fbpx

quinta, 21 de outubro de 2021

Eventos: novas regras valem a partir de 1º/11; confira mudanças

De acordo com o Governo do Amazonas, as mudanças foram possíveis por conta do avanço da vacinação. Novas medidas passam a valer a partir do dia 1º de novembro.

10 de outubro de 2021

Compartilhe

Em setembro, Asseeam trouxe o artista Tierry para um evento-teste na Arena da Amazônia (Foto: Reprodução)

O Comitê Intersetorial de Enfrentamento da Covid-19, em reunião na sexta-feira (8), após avaliar os dados relacionados à pandemia, estabeleceu novos protocolos para realização de grandes eventos musicais, culturais e esportivos com a presença de público e venda de ingresso. As mudanças serão publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE) e começam a valer a partir de 1º de novembro.

O governador Wilson Lima destacou que as decisões do comitê são baseadas na avaliação de indicadores epidemiológicos e de assistência à saúde. “Nós avançamos muito no processo de vacinação e precisamos, na medida do possível, garantir, de forma segura, o retorno das atividades sempre observando as medidas de segurança sanitária”, disse.

Hoje, o Amazonas registra 18% de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivas para Covid-19. Além disso, há 55 municípios sem nenhum caso da doença. Um total de 48,9% da população vacinável no estado está com o esquema completo de imunização – duas doses ou dose única.

A partir de 1° de novembro está liberada a realização de eventos sociais com a ocupação de 50%. Caso necessário, a qualquer momento, o comitê pode voltar atrás na decisão. Para que aconteçam, os responsáveis pela realização dos eventos devem exigir esquema de imunização completo para a população adulta: primeira e segunda dose ou dose única. Os menores de 18 anos de idade deverão estar com o esquema vacinal em dia.

Outras exigências

A venda de ingressos será apenas pela internet. No momento da compra, o participante/torcedor terá que informar dados pessoais como nome completo, telefone e endereço. Para ter acesso ao local dos shows ou partidas esportivas, será necessário validar o ingresso com leitor digital para confirmar se quem comprou é quem de fato está tendo acesso ao local do evento. Os ingressos são intransferíveis. 

Os trabalhadores do show ou do evento esportivo deverão ser testados 48 horas antes da realização. Os organizadores também deverão entregar frascos com álcool em gel e disponibilizar máscaras cirúrgicas. Só será permitida a comercialização e consumo de alimentos industrializados para evitar o manuseio de alimentos, o que facilita a transmissão do vírus.

Os organizadores terão que submeter à avaliação do comitê o planejamento nos casos de eventos com público a partir de 5 mil pessoas.

“Nos protocolos vão estar todas as diretrizes para os organizadores de eventos seguirem essas recomendações. Aqueles que tiverem um público acima de 5 mil pessoas precisam passar pela avaliação do Comitê de Enfrentamento da Covid-19, para ter o seu evento autorizado”, disse a diretora-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), Tatyana Amorim.

Sanções

No caso de descumprimento das normas estabelecidas nos protocolos, os organizadores terão que pagar multa de R$ 50 mil. O evento poderá ser cancelado antes ou ainda durante a realização.  A empresa realizadora que transgredir o que está estabelecido nos protocolos será impedida de realizar outros eventos.

“Todos esses eventos que começam a ser flexibilizados só se tornam possíveis porque estamos avançando na vacinação. Então a população tem que se conscientizar que talvez o novo normal que exista, ou para que voltemos ao normal que tinha antes, tudo vai depender da vacinação. Precisamos alcançar pelo menos 80% de segunda dose de adultos, 90% de segunda dose de adolescentes, para retomarmos a normalidade. Enquanto isso esses eventos serão limitados”, disse o secretário de Estado da Saúde, Anoar Samad.

Com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais Dia a Dia

Estudo de cores é desenvolvido pela prefeitura para dar viva ao Centro

A exemplo do que foi feito na rua Bernardo Ramos, a Prefeitura de Manaus está montando um skyline, uma proposta de intervenção para a Frei José dos Inocentes.

21 de outubro de 2021

No Amazonas, 58 municípios estão com internações por Covid-19 zeradas

A taxa de ocupação de leitos no interior está entre as mais baixas desde o início da pandemia. Apenas Fonte Boa, Coari e Itacoatiara possuem leitos de Covid-19 ocupados.

20 de outubro de 2021

Centro de Atendimento ao Turista (CAT) é reativado no aeroporto de Manaus

O retorno acontece em três turnos, com estagiários supervisionados e treinados para atender da melhor forma todos os turistas, de domingo a domingo.

20 de outubro de 2021

Cetam vai atender 9 mil alunos por ano em nova unidade da Zona Norte

Como parte do pacote de entregas do governador Wilson Lima para celebrar o aniversário de Manaus, foi inaugurada hoje (20) a primeira unidade do Cetam da Zona Norte.

20 de outubro de 2021

Você sabe o que é canabidiol? RT1 explica e mostra leitores favoráveis ao uso

O CBD é uma substância que atua no sistema nervoso central e que apresenta potencial terapêutico para o tratamento de algumas doenças.

19 de outubro de 2021

Após 4 anos, vítima de sequestro internacional retorna ao Amazonas

Criança foi levada de Tabatinga, no Oeste do Amazonas, pelo pai até o Peru. O retorno para os braços da mãe do ocorreu após incansáveis quatro anos de buscas.

19 de outubro de 2021

Vestibular da Faculdade Santa Teresa tem inscrições abertas e gratuitas

Provas serão realizadas na próxima terça-feira (26), de modo presencial e online. Ao todo, são 2090 vagas para 11 cursos nas áreas de saúde, humanas e exatas.

19 de outubro de 2021

Aplicativo PAC Digital bloqueará o acesso de faltosos por 30 dias

O bloqueio temporário por 30 dias ocorre depois da segunda falta registrada no sistema do PAC Digital. Quase mil pessoas já faltaram ao agendamento.

19 de outubro de 2021