fbpx

terça, 24 de maio de 2022

Construtoras do Amazonas comemoram a redução de imposto do aço

Comitê Executivo de Gestão (Gecex), do Ministério da Economia, aprovou nesta quarta-feira a redução da Tarifa de Importação do Vergalhão do Aço Ca50 e Ca60 de 10,8% para 4%.

12 de maio de 2022

Compartilhe

Aço foi o insumo com a maior alta de preços no último ano (Foto: Reprodução)

O governo federal, por meio do comitê executivo da Câmara de Comércio Exterior (Camex), decidiu, na quarta-feira (11), reduzir a alíquota do imposto de importação sobre o vergalhão de aço de 10,8% para 4%. A decisão começa a valer a partir desta quinta-feira (12). A Associação das Empresas do Mercado imobiliário do Amazonas (Ademi) e Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) comemoram a iniciativa, que vai diminuir o impacto do aumento expressivo do custo da construção.

Segundo o presidente da Ademi-AM, Albano Maximo, as incorporadoras comemoram a decisão já que o aço foi o insumo com a maior alta de preços no último ano. Albano ainda afirma que há um oligopólio da indústria do aço.

“A CBIC tem brigado bravamente contra esses oligopólios com a finalidade de manter os preços sobre determinado controle; um forma de fazer isso é provocar ofertas, e isso não se resumo só ao aço, mas a outros insumos”, Maximo.

A CBIC também comemorou a redução. “Tal medida é extremamente significativa para reduzir o impacto do aumento expressivo do custo da construção. Hoje a construção civil está inibindo investimentos futuros pela perda da capacidade de compra das famílias. Mas medidas como essa ajudam a regular o mercado. Ganha o país!”, disse o presidente da entidade, José Carlos Martins.

Com isso, a Camex reduziu em 8 pontos percentuais no total a tarifa de importação dos vergalhões de aço CA50 e CA60. Ano passado a redução foi de 12% para 10,8%. Agora a tarifa caiu de 10,8% para 4%. Para Martins, essa iniciativa mostra a sensibilidade do comitê ao tema, com a percepção de que fortalecer o setor significa geração de emprego e renda no país.

Além do aço, outros produtos como carne de boi, carne de frango, trigo e farinha de trigo, milho em grão, bolachas e biscoitos tiveram sua tarifa de importação reduzida a zero.

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Governo do AM beneficia colônia de pescadores de Maués

Governo assinou dois termos de doação onerosa com a Colônia de Pescadores Z-16. Por meio da ação, pescadores foram contemplados com um kit feira e uma fábrica de gelo.

24 de maio de 2022

Lira determina instalação de comissão para analisar reforma tributária

A proposta prevê que estados e municípios criem seus impostos sobre renda e patrimônio na forma de um adicional do imposto federal, delegando sua cobrança ao fisco federal.

24 de maio de 2022

Em reunião emergencial, governadores discutem ICMS dos combustíveis

Fórum dos Governadores vai discutir nesta terça-feira como enfrentar a votação, marcada para esta tarde na Câmara dos Deputados, doprojeto de lei que limita em 17% o ICMS.

24 de maio de 2022

Câmara deve votar hoje PL que limita impostos sobre energia e combustíveis

Projeto considera essenciais bens e serviços relativos a combustíveis, energia elétrica, impedindo a aplicação de alíquotas de tributos iguais às de produtos supérfluos.

24 de maio de 2022

Sebrae acelera pequenos negócios da bioeconomia da Amazônia

Iniciativa faz parte do programa Inova Amazônia. Entre as soluções apoiadas estão a produção de fármaco para tratamento de dependência química e produção de cosméticos.

24 de maio de 2022

Intenção de Consumo das Famílias cresce pelo quinto mês seguido

Índice atingiu 79,5 pontos em uma escala de zero a 200 pontos, maior patamar desde maio de 2020 (81,7 pontos). Na comparação com maio de 2021, crescimento chega a 17,7%.

24 de maio de 2022

BNDES lança edital de seleção de startups de impacto socioambiental

No estágio de criação, programa irá selecionar até 20 empreendedores ou startups de impacto e, no tração, até 25 startups de impacto com faturamento inferior a R$ 16 milhões.

24 de maio de 2022

Cieam reage a novo ataque contra a Zona Franca: ‘muita apreensão’

Bolsonaro determinou corte de 10% no Imposto de Importação de produtos comprados no exterior. Medida torna os importados mais atrativos e prejudica competitividade do PIM.

24 de maio de 2022