fbpx

terça, 25 de janeiro de 2022

Codam aprova 32 projetos que preveem investimentos de R$1,8 bi

A Samsung Eletrônica da Amazônia foi a empresa com maior destaque em relação ao valor a ser investido, responsável por R$1,081 bilhão, e criação de 225 vagas.

19 de agosto de 2021

Compartilhe

Codam aprova 32 projetos que preveem investimentos de R$1,8 bi. (Foto: Reprodução)

O Conselho de Desenvolvimento do Amazonas (Codam) realizou a 291ª reunião ordinária, nesta quinta-feira (19), ocasião em que aprovou 32 projetos (22 de bens finais e 10 intermediários), que preveem investimentos de R$1,8 bilhão e geração de 1.287 postos de trabalho.

A Samsung Eletrônica da Amazônia foi a empresa com maior destaque em relação ao valor a ser investido, responsável por R$1,081 bilhão, e criação de 225 vagas. A empresa produzirá microcomputador portátil, sem teclado físico, com tela sensível ao toque (touch screen); e também fabricará aparelho smartwatch (emissor com receptor incorporado).

Outro projeto aprovado foi o proposto pela Foxconn Moebg Indústria de Eletrônicos Ltda, com previsão de investimento de R$228,930 milhões e 330 novos postos de trabalho. A empresa produzirá placa de circuito impresso montada.

Também foram aprovadas propostas submetidas pelas empresas Cal-Comp Indústria e Comércio de Eletrônicos e Informática Ltda, Philco Eletrônicos S.A., e Cristalcopo da Amazônia Ltda.

Para o titular da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), Jório Veiga, os números continuam dentro dos padrões das operações, demonstrando a confiança dos investidores no Estado do Amazonas.

“Trata-se de uma reunião dentro dos padrões normais do Codam, com bons projetos e que demonstram a continuidade dos investimentos no Amazonas. As condições são favoráveis e os investidores continuam acreditando em todo o trabalho que o Governo do Estado está fazendo. Estamos otimistas com as previsões, tanto dos investimentos quanto dos resultados ao longo do ano”, avaliou o secretário Jório Veiga.

Texto: Priscila Caldas

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

600 vagas em cursos de qualificação são ofertadas gratuitamente, no AM

Os cursos são direcionados para a população que busca por qualificação profissional, para concorrer a uma vaga no mercado de trabalho e as incrições encerram nesta quarta.

25 de janeiro de 2022

Em 2021, arrecadação de impostos federais teve maior valor desde 1995

Em um ano marcado pela queda de mais de 4% no PIB brasileiro, a arrecadação total de impostos, contribuições e demais receitas federais atingiu a marca de R$ 1,87 trilhão.

25 de janeiro de 2022

Empreendimento residencial é lançado na região da Ponta Negra

Mirante de Flores é o novo empreendimento residencial da MRV lançado para a região da Ponta Negra, zona oeste de Manaus, com duas torres e total de 288 apartamentos.

25 de janeiro de 2022

Confiança do empresário do comércio sobre 1,4% em janeiro, diz CNC

Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec), divulgado pela Confederação Nacional do Comércio subiu 1,4% e atingiu 121,1 pontos, em uma escala que vai de zero a 200.

25 de janeiro de 2022

Tesouro Direto atinge vendas de R$ 3,293 bilhões em dezembro

Os títulos do Tesouro mais procurados pelos investidores foram os corrigidos pela taxa básica de juros, a Selic (Tesouro Selic), que corresponderam a 57,6% do total.

25 de janeiro de 2022

Reuniões podem definir novos rumos dos auditores da RF, nesta terça-feira

Mobilização continua enquanto os auditores da Receita Federal avaliam o Orçamento da União sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro e que manteve os cortes no órgão.

25 de janeiro de 2022

Venda de livros subiu 4,9% no Natal e faturamento do setor cresceu 14%

No período do Natal foram vendidos 5,4 milhões de livros no País, com alta de 4,94% sobre o mesmo período de 2020, que teve 5,1 milhões de unidades comercializadas.

25 de janeiro de 2022

Senado deve votar Projeto para conter alta dos combustíveis em fevereiro

Projeto de Lei 1.472/2021 cria programa de estabilização, com a finalidade de reduzir a volatilidade dos preços de derivados de petróleo e cria uma nova política de preços.

25 de janeiro de 2022