terça-feira, 16 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

5G chega a Manaus, Belém, Macapá, Porto Velho e Rio Branco no dia 6

Manaus e as outras quatro capitais somam-se às outras 22 que receberam a conexão nos últimos meses. O ponto de partida foi Brasília, no dia 6 de julho.
COMPARTILHE
5g

Belém, Macapá, Manaus, Porto Velho e Rio Branco poderão ativar o 5G de 3,5 GHz a partir do dia 6 de outubro, concluindo a etapa inicial de implantação da tecnologia no país.

Segundo Moisés Moreira, conselheiro da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), a previsão é que a liberação seja feita nessa data. A ativação das antenas pelas operadoras, contudo, só ocorre com a aprovação da agência.

O Gaispi (Grupo de Acompanhamento da Implantação das Soluções para os Problemas de Interferência), presidido por Moreira, deve se reunir no dia 4 de outubro para formalizar a liberação da conexão nas cidades.

As cinco capitais somam-se às outras 22 que receberam a conexão nos últimos meses. O ponto de partida foi Brasília, no dia 6 de julho. Em São Paulo, a conexão chegou em 4 de agosto.

A meta definida pela Anatel para as operadoras é de uma antena de 5G a cada cem mil habitantes. O cronograma atrasou devido à falta de equipamentos vindos da China, que decretou lockdown por causa de uma nova onda da pandemia de Covid-19.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

Os equipamentos importados são filtros que evitam interferências. Por isso, num primeiro momento, o prazo era até o final de setembro para que todas as capitais tivessem antenas de 5G. O novo prazo termina em 28 de outubro.

FolhaPress

Leia Mais:

COMPARTILHE