fbpx

domingo, 14 de agosto de 2022

segmento imobiliário do estado deverá encerrar o ano com faturamento de R$1,1 bilhão e crescimento de 15% em relação a 2020. A previsão foi divulgada pela Associação das Empresas do Mercado Imobiliário do Amazonas (Ademi-AM), nesta quarta-feira (22). O desempenho positivo foi puxado pela maior demanda por imóveis dos segmentos convencionais.

O diretor da Ademi-AM, Henrique Medina, disse que o setor imobiliário mostrou resiliência ao ‘driblar’ as dificuldades impostas pelo cenário econômico e fechar o ano com saldo positivo em vendas e faturamento.

Medina destacou que o primeiro trimestre de 2021 foi o período com os menores registros de vendas desde o início da série histórica (2015), fato que não impediu o crescimento anual, que foi impulsionado pela inflação..

“Foi um ano extremamente difícil, mas conseguimos concluir o ano com projeções de crescimento. A alta da inflação gerou aumento no preço dos insumos de uma forma que nunca esperamos. Mas o mercado imobiliário é resiliente e se adapta às mudanças”, comentou.

De acordo com o diretor, ao longo do ano o setor registrou um novo perfil consumidor, o de maior renda, público menos afetado pelos elevados índices inflacionários. O maior volume de empreendimentos comercializados, neste ano, foi o de imóveis dos segmentos convencionais, que são os imóveis fora da categoria popular (Casa Verde Amarela).

“Neste ano verificamos uma mudança no perfil do consumidor em relação a 2020. No ano anterior o maior número de empreendimentos lançados eram de unidades econômicas, ou o Casa Verde Amarela. A partir de 2021, devido a alta da inflação as famílias com renda mais baixa foram afetadas, enquanto as de maior renda foram menos impactadas e conseguiram comprar o imóvel”, disse.  

Expectativas para 2022

Para 2022, a associação mantém expectativas positivas para o mercado. Medina acredita que a inflação deverá perdurar em 2022 pressionando os preços dos materiais de construção. Mesmo assim, ele afirma que o setor deverá adotar estratégias para manter o volume positivo de vendas, que segundo ele, deverá superar os números de 2021.

Números por trimestre

No terceiro trimestre o setor registrou R$ 274 milhões em vendas, número 9,8% menor que o contabilizado no segundo trimestre quando o mercado imobiliário alcançou R$304 milhões. No mês de outubro a margem de vendas foi de R$122 milhões.  A soma dos meses de janeiro a outubro acumula um montante de R$862 milhões.

Na comparação do terceiro trimestre com igual período do ano anterior o resultado aponta queda de 6% nas unidades vendidas. Do total de vendas de julho a setembro 746 foram do padrão econômico, 360 nos demais padrões verticais, 199 em unidades horizontais e 16 unidades comerciais.

Os bairros que representaram juntos 72,8% das unidades vendidas neste período, foram: Parque Mosaico (400), Lago Azul (195), Ponta Negra (185), Tarumã (150), Colônia Terra Nova (95) e Tarumã Açu (70).

Texto: Priscila Caldas

Veja mais vídeos

Lamborghini de R$ 3,5 mi vai a leilão pela metade do preço, entenda

O carro avaliado em R$ 3.574.329,00 pela tabela Fipe, é considerado o supercarro mais confiável do mundo, devido a uma avaliação do site britânico Uswitch.

Há 4 horas 14 de agosto de 2022

‘Pedras da fome’ são reveladas em rios da Europa após período de seca

Populações que viviam entre os séculos XV e XIX onde hoje estão países como Alemanha e República Tcheca deixaram marcos nessas pedras com mensagens sobre as catástrofes.

Há 5 horas 14 de agosto de 2022

Alimentos processados reduzem capacidade cognitiva, revela pesquisa

O estudo revelou ainda que esse tipo de consumo pode até encurtar o tempo de vida, se for exagerado.

Há 6 horas 14 de agosto de 2022

Trânsito da Avenida Constantino Nery sofre mudança na manhã de domingo (14)

Uma corrida de rua vai ser promovida na cidade, durante 4h e 8h, trechos da Avenida Constantino Nery estarão interditados.

Há 22 horas 13 de agosto de 2022

Encerra na segunda-feira (15) o prazo para apresentação dos pedidos de registros de candidaturas

De acordo com o calendário Eleitoral, 12 de setembro, é o prazo final para que todos os pedidos de registro de candidatura tenham sido analisados e julgados pelos tribunais

Há 1 dia 13 de agosto de 2022

Em viagem, homem leva almofada com rosto da esposa e viraliza nas redes sociais

O homem cumpriu a promessa de levar a parceira a todos os lugares e compartilhou os registros da viagem.

Há 1 dia 13 de agosto de 2022

Segunda edição do ‘Sabadão da Saúde’ terá 50 pontos de atendimento

De acordo com a prefeitura, a ação busca facilitar o acesso dos usuários não têm tempo para ir até as unidades da Semsa durante a semana.

Há 1 dia 13 de agosto de 2022

IBGE: taxa de desemprego do AM cai 2,6 pontos no segundo trimestre

Taxa de desemprego do estado ficou em 10,4% no segundo trimestre de 2022. Essa é a menor taxa observada no Estado desde o 4º trimestre de 2015 (9,3%).

Há 2 dias 12 de agosto de 2022

Amazonas Filarmônica apresenta concerto gratuito em Manaus neste sábado

O concerto será no palco do Teatro Amazonas, com entrada gratuita, por ordem de chegada.

Há 2 dias 12 de agosto de 2022

Quase 5 mil crianças não receberam o nome do pai no Amazonas em 2022

De acordo com dados do Cartórios de Registro Civil do Amazonas, em 2022, 4.820 certidões de nascimento foram emitidas sem o nome do pai.

Há 2 dias 12 de agosto de 2022

Wilson Lima confirma reajuste de 56% no piso salarial para agentes de saúde

Até o fim deste ano, a categoria terá o retroativo referente aos meses de maio, junho e julho, cumprindo emenda constitucional.

Há 2 dias 12 de agosto de 2022

‘Governo do AM está retomando obras deixadas para trás há 8 anos’, diz superintendente da Suhab

Superintendente da Suhab, Jivago Castro diz ainda que após a pandemia, o Estado tem avançado em obras de moradias para pessoas em vulnerabilidade social.

Há 2 dias 12 de agosto de 2022