fbpx

domingo, 24 de outubro de 2021

Com 13º e Auxílio Emergencial, comércio prevê aumento nas vendas em junho

Injeção de recursos provenientes dos governos estadual e federal geram boas expectativas aos dirigentes comerciais para as vendas no mês de junho.

25 de maio de 2021

Compartilhe

Comércio prevê crescimento nas vendas em junho (Foto: Reprodução)

O adiantamento da primeira parcela do 13º salário do governo do estado, dos aposentados e pensionistas do INSS e o pagamento do auxílio emergencial geram boas expectativas ao segmento comercial. A estimativa, segundo a Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus (CDLM) é que as vendas no mês de junho superem os resultados obtidos nos primeiros meses do ano, quando o comércio reabriu as portas.

Segundo o presidente da CDLM, Ralph Assayag, a injeção de R$230 milhões decorrentes do adiantamento do 13º do funcionalismo público estadual; e também dos beneficiários do INSS; além dos valores pagos por meio do auxílio emergencial, nos últimos dias de maio e início de junho, deverão ser fundamentais para o incremento na economia, no estado.

“A injeção de recursos dará fôlego ao comércio. É uma semana que inicia com recurso na praça, o que é essencial para a abertura de novas lojas e o andamento das empresas. Porém, em julho esse resultado poderá cair, caso não ocorram outros investimentos”, considera Assayag.

ACA também prevê crescimento

O presidente da Associação Comercial do Amazonas (ACA), Jorge Lima, concorda com a previsão positiva para as vendas do mês de junho e atribui a boa expectativa aos investimentos provenientes dos governos estadual e federal.

Lima também alerta a população para que esteja atenta ao uso de máscara e de álcool em gel durante as compras. A próxima data comemorativa será o dia dos namorados.

“Todos os fatores estão contribuindo para que junho encerre com bons resultados nas vendas. O avanço da vacinação poderá incentivar as pessoas a irem ao comércio por se sentirem mais seguras. Pedimos que todos continuem usando as máscaras e álcool em gel para que a terceira onda da pandemia não ocorra”, alerta Lima.

Texto: Priscila Caldas

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Vendedor, analista, motorista e outros; confira as vagas de emprego em Manaus

Mora em Manaus e está à procura de emprego? O Sine Manaus oferta 126 vagas nesta segunda-feira (25). Fique atento aos critérios para cada vaga e o procedimento de seleção.

24 de outubro de 2021

Suframa prevê investimentos de R$ 7,9 bilhões e 1,4 mil novos empregos

A diversificação da produção de motocicletas elétricas, que deve gerar 218 novos postos de trabalho e investimentos de R$ 54 milhões, foi apresentada na reunião.

24 de outubro de 2021

Selos Brasileiros são criados para identidade única das Indicações Geográficas

Criação dos Selos é uma iniciativa liderada pelo Ministério da Economia/INPI, em parceria com o Sebrae e o Ministério da Agricultura, que irá agregar valor aos produtos.

23 de outubro de 2021

AM é líder em investimento em recursos humanos altamente qualificados

Com recursos de mais R$ 100 milhões, Programa de Apoio à Pós-Graduação Stricto Sensu, da Fapeam, investe na formação de recursos humanos altamente qualificados no estado.

23 de outubro de 2021

Amazonas teve a pior taxa de sobrevivência de empresas do país em 2019

Em 2019, só 16,3% das unidades locais de empresas do Amazonas seguiam ativas após dez anos de existência. Na Região Norte, a taxa de sobrevivência das unidades era de 19,0%.

23 de outubro de 2021

Supermercados cresceram 25% com retomada de projetos em 2021

Levantamento da Geofusion aponta para uma possível recuperação no ritmo de expansão dos supermercados. Projetos interrompidos por conta da pandemia foram retomados.

23 de outubro de 2021

Guedes minimiza exoneração de secretários e diz que saída é ‘natural’

Saída de quatro secretários da pasta aconteceu após manobra do governo federal para furar o teto de gastos e garantir o benefício de R$ 400 para o Auxílio Brasil.

22 de outubro de 2021

Contas externas têm déficit de US$ 1,7 bilhão em setembro, diz Banco Central

Em 12 meses, o déficit em transações correntes é de US$ 20,702 bilhões, 1,3% do Produto Interno Bruto, ante o saldo negativo de US$ 19,349 bilhões em setembro de 2021.

22 de outubro de 2021