fbpx

quinta, 09 de dezembro de 2021

A invasão de balsas de garimpo ilegal no leito do rio Madeira, extraindo ouro entre as cidades de Autazes e Nova Olinda do Norte, a 120 km em linha reta de Manaus, vai criar bancos de areia, dificultando a navegação mercante e infectar peixes e água por conta do mercúrio usado na extração.

A afirmação é do doutorando do programa de Biologia do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Lucas Ferrante. Ele ressalta ainda que o garimpo ilegal deve ser imediatamente criminalizando para evitar danos a economia do Amazonas.

Ferrante explica que o mercúrio intoxica a vida marinha, em especial peixes e a própria água, que sustentam a dieta diária de povos indígenas e ribeirinhos.   

“Esse impacto do garimpo na água do Madeira tende ser especialmente prejudicial para a vida do ribeirinho amazônico, afetando diretamente o seu modo de vida. Essas pessoas vão ser drasticamente afetadas por começarem a se tornar isoladas pelos bancos de areia que vão se formar, principalmente no período de seca e ainda vão ter alimento e água de péssima qualidade com risco para a saúde”, prevê o estudioso da área.

Ainda conforme o doutorando do Inpa, o mercúrio na região amazônica está associado, por exemplo, à síndrome de Minamata, que foi descoberta no Japão depois que pessoas expostas a metais pesados começaram a apresentar uma série de problemas neurológicos.  

Ferrante alerta ainda que os preços dos alimentos em Manaus podem sofrer aumento por causa do garimpo ilegal no Madeira.

“Se no período de seca o transporte, de pessoas e cargas, no rio Madeira já é complicado, isso deve se agravar com as balsas de garimpo. Para o setor da navegação é terrível e se recomenda imediatamente a retirada de todas essas balsas de garimpo da região”, diz.

“Precisamos lembrar que isso tem impacto inclusive nos preços dos produtos que são transportados via cabotagem pelo Madeira. A maior conexão do sudeste do Brasil com Manaus é o Rio Madeira. É um rio de extrema importância  e não é do interesse da população que esse rio se torne intrafegável pela atividade de garimpo”, conclui Lucas.

Há quem defenda…

Em meio às discussões sobre as problemáticas que podem resultar nessa concentração de balsas no Madeira, o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Roberto Cidade (PV), disse na sessão plenária de ontem (24) que pretende destravar a legalização da mineração no Amazonas.

Cidade aponta que a legalização vai coibir a prática ilegal de garimpo. 

Um movimento similar aconteceu em Rondônia, quando o governo estadual regulamentou garimpos no seu território e provocou uma corrida ao ouro que invadiu o sul do Amazonas, rio Madeira acima até a atual região.

Texto: Jefferson Ramos

Veja mais vídeos

População do Madeira pode estar sendo envenenada pelo garimpo

Pesquisador da Fiocruz alerta para as doenças no sistema nervoso que o mercúrio pode causar.

Há 13 horas 8 de dezembro de 2021

Primeira cidade com serviço público de táxi aéreo

A parceria entre a empresa Volocopter e a cidade de Neom, deve ampliar a mobilidade aérea urbana na região.

Há 14 horas 8 de dezembro de 2021

Você compraria alimentos fora do prazo de validade?

A proposta da ABIA é que, depois do prazo estabelecido, o consumidor avalie as características do alimento.

Há 15 horas 8 de dezembro de 2021

População de pirarucu cresce 631% nas terras indígenas do Amazonas

Este aumento é consequência do manejo sustentável do pirarucu atividade desenvolvida pelos indígenas como apoio do projeto Raízes do Purus.

Há 16 horas 8 de dezembro de 2021

Feira do Polo Digital de Manaus impulsiona negócios área de tecnologia

Feira, que tem entrada gratuita, acontecerá entre os dias 9 e 11/12, de forma híbrida – on-line e presencial, no Centro de Convenções do Amazonas - Vasco Vasques.

Há 1 dia 7 de dezembro de 2021

Envio de insumos ao PIM deve normalizar a partir de junho, prevê Fieam

De acordo com a entidade, para garantir a continuidade da produção, empresas antecipam pedidos dos insumos importados com até quatro meses de antecedência.

Há 1 dia 7 de dezembro de 2021

Empregadores têm até hoje para quitar parcelas suspensas do FGTS

A suspensão por quatro meses do pagamento das contribuições ao FGTS foi tomada para ajudar empresas.

Há 1 dia 7 de dezembro de 2021

CMM aprova status de secretário para presidente da Comissão de Licitação

Projeto de Lei também torna subsecretário o vice-presidente da Comissão de Licitação.

Há 1 dia 7 de dezembro de 2021

Cientista de Oxford diz que pandemias futuras podem ser mais mortais

A cientista diz que a Covid está longe do fim e que a variante Ômicron, altamente mutável, não deverá ser a última.

Há 1 dia 7 de dezembro de 2021

Falta de documentação afasta africanos da vacinação

Sem registro civil, os cidadãos não têm acesso aos serviços de saúde, o que pode inviabilizar o acesso à imunização.

Há 2 dias 7 de dezembro de 2021

Poluição está associada a doenças graves

A Organização Mundial da Saúde estima que cerca de 7 milhões de mortes anuais estejam associadas à poluição do ar.

Há 2 dias 7 de dezembro de 2021

Governo do AM realiza Corrida dos Imunizados

A Corrida com distância de 5 quilômetros acontecerá no dia 8 de dezembro, com largada na Arena da Amazônia.

Há 2 dias 7 de dezembro de 2021