domingo, 14 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

Aproximação de David a Bolsonaro no 2º turno desagrada Menezes

Candidato derrotado ao Senado teve nome cogitado por marqueteiro na disputa à Prefeitura em 2024. David, por outro lado, deve buscar a reeleição e apoio do presidente.
COMPARTILHE
Menezes, bolsonaro e David Almeida

Apesar de ser parceiro político e compadre de Jair Bolsonaro (PL), o candidato derrotado ao Senado pelo Amazonas, Coronel Alfredo Menezes (PL), deixou claro o seu descontentamento com o anunciado apoio do prefeito David Almeida (Avante) à reeleição do presidente.

Nas redes sociais, Menezes compartilhou, no início da madrugada desta segunda-feira (10), uma publicação do seu marqueteiro Fred Melo, em que, ao contrário do que se esperava, expõe seu desagrado com a aproximação do seu potencial de rival no próximo pleito com o presidente da República.

“No primeiro turno, David apoiou Omar Aziz (PSD) e agora quer posar de bom rapaz”, diz parte do trecho da publicação, enfatizando que o presidente não “precisa de nenhum apoio” do prefeito de Manaus.

Logo após os resultados do primeiro turno, Fred Melo cogitou, pela suas redes sociais, a possibilidade de Menezes disputar novamente a Prefeitura de Manaus, desta vez em 2024.

Mesmo com a derrota nas urnas ao Senado da República pelo Amazonas na eleição deste ano, especialistas consultados pelo RealTime1 acreditam que, com os 737 mil votos conquistados, Coronel Menezes se credencia para a disputa do comando do Executivo Municipal.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

David Almeida, no entanto, já se articula para tentar “cortar as asinhas” do rival e volta a se aproximar do eleitorado bolsonarista ao declarar apoio incondicional ao presidente.

Rivalidade

David Almeida passou a se referir a Menezes como “inimigo de Manaus” após o vazamento de áudios em que o coronel diz que dificultou, junto ao Governo Federal, negociações envolvendo o prefeito de Manaus.

O prefeito esperava para Manaus investimentos bilionários, que ele acredita que não vieram para a capital amazonense por conta da interferência de Menezes.

Desde então os dois não se bicam, e mesmo Menezes sendo o candidato ao Senado pela coligação que David Almeida apoia, o prefeito não fez campanha para o rival e escolheu pedir votos para Omar Aziz (PSD), que venceu a eleição.

Texto: Isac Sharlon

Leia Mais:

COMPARTILHE