fbpx

domingo, 03 de julho de 2022

Ministério eleva projeção e inflação pressiona teto de gastos para 2022

Equipe econômica atualizou projeção de inflação de 6,2% para 8,4% em 2021. Orçamento para o ano que vem, no entanto, não contempla gastos extras provocados pela alta do INPC.

16 de setembro de 2021

Compartilhe

Cada 0,1 p.pl a mais de INPC representa acréscimo de R$ 790 milhões nos gastos (Foto: Reprodução)

O Ministério da Economia elevou a projeção oficial do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) no encerramento de 2021 de 6,2% para 8,4%. A atualização foi anunciada nesta quinta-feira (16). Segundo estimavas do governo federal, cada 0,1 ponto percentual adicional de INPC representa um acréscimo de R$ 790 milhões por ano nos gastos, já que despesas públicas como aposentadorias e pensões são corrigidas de acordo com a inflação oficial.

Sendo assim, a nova projeção para a inflação oficial de 2021 significa despesas extras no valor de R$ 17,4 bilhões para o Planalto em 2022. Este valor adicional pressiona o teto de gastos do ano que vem, já que o orçamento para 2022 foi elaborado ocupando todo limite de gastos.

De acordo com reportagem publicada pela Folga de São Paulo, na ocasião da elaboração do projeto orçamentário do próximo ano, enviado ao Congresso em agosto, a estimativa de 6,2% já era considerada defasda, tanto por parte dos integrantes do ministério da Economia, como pelo mercado, que já projetavam um índice superior a 8%.

Uma estimativa do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre-FGV), por exemplo, prevê que a inflação oficial do país deve fechar o ano de 2021 em 9,1%. Neste caso, os gastos do governo de teriam um acréscimo de quase R$ 23 bilhões.

Da redação

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Receita Federal alerta para golpe do falso IOF antecipado via Pix

A Receita Federal informa que jamais fornece dados para recolhimento de tributos ou de taxas via transferência. Os fraudadores fornecem documentos falsos de notificação.

2 de julho de 2022

Aumenta o número de brasileiros endividados acima de 60 anos

Ao todo, o país tem 66,1 milhões de endividados – recorde da série histórica iniciada em 2016. Antes, o pico do endividamento foi atingido em abril de 2020, com 65,9 milhões.

2 de julho de 2022

Leis que beneficiam policiais e professores são sancionadas no AM

Governador do Amazonas beneficia policiais civis com equiparação da aposentadoria e professores da rede pública estadual de ensino com 14º e 15º salários.

2 de julho de 2022

Manaus vai sediar maior evento de networking de Tecnologia e Inovação

Estão abertas as inscrições para o ‘AATEC Day 2022’, evento gratuito voltado para gestores e profissionais de Tecnologia e Inovação. Evento vai acontecer em 23 de julho.

1 de julho de 2022

Micro e pequenas empresas poderão renegociar dívidas com a União até 31 de outubro

Inadimplência tributária pode ocasionar a exclusão do Simples Nacional, importante regime criado para as MPE, que proporciona o recolhimento de impostos em via única.

1 de julho de 2022

Geladeiras devem exibir nova etiqueta de eficiência energética a partir de hoje

Nova etiqueta traz três subclasses, indicando diferença de consumo de até 30% entre os produtos mais eficientes. Além disso, um QR Code vai remeter ao status do refrigerador.

1 de julho de 2022

AM pode atrair investimentos de bancos internacionais, diz BNDES

Presidente do BNDES, Gustavo Montezano, participa de eventos que discutem investimentos e economia verde da Amazônia, em Manaus com bancos internacionais.

1 de julho de 2022

Festa do Leite e Feira Agropecuaria devem injetar R$ 5 milhões em Autazes

Festa do Leite e Feira Agropecuária de Autazes terão instituições bancarias com oferta de linhas de créditos voltadas para produtores do setor rural do município.

30 de junho de 2022