quarta-feira, 17 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

Contratações em Anori são suspensas por indícios de irregularidades

A Suspenção do certame que tinha por objeto a contratação de agente comunitário de saúde e agente de combate às endemias. A medida cautelar foi publicada no Diário Oficial.
COMPARTILHE
Cidade alaga anualmente
Prefeito de Anori, Jamilson Carvalho (MDB), gasta quase R$ 2 milhões em produtos comprados em empório.

Após identificar possíveis irregularidades na realização de processo seletivo simplificado pela Prefeitura de Anori, o presidente do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), conselheiro Érico Desterro, suspendeu o certame que tinha por objeto a contratação de agente comunitário de saúde e agente de combate às endemias.

A medida cautelar foi publicada no Diário Oficial Eletrônico (DOE) desta segunda-feira (24) e pode ser acessada em doe.tce.am.gov.br.

O presidente Érico Desterro atuou na relatoria do processo em substituição ao auditor Alípio Reis Firmo Filho, que se encontra em férias.

Na decisão, o conselheiro-presidente levou em consideração que a realização do Processo Seletivo Simplificado (PSS) consistia, exclusivamente, em análise documental para seleção dos candidatos a serem contratados. Tal tipo de certame para a contratação vai contra à Lei nº 11.350 de 2006, que prevê a realização de Processo Seletivo Público (PSP) com provas ou análise de títulos.

A análise da situação foi apontada em representação interposta pela Secretaria de Controle Externo (Secex) do TCE-AM que identificou as possíveis irregularidades após

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

Outra irregularidade apontada no processo foi a previsão de vínculo temporário dos agentes, estipulada em seis meses.

De acordo com a mesma Lei nº 11.350/2006, as contratações temporárias só podem ser feitas em casos de surtos epidêmicos, o que não foi demonstrado pela gestão municipal de Anori.

Pelas situações apontadas, o presidente determinou a suspensão do Edital nº 03/2023, impedindo qualquer contratação decorrente dele até que haja justificativa concreta sobre os fatos narrados.

A Prefeitura Municipal de Anori tem o prazo de 15 dias para apresentar tais justificativas à Corte de Contas.

Leia Mais:

COMPARTILHE