fbpx

sexta, 28 de janeiro de 2022

Casos de dengue elevam em 150% e Manaus intensifica prevenção

Em junho deste ano, o diagnóstico de infestação do Aedes apontou 25 bairros em alta vulnerabilidade e em novembro o número reduziu para 14 bairros.

16 de dezembro de 2021

Compartilhe

Prefeitura inicia o combate ao mosquito em bairros de Manaus (Foto: Divulgação/Semsa)

O bairro Tarumã, na zona Oeste, um dos 14 bairros de Manaus considerados, atualmente, em situação de alta vulnerabilidade às doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, recebeu da Prefeitura de Manaus, nesta terça-feira, (14), um reforço nas ações de combate ao mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. Conforme a gestão municipal, os casos de dengue aumentaram em mais de 150% esse ano.

Parte da programação da Semana de Combate ao Aedes aegypti, executada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), incluiu mobilização da comunidade e atividade educativa para a adesão ao “Checklist 10 Minutos de Combate ao Aedes”, estratégia em que cada pessoa é orientada a colaborar para interromper a proliferação do mosquito dentro do próprio imóvel, utilizando apenas 10 minutos do tempo, uma vez por semana, para limpar ou eliminar possíveis criadouros do Aedes aegypti dentro dos imóveis.

No bairro Tarumã, o chefe do Núcleo de Controle da Dengue da Semsa, Alciles Comape, explicou que o foco da programação são as áreas que foram mapeadas no diagnóstico de infestação do Aedes aegypti, apresentando alta no registro de casos das doenças e maiores índices de larvas do mosquito.

“O número de casos de dengue apresentou este ano um aumento de 150% nas notificações, em comparação com o ano passado. Mas já houve uma redução dos casos no segundo semestre. Em junho, o diagnóstico de infestação do Aedes apontou 25 bairros em alta vulnerabilidade e em novembro o número reduziu para 14 bairros. Agora é intensificar as ações e manter o controle da transmissão das doenças, com visitas em domicílio para sensibilizar os moradores sobre a importância do cuidado com os ambientes, evitando os depósitos de água que podem virar criadouros do mosquito”, informou Alciles Comape.

Segundo o chefe do setor de Controle de Endemias do Distrito de Saúde (Disa) Oeste, Rubens Santos Souza, as ações têm apresentado resultado positivo na redução da infestação do mosquito Aedes aegypti.

Na zona Oeste, destacou Rubens Souza, o resultado do diagnóstico de infestação realizado no mês de junho apontava 10 bairros em alta infestação do Aedes, número que foi reduzido para cinco bairros no mês de novembro.

“O Disa Oeste trabalhou com as informações obtidas no diagnóstico em junho e atuou intensamente nos bairros que apresentavam alta vulnerabilidade em junho, com atividades de educação em saúde, parceira com o Programa Saúde na Escola, com comerciantes dos bairros e com as associações de moradores. Com isso, houve redução no índice de infestação. O Bairro da Paz, por exemplo, apresentou uma redução de 78% no diagnóstico realizado em novembro”, informou Ruben Souza.

Atualmente, além do Tarumã, a zona Oeste tem mais quatro bairros em alta vulnerabilidade: Santo Agostinho, Nova Esperança, Alvorada e São Jorge.

“No mês de junho, o Disa Oeste registrava 10 bairros nessa situação e por isso foi implementada uma estratégia com maior integração das equipes das unidades de saúde das áreas mais vulneráveis, justamente para ter uma ação mais impactante e com resultados mais rápidos, incluindo ainda a parceria com a Secretaria Municipal de Limpeza Urbana. Também houve a ampliação de oito para 15 visitas domiciliares diárias realizadas por cada Agente Comunitário de Saúde. Com o resultado do novo diagnóstico, a intenção é reforçar o trabalho para continuar buscando a redução no índice de infestação nos bairros mais vulneráveis”, destacou a diretora do Disa Oeste, Maria do Socorro Soares.

A programação da Semana de Combate ao Aedes aegypti terá continuidade na quarta-feira, 15/12, com ações nos bairros Jorge Teixeira (zona Leste) e Cidade de Deus (zona Norte). Na quinta-feira, 16/12, a ação vai ocorrer no bairro Japiim (zona Sul), encerrando na sexta-feira, 17/12, com uma carreata que vai percorrer as zonas Leste, Norte, Sul e Oeste, organizada em parceria com a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP/AM).

Casos de Aedes aegypti

Entre janeiro e novembro de 2021, o município de Manaus registrou 3.808 casos confirmados de dengue, sendo que 3.053 foram registrados no primeiro semestre do ano. Também houve o registro, neste ano, de 58 casos confirmados de zika e 49 de chikungunya.

Com informações da assessoria

Leia Mais

Leia mais Dia a Dia

Sesc Amazonas oferece aulas de Pilates aliado à Fisioterapia

Adolescentes, adultos e idosos já podem inscrever. Para isso, basta fazer o agendamento da avaliação fisioterapêutica, das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira.

27 de janeiro de 2022

Crianças indígenas da etnia warao começam a ser vacinadas contra a Covid

A Secretaria de Saúde recomenda que as crianças com alguma doença na fase aguda aguardem total recuperação para receber a vacina contra a Covid-19.

27 de janeiro de 2022

Largo São Sebastião vai ganhar segundo letreiro turístico de Manaus

A previsão, após verificar medidas, dimensionamento e localização no Largo, é de fazer a instalação do letreiro em fevereiro. Outros pontos da cidade devem ganhar o objeto.

27 de janeiro de 2022

Teste brasileiro para Covid feito com detergente promete ser eficiente

De acordo com os pesquisadores brasileiros, os resultados do teste podem ser obtidos em cerca de 30 minutos, após a coleta do soro. E a ideia é reduzir ainda mais esse tempo.

27 de janeiro de 2022

Gratuidade nos ônibus para alunos passa a valer a partir de 1º de fevereiro

Por mês, serão validadas 44 passagens aos estudantes que não serão cumulativas, ficando a cada aluno - ou pais - a responsabilidade pela recarga do cartão eletrônico.

27 de janeiro de 2022

Ômicron explode em Manaus e transmissão da Covid volta à fase vermelha

Por conta da vacinação, os números de sepultamentos registrados neste ano são bem menores que os do início da segunda onda, em janeiro de 2021. No dia 24, houve 52 enterros.

27 de janeiro de 2022

Vacinação contra a Covid é ampliada para crianças de 6 a 9 anos

Para ser vacinada, a criança deve estar acompanhada por um dos pais ou responsável maior de 18 anos, com documento de identidade, em um dos quatro pontos de vacinação.

27 de janeiro de 2022

Após ajustes em edital, contratações pela SES-AM são autorizadas

Na última terça-feira (25), o Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) suspendeu cautelarmente as contratações e determinou que a SES promovesse ajustes no edital.

27 de janeiro de 2022