fbpx

sexta, 24 de setembro de 2021

Confiança do comércio registra desaceleração em agosto, diz FGV

Índice de Confiança do Comércio recuou 0,1 ponto em agosto, passando de 101 para 100,9 pontos. Na comparação com agosto de 2020, a alta é de 4 pontos.

30 de agosto de 2021

Compartilhe

Indicador alerta para diminuição no ritmo de recuperação (Foto: Reprodução)

O Índice de Confiança do Comércio, divulgado nesta segunda-feira (30) pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV/Ibre), recuou 0,1 ponto em agosto, passando de 101 para 100,9 pontos. Em julho, o indicador teve alta de 5,1 pontos. Na comparação com agosto de 2020, a alta é de 4 pontos e na análise das médias móveis trimestrais, o indicador subiu 2,3 pontos, a quarta alta seguida.

De acordo com o coordenador da Sondagem do Comércio do FGV/Ibre, Rodolpho Tobler, houve uma acomodação em agosto, após quatro meses com altas consecutivas na confiança do comércio. “Diferentemente dos últimos meses, houve uma percepção de piora da situação dos negócios que está relacionada a uma redução na demanda atual enquanto as expectativas continuaram evoluindo positivamente”, informou.

Por outro lado, Tobler destaca que o resultado ainda não significa uma reversão da tendência de alta que começou em abril. “Mas acende o sinal de alerta sobre o ritmo de recuperação do setor. A recuperação da confiança dos consumidores continua sendo fundamental para continuidade da retomada, assim como o controle da pandemia”, avaliou. 

No mês de agosto, somente um dos seis segmentos principais registrou queda, tendo ocorrido uma combinação da piora na percepção com o momento presente e avanço das expectativas. Dessa forma, o Índice de Situação Atual recuou 3,7 pontos para 105 pontos; enquanto o Índice de Expectativas aumentou 3,5 pontos para 96,7 pontos, o maior valor desde fevereiro de 2020, quando o índice ficou em 107 pontos.

O indicador de dispersão mostra que os resultados positivos estão distribuídos de forma homogênea entre os segmentos do comércio.

Fonte: Agência Brasil

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Mentoria ‘Gestão 4.0 Amazônia’ foca em empresários e executivos

Evento, que acontece nos dias 1° e 2 de outubro em Manaus, tem como objetivo elevar a capacidade técnica e as habilidades de empresários e altos executivos da cidade.

24 de setembro de 2021

Indústria e comércio devem puxar contratos temporários no trimestre

Indústria mantém projeção de aumento na oferta de trabalho temporário mesmo em meio à falta de insumos. Comércio também prevê admitir cerca de 3 mil trabalhadores temporários

24 de setembro de 2021

Prazo para prova de vida de servidores aposentados acaba dia 30

Comprovação de vida deve ser feita na agência bancária onde o beneficiário recebe o pagamento. Necessidade dessa comprovação foi suspensa de março de 2020 a junho de 2021.

24 de setembro de 2021

Nilton Lins lança programa de formação superior em Turismo Sustentável

Programa será realizado na modalidade de ensino a distância (EAD) e é voltado para estudantes e profissionais que já atuam na área, principalmente nos municípios do interior.

24 de setembro de 2021

Preço do gás de cozinha pode superar os R$ 100 em novo reajuste

Alta acumulada de 96% nos preços do propano, matéria-prima para o gás de cozinha, no mercado internacional em 2021 já pressiona o preço do combustível aqui no Brasil.

24 de setembro de 2021

Bancos têm até dia 4 de outubro para limitar Pix noturno a R$ 1 mil

Limite vale para as transferências e pagamentos feitos por pessoas físicas entre as 20h e as 6h. Data de início das restrições foi aprovada nesta quinta-feira (23) pelo BC.

24 de setembro de 2021

Confiança do consumidor recua 6,5 pontos em setembro, diz FGV

De acordo com a FGV, houve piora tanto na percepção dos consumidores brasileiros sobre as expectativas em relação aos próximos meses e quanto em relação à situação atual.

24 de setembro de 2021

IPCA-15: prévia da inflação oficial sobe para 1,14% em setembro

Com o resultado, a prévia da inflação oficial acumula taxas de 7,02% no ano e de 10,05% em 12 meses. Taxa trimestral do IPCA-15, também conhecida como IPCA-E, chega a 2,77%.

24 de setembro de 2021