fbpx

domingo, 23 de janeiro de 2022

Emplacamentos de veículos crescem 10,5% em 2021, diz Fenabrave

Segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, foram comercializadas, ao longo de 2021, 3,49 milhões de unidades, enquanto em 2020 foram 3,16 milhões.

6 de janeiro de 2022

Compartilhe

Venda de veículos caiu, mas de caminhões e motos aumentou (Foto: Reprodução)

As vendas de veículos, motos e caminhões novos registraram alta de 10,57% em 2021 na comparação com os emplacamentos efetuados em 2020, segundo balanço divulgado nesta quinta-feira (6) pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

Foram comercializadas, ao longo do ano passado, 3,49 milhões de unidades, enquanto em 2020 foram 3,16 milhões.

Em dezembro, as vendas registraram queda de 7% em relação ao mesmo mês de 2020, com a comercialização de 337,6 mil unidades.

Automóveis

Os automóveis, no entanto, tiveram queda nas vendas do ano passado. Em 2021, foram comercializadas 1,55 milhão de unidades, uma redução de 3,6% em comparação com o resultado do ano anterior. No último mês de dezembro foram emplacados 156,1 mil automóveis, uma retração de 19,7% em relação ao mesmo mês de 2020.

A queda nas vendas de automóveis ocorreu, segundo o presidente da Fenabrave, José Maurício Andreta Júnior, devido às dificuldades de produção das indústrias que enfrentam globalmente a falta de diversos componentes. “Nosso mercado tinha potencial para absorver cerca de 20% mais do que os comercializados no ano passado”, destacou.

Caminhões e motos

Os caminhões tiveram um crescimento de 42,8% nas vendas em 2021, com a comercialização de 127,3 mil unidades. Em dezembro, foram comercializadas 11,2 mil unidades, uma alta de 24,3% em comparação com o mesmo mês de 2020.

As motos registraram um aumento de 26,4% nas vendas em 2021, com o emplacamento de 1,15 milhão de veículos de duas rodas. A comercialização de motos em dezembro cresceu 13,7% em relação ao mesmo mês do ano anterior, com a venda de 112,4 mil unidades.

Previsão

Para 2022, a Fenabrave prevê um crescimento de 5,2% do setor. “Nossos estudos apontam para o crescimento de todos os segmentos automotivos neste ano. Mas, é claro que situações conjunturais podem afetar essas estimativas, considerando que a indústria ainda sofre com a falta de insumos e componentes eletrônicos, que estamos diante de uma economia ainda turbulenta e iniciando um ano em que teremos eleições, que costumam criar um cenário de incertezas”, avalia Andreta.

Para o segmento de automóveis, a expectativa é de expansão de 2,9%.

Fonte: Agência Brasil

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Sorte grande: Mega-Sena deve pagar R$ 22 milhões neste sábado

O último concurso da Mega-Sena (2.445), na última quarta-feira (19), não teve acertadores. As apostas podem ser feitas até as 18h (horário de Manaus) deste sábado.

22 de janeiro de 2022

Projeto visa combater discriminação racial no acesso ao crédito

Levantamentos indicam que 32% dos empreendedores negros do país já tiveram pedidos de crédito negados sem que houvesse explicações. Problema foi inensificado com a pandemia.

22 de janeiro de 2022

Desempenho do varejo deve ser negativo no 1º trimestre, diz Ibevar

Segundo dados da pesquisa de intenção de compra, projeções do varejo ampliado indicam queda de 2,22% para o primeiro trimestre de 2022, em relação ao mesmo período de 2021.

22 de janeiro de 2022

Abertura de empresas cresce 4,5% em outubro, revela Serasa Experian

De acordo com o Indicador de Nascimento de Empresas, foram abertos 325.732 empreendimentos, sendo que em 2020 haviam sido registrados 311.590 novos negócios no Brasil.

22 de janeiro de 2022

Nubank oferece primeiro fundo da família de renda fixa, o Nu Reserva

Fundo é composto por títulos públicos, operações compromissadas e títulos de crédito privado. É uma opção para quem busca alternativa para investir sua reserva de emergência.

22 de janeiro de 2022

Itaú destina recursos para projetos de proteção à infância no Amazonas

Dois projetos de ações sociais em defesa da infância e da adolescência no interior do Amazonas foram contemplados com recursos oriundos do Fundo Itaú Social .

22 de janeiro de 2022

Dívidas do Simples poderão ser pagas ou renegociadas até 31 de março

Prazo encerraria em 31 de janeiro. Regularização dos débitos é necessária para os micro e pequenos empresários e os profissionais autônomos continuarem no Simples Nacional.

21 de janeiro de 2022

Falha de segurança expõe dados de mais de 160 mil chaves Pix

Dados referentes a 160.147 chaves Pix foram vazados. Segundo o BC, informações expostas são de natureza cadastral e não permitem movimentação de recursos ou acesso às contas.

21 de janeiro de 2022