segunda-feira, 15 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

PRIORIDADES

Cúpula do Science20 apresenta recomendações da ciência para o G20

COMPARTILHE
ciência,G20,Science,Academia Brasileira de Ciências,ABC,Helena Nader,cúpula do G20,Brasil,sustentabilidade,Inteligência Artificial
Cúpula do Science 20 da Academia Brasileira de Ciências se reuniu no início desta semana para fechar recomendações ao G20 (Foto: Divulgação/ABC)

No próximo dia 19, a cúpula do Science20, sob a coordenação da Academia Brasileira de Ciência (ABC), vai apresentar um documento com a assinatura de todas as academias com recomendações à ciência a ser apresentadas na Cúpula do G20, que acontece sob a presidência do Brasil em novembro, no Rio de Janeiro.

O grupo estabeleceu cinco temas prioritários e, durante todo o primeiro semestre deste ano se reuniram para elaborar as propostas e finalizar as recomendações à ciência.

Os cinco eixos da ABC são:

  • Inteligência Artificial: ética, impacto social, regulação e compartilhamento de conhecimento;
  • Bioeconomia: moldando um planeta sustentável
  • Transição Energética: energias renováveis, considerações econômicas e sociais
  • Desafios em Saúde: qualidade, equidade, acesso e preparação para epidemias e mudanças climáticas
  • Justiça Social: promovendo inclusão, erradicando a pobreza e reduzindo desigualdades

A presidente da ABC, Helena Nader, explicou o processo de trabalho do S20 2024 e os cinco grupos temáticos. Nader propôs uma outra questão, que perpassa todos os desafios globais: a transição demográfica. “A maioria dos países do G20 está envelhecendo, com menos gente em idade ativa. A ciência está levando isso em consideração? Nossos governos estão levando isso em consideração?”, indagou.

A Cúpula do Science 20 se reuniu no início desta semana n Rio de Janeiro onde foram apresentadas as propostas e debatidos o progresso da ciência no país.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

Com informações da Academia Brasileira de Ciências

Leia mais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COMPARTILHE