fbpx

domingo, 14 de agosto de 2022

Setor cultural quer verba que seria usada no Réveillon de Manaus

Setor quer que, por meio de um edital, a verba contemple diversos segmentos culturais da cidade. Vereadores acham viável a discussão e levarão pauta para CMM.

9 de dezembro de 2021

Compartilhe

Fórum se reuniu na terça-feira (Foto: Divulgação)

O Fórum de Cultura, que é composto pelos representantes dos setores artísticos da capital amazonense, se reuniu nesta quarta-feira (8), no Casarão de Ideias, para discutir a elaboração de uma proposta viável a respeito de parte da verba destinada ao Réveillon de Manaus que foi cancelado no último sábado (4) pelo prefeito David Almeida.

A reunião contou com a presença dos vereadores Raiff Matos (DC) e Rodrigo Guedes (PSC), ligados a Comissão de Cultura na Câmara Municipal de Manaus (CMM).

Na ocasião, foi debatido a verba do Sistema Municipal de Fomento à Cultura (Siscult). Segundo o Fórum, não houve o cumprimento do percentual de 10% a ser aplicado no setor cultural da capital.

A Comissão, ligada ao Fórum da Cultura, vai elaborar um documento propondo à Prefeitura uma forma democrática para contemplar todos os setores artísticos por meio de um edital a ser publicado ainda este ano, com realização no início de 2022, o que ajudaria o setor, já que as festividades de fim de ano são consideradas o 13º salário da classe artística.

A proposta deverá ser entregue para a Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) no início da semana que vem para que haja uma ação emergencial na publicação do edital, evitando assim prejuízos para os artistas mais uma vez ainda em decorrência da pandemia.

Segundo o vereador Rodrigo Guedes, “existe a possibilidade de que essa proposta democrática do Fórum de Cultura ser aceita pelo Poder Executivo municipal, pois a mesma já foi destinada para o setor de entretenimento e cultura, uma vez que era para o Réveillon da cidade e os artistas seriam beneficiados diretamente”.

O vereador Raiff Matos comentou que, mesmo não sendo uma decisão do Legislativo, levará o debate para a CMM porque “a proposta do edital é possível e justa”.

Com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais Dia a Dia

Daniel Meirelles Pereira toma posse como novo diretor da Anvisa

Até a última quinta-feira (11), Fernandes Pereira ocupava o cargo de secretário-executivo do Ministério da Saúde. Por lei, os mandatos na Anvisa têm duração de cinco anos.

12 de agosto de 2022

Pavimentação da BR-319 tem risco de mais grilagem, apontam documentos

É grande o risco da pavimentação da BR-319 atrair mais grileiros para a região, segundo documentos do Ibama e do material para relatório do EIA/Rima.

11 de agosto de 2022

WhatsApp passa a permitir apagar mensagens após dois dias

A mudança antecipou um pacote de novidades divulgado nesta terça-feira (9) na rede social. Ainda este mês será possível esconder o status online.

10 de agosto de 2022

Obras do Complexo Viário dos anéis Sul e Leste seguem em ritmo acelerado

Para quem mora no entorno das obras dos Aneis Viários Sul e Leste, o projeto representa mais dignidade e progresso para a população e para a cidade de Manaus.

9 de agosto de 2022

Pacote de obras na área da segurança pública no AM chega a R$ 150 milhões

De 2019 a 2022, os recursos para reformas e reparos nas unidades policiais somam cerca de R$ 10 milhões. As obras incluem pintura, troca de fechaduras, parte elétrica, etc.

9 de agosto de 2022

Lei estadual garante visita gratuita a museus e prédios históricos do AM

A gratuidade, segundo a lei, não precisará ser concedida em dias que recaiam sobre feriados nacionais, estaduais ou municipais, ou ainda em ponto facultativo.

9 de agosto de 2022

Festejo de Santo Antônio de Borba agora é Patrimônio Cultural do AM

Festejo de Borba, realizado em junho, movimenta a economia da cidade e teve início em 1756 com eventos organizados por padres jesuítas no interior do Amazonas.

9 de agosto de 2022

Lei Aldir Blanc pode salvar Cultura com a Rouanet desmontada

Lei Aldir Blanc 2 pode recuperar vácuo da Lei Rouanet que foi paralisada no Governo Bolsonaro e democratizar mais o acesso aos recursos pelos trabalhadores da Cultura.

8 de agosto de 2022