Amazonas economiza cerca de R$ 684 milhões em licitações em 2021

Quantia corresponde a uma economia de mais de 20% de tudo que o Estado licitou no ano de 2021. Todo o trâmite é feito por meio do portal de compras do Estado do Amazonas.

23 de janeiro de 2022