terça-feira, 16 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

Comissão do impeachment da Aleam discute defesas na próxima semana

A parlamentar atendeu ao pedido do deputado Fausto Junior (PRTB) para que houvesse uma nova reunião para a discussão de diligências em torno da defesa do governador
COMPARTILHE
Alessandra

Com apenas 26 minutos de duração, a reunião da Comissão Especial do Impeachment desta quinta-feira (23) foi realizada apenas para o recebimento das defesas do governador Wilson Lima (PSC) e do vice-governador Carlos Almeida (PTB).

Além disso, a deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB), que preside a Comissão Especial do Impeachment, disse que a próxima reunião deve acontecer na próxima segunda-feira ou terça-feira.

Os advogados do governador Wilson Lima (PSC) chegaram à Assembléia por volta das 13 horas com os documentos da defesa. Já a documentação do vice-governador Carlos Almeida (PTB) já havia sido entregue na quarta-feira pela manhã.

O deputado estadual Fausto Junior (PRTB) alegou que não houve tempo para os parlamentares analisarem as defesas por serem extensas. “Gostaria que houvesse uma outra reunião para que pudéssemos discutir com mais calma”, solicitou o parlamentar.

A presidente da Comissão atendeu ao pedido do parlamentar e informou que a Comissão terá até o dia 3 de agosto para a admissibilidade, ou não das denúncias, antes de levar o processo ao plenário.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

Alessandra Campelo disse que relator da Comissão, deputado estadual doutor Gomes (PSC), deve entregar o relatório de análise das defesas antes do prazo para que os membros da Comissão discutam em torno do relatório.

Contratos de defesa

Wilker Barreto solicitou requerimento para que o governador e o vice apresentem à Comissão os contratos dos advogados de defesa e os valores respectivos.

“Eu queria consultar a Procuradoria para que tanto o governador e o vice justifique para o povo do Amazonas quem está pagando os honorários. O intuito do meu requerimento é o descarte do uso da máquina estadual de forma direta ou indireta”, solicitou o parlamentar.

A defesa de Carlos Almeida foi feita pelo vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Luiz Viana Queiroz, baseada no parecer do advogado, pós-doutor e professor de direito, Rennan Thammay.

Após consultar a Procuradoria da Aleam, Alessandra Campelo disse que a análise de contratos não é objeto da Comissão e que a solicitação do deputado será encaminhada à mesa diretora.

“A mesa diretora pode receber o requerimento, como atividade fiscalizatória. Mas fugiria da Comissão esse tipo de diligência”, explicou.

Atraso

A reunião da Comissão Especial de Impeachment estava prevista para iniciar às 13h, mas só começou por volta das 13h30. Além de Alessandra Campelo, o início da reunião contou com a presença de nove parlamentares.

Foram eles: Carlinhos Bessa (PV), Roberto Cidade (PV),Wilker Barreto(Pode), Doutor Gomes (PSC), Adjuto Afonso (PDT), Joana Darc (PL), Joaõ Luiz (PRB), Saulo Vianna (PTB), Sinésio Campos (PT).

Minutos depois, a presidente da Comissão registou a presença dos deputados Delegado Péricles (PSL) e de Felipe Souza (Patriotas).

Texto: Izaías Godinho

Leia Mais:

Deputado cobra implementação da Carteira da Pessoa com Deficiência

Aleam propõe descongelamento de salário de servidores públicos

Vereadores comentam renovação do Fundeb na CMM

COMPARTILHE