fbpx

quinta, 19 de maio de 2022

Avanço da Ômicron pode derrubar produção de motocicletas no PIM este mês

Caso a queda na produção de janeiro se confirme, ela virá sobre números já negativos registrados em dezembro de 2021, em comparação a novembro, quando a produção caiu 32,9%.

20 de janeiro de 2022

Compartilhe

Avanço da ômicron pode derrubar a produção de motos pelo segundo mês consecutivo (Foto: Reprodução)

A explosão no número de casos de Covid-19, impulsionados pela variante Ômicron, pode derrubar a produção de motocicletas no Polo Industrial de Manaus (PIM) no mês de janeiro. A previsão é do presidente da Associacao Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas Ciclomotores Motonetas Bicicletas e Similares (Abraciclo), Marcos Fermanian.

De acordo com Fermanian, ainda não existem estimativas precisas com relação a possíveis perdas, mas ele afirma que, assim como aconteceu no início de 2021, esta nova onda de contágio faz com que aumentem os índices de absenteísmo, em função do distanciamento social ou doença dos colaboradores.

“Isso já vem impactando a produção. Ainda não temos isso de forma mensurada, mas a possibilidade de termos uma queda na produção de motocicletas em janeiro é bastante grande”, disse o presidente da Abraciclo, em coletiva online que apresentou os resultados de 2021 e perspectivas para 2022, realizada na manhã desta quinta-feira (20).

Fermanian completa afirmando que a entidade também não possui números referentes às abstenções de colaboradores causadas pela doença, mas que “os fabricantes estão dando sinais de isso já está acontecendo no retorno das férias coletivas”.

O problema acontece justamente em um momento de retomada da produção, após as férias coletivas de dezembro. Caso a queda na produção de janeiro se confirme, ela virá sobre números já negativos registrados em dezembro de 2021, em comparação a novembro.

De acordo com os próprios números da Abraciclo, enquanto em novembro foram produzidas 76,4 mil motocicletas no PIM, em dezembro, devido às férias coletivas, a produção caiu para 73,5 mil unidades, uma redução de 32,9%.

Greve dos auditores ainda não afeta o segmento

Outro problema que preocupa a indústria do Amazonas, a greve dos auditores fiscais da Receita Federal, conforme ressaltou Marcos Fermanian, ainda não impactou de forma negativa o setor de Duas Rodas do Polo Industrial de Manaus. Porém o empresário não descarta possíveis prejuízos nos próximos meses.

“Até agora não temos relatos, nas indústrias de motos [sobre prejuízos causados pela greve dos auditores]. Pode ser que a situação se agrave e tenha algum impacto, mas, até o momento, não registramos nenhum problema para a liberação de mercadorias para o setor de Duas Rodas”, salientou.

Produção fecha 2021 em alta

No ano passado, o Polo Industrial de Manaus produziu 1,195 milhão de motocicletas, número que representa 233,1 mil unidades a mais que o registrado no ano passado. O quantitativo também equivale a uma alta de 24,2% na comparação com 2020.

O volume ficou 2% abaixo da expectativa da associação, que era de fabricar 1.220.000 motocicletas.

O presidente da Abraciclo ressalta que a meta poderia ser atingida, mas as fabricantes enfrentaram dois obstáculos: a segunda onda de coronavírus que atingiu a cidade de Manaus no início de 2021, quando deixaram de ser produzidas cerca de 100 mil motocicletas, e as restrições implantadas nas linhas de produção para evitar a disseminação da doença.

“O maior distanciamento entre os postos de trabalho, por exemplo, aumenta o tempo de fabricação”, explica. “É importante ressaltar que todas as medidas estão mantidas, pois a prioridade é a saúde e segurança do colaborador”, completa.

Texto: Lucas Raposo

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Preços de carros elétricos podem cair 20% com redução de imposto

O projeto de Lei 403/2022, que tramita no Senado Federal, propõe zerar o Imposto de Importação dos veículos elétricos e híbridos até 31 de dezembro de 2025.

19 de maio de 2022

Privatização da Eletrobras prejudica mais o Norte e Nordeste, diz deputado

Segundo parlamentar da Frente Mista em Defesa da Eletrobrás, empresas que vendem energia no Norte e Nordeste com subsídio, vão embora para outros países com a privatização.

19 de maio de 2022

Por 7 a 1, Tribunal de Contas da União aprova privatização da Eletrobras

Resultado é uma vitória do ministro Paulo Guedes, que agora tem caminho aberto para executar a privatização de uma empresa inteira antes do fim do mandato de Jair Bolsonaro.

19 de maio de 2022

Bolsonaro sanciona MP que torna Auxílio Brasil de R$ 400 permanente

A proposta inicial do governo era de que esse valor valesse até dezembro. Benefício extraordinário passa a fazer parte do conjunto de benefícios do Programa Auxílio Brasil.

19 de maio de 2022

Faturamento de bares e restaurantes do AM tem alta de até 10% em abril

Em março, os números começaram a 'encostar' no resultado de 2019 e em abril chegou a superar entre 5% e 10% os números do ano anterior ao início da pandemia.

19 de maio de 2022

Gucci lança guarda-chuva que não protege da chuva por mais de R$ 6.000

O item, uma colaboração da marca italiana com a Adidas, não é a prova d'água e serve para proteger do sol ou para uso decorativo, segundo a descrição no site da grife.

19 de maio de 2022

Retomada: turismo nacional apresenta crescimento de 43,5% em março

Segundo avaliação da FecomércioSP, setor se aproxima dos patamares anteriores à pandemia, ainda que os números sejam 7,1% inferiores quando comparados a março de 2019.

19 de maio de 2022

Oito cidades do AM recebem R$ 60 milhões para modernizar aeroportos

Os projetos incluem serviços de recapeamento de pista de pouso e decolagem, pista de taxiamento e pátio de estacionamento de aeronaves; limpeza de faixa de pista; etc.

19 de maio de 2022