fbpx

terça, 26 de outubro de 2021

Hemorragia ocular afeta pacientes de surto após consumo de tucumã

Além de diarreia, vômito e dor abdominal, há pessoas que apresentaram sintomas acrescidos de sangramento ocular e dor na panturrilha após o consumo de tucumã.

15 de julho de 2021

Compartilhe

29 casos de infecção alimentar e a morte de uma criança estão sendo investigados em Manacapuru (Foto: Divulgação)

Após a morte de um menino de oito anos em Manacapuru, por suspeita de Doença Transmitida por Alimento (DTA), e a infecção alimentar de outras 29 pessoas, continua a busca ativa por novos casos no município. As pessoas suspeitas de estarem envolvidas no surto de DTA têm diarreia, vômito e dor abdominal e, nesta quinta-feira (15), cinco apresentaram sintomas acrescidos de hemorragia subconjuntival (“sangramento” ocular, onde é evidente uma mancha de sangue “vivo”) e dor na panturrilha.

A principal suspeita investigada pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), até o momento, é a de infeção após o consumo de tucumã – um fruto amazônico.

Em Manacapuru está sendo feito o rastreamento da cadeia produtiva do tucumã, coletando amostras do fruto desde o tucumãzeiro suspeito na comunidade rural até pontos de distribuição do produto em diferentes bairros de Manacapuru.

Ingestão de alimentos 

A orientação sanitária da Secretaria Municipal de Saúde de Manacapuru (Semsa/Manacapuru) é que a população da comunidade Irapajé e da sede do município evite o consumo do tucumã, devido às suspeitas. No entanto, o envolvimento do fruto no surto ainda está sendo investigado, e não há indicação de não ingestão do fruto em outros municípios do Amazonas.

Os surtos de DTA são inseridos nas Doenças de Notificação Compulsória Imediata (DNCI), e as secretarias municipais de saúde devem notificar a FVS-RCP, obrigatoriamente em até 24 horas, suspeitas de agravos desse tipo de doença.

Sem casos em demais regiões

“Não há registros de suspeitas de DTA por tucumã nos demais municípios do estado. A investigação está sendo realizada para descartar outras suspeitas, como a ingestão de água contaminada ou local insalubre de armazenamento do fruto, que poderia indicar suspeitas de doenças como leptospirose”, explicou o diretor-presidente da FVS-RCP, Cristiano Fernandes.

A investigação em Manacapuru inclui conversas dos técnicos com os moradores locais e o encaminhamento da amostra de tucumãs suspeitos para análise no Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen/FVS-RCP).

De acordo com o gerente do Departamento de Vigilância Epidemiológica (DVE/FVS-RCP), Alexsandro Melo, a análise bromatológica, destinada à verificação da composição, propriedades físicas, químicas, toxicológicas e ação do fruto no organismo, deve ser emitida no período de 48 a 72 horas. “Mas, caso seja necessário aprimorar as análises, o prazo pode ser estendido dependendo da complexidade da investigação necessária nas amostras”, detalhou.

Da Redação, com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais Dia a Dia

Jogo entre Manaus e Tombense poderá ter 50% de público na Arena da Amazônia

Entre as obrigações para o jogo do Gavião do Norte está a aquisição do ingresso e acesso ao jogo somente aos que tenham completado o esquema vacinal contra a Covid-19.

25 de outubro de 2021

Segurança no interior do Amazonas vai ganhar reforço de 404 policiais

Os novos policiais foram aprovados no concurso de 2011 e convocados pelo governador Wilson Lima em 2020. Eles participaram da formatura nesta segunda-feira (25).

25 de outubro de 2021

Lourenço Braga é ampliada para reorganização do trânsito na Manaus Moderna

Os comerciantes irregulares que ficavam no entorno das feiras e do mercado municipal, retirados no primeiro dia da operação, estão recebendo atenção especial da prefeitura.

25 de outubro de 2021

Galeria Espírito Santo recebe famílias para atualizar cadastro habitacional

Atendimento é exclusivo para as pessoas que já têm cadastro habitacional. Quem não tem, deve esperar uma nova fase, que ainda será anunciada.

25 de outubro de 2021

Você sabia que a Bemol Farma realiza exames clínicos? Confira os preços

A Bemol Farma, além do teste para detecção da Covid-19, realiza outros exames laboratoriais que custam entre R$ 29,99 e R$ 99.

25 de outubro de 2021

‘Ballet das Águas’ marca início das festividades natalinas em Manaus

Além do chafariz, está previsto para a orla da Ponta Negra a instalação do maior presépio em movimento do Brasil, além da já tradicional árvore de Natal.

25 de outubro de 2021

Covid-19: Semsa dispõe de 39 pontos de vacinação até sexta-feira

Podem receber a 1ª dose pessoas da população a partir de 12 anos. A 2ª dose está disponível para todas as pessoas que estejam nos intervalos indicados pelas farmacêuticas.

25 de outubro de 2021

Edifício solar e centro de mídias será inaugurado hoje no Amazonas

Além do Edifício Solar, serão entregues 7 estações solarimétricas em Manaus, Benjamim Constant, Coari, Humaitá, Itacoatiara e Parintins.

25 de outubro de 2021