quinta-feira, 25 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

Deputados entram com recursos para derrubar corte de verbas da Educação

Confisco de R$ 2,4 bilhões do Ensino Superior e Técnico pelo Governo Bolsonaro provoca reação de deputados federais que acionam PDLs para reverter medida.
COMPARTILHE
Deputados Zé Ricardo e Perpétua Almeida acionam PDLs em defesa de universidades e institutos federais (Foto: Reprodução)
Deputados Zé Ricardo e Perpétua Almeida acionam PDLs em defesa de universidades e institutos federais (Foto: Reprodução)

Confisco promovido pelo Governo de Jair Bolsonaro (PL) de R$ 2,4 bilhões das instituições federais de ensino provocou reações de deputados federais de oposição, incluindo do Amazonas.

Zé Ricardo entrou com um Projeto de Decreto Legislativo (PDL) na Câmara Federal recorrendo da decisão do Executivo.

A mesma ferramenta foi acionada pela deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB-AC) para resguardar os recursos do Ministério da Educação (MEC), que deveriam custear as universidades públicas federais e os institutos de Ensino Técnico.

De acordo com Zé Ricardo, a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e o Instituto Federal do Amazonas (Ifam) perdem R$ 9 milhões inviabilizando as atividades em todos os campi das instituições no Estado.

“Mais uma vez, o Governo Bolsonaro corta recursos da educação e da pesquisa. Esse é o Governo da maldade que sempre dissemos. Bolsonaro disse que governos anteriores transformaram a educação numa balbúrdia, quando, na verdade, seu governo é contra a educação, contra a pesquisa e a ciência. Um Governo contra os jovens e o futuro do Brasil”, declarou Zé Ricardo.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

“Não podemos aceitar isso. O corte chega a ser criminoso porque inviabiliza as universidades e Institutos”, comunicou a deputada Perpétua.

Manifestações

A União Nacional dos Estudantes (UNE) já iniciou a organização de manifestações públicas contra o confisco do Governo.

Nos dias 10 a 17 estão marcadas plenárias nas universidades e institutos federais e, no dia 18, o “Dia Nacional de Mobilização e Fora Bolsonaro”.

Deputados

Texto: Emerson Medina

Leia Mais:

COMPARTILHE