fbpx

segunda, 04 de julho de 2022

O Governo do Amazonas já investiu, durante o período da pandemia de Covid-19 no Estado, R$ 15 milhões no financiamento de projetos para as áreas de ciência, tecnologia e inovação que tragam melhorias à área da Saúde no enfrentamento do novo coronavírus. O financiamento é feito por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), conforme destacou a professora e diretora-presidente do órgão, Márcia Perales, em entrevista ao RealTime1 nesta terça-feira (20).

Segundo Perales, a Fapeam é um braço operacional muito forte da política Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) no Estado.

“Em dezembro de 2019 nós apoiamos a criação do grupo genômico de vigilância em saúde. Foi por meio desse apoio que nós, no momento em que emergi a pandemia, conseguimos fazer o mapeamento do SARS-CoV-2 [novo coronavírus], para que isso fosse o primeiro mapeamento da região norte. Então, já havia uma preocupação anterior na área de genômica, e isso foi importante”, explica a diretora-presidente da Fapeam.

Márcia destaca, ainda, que, ao lado da criação do grupo de estudos genômicos, o financiamento da Fapeam, por meio de dois editais emergenciais lançados, proporcionou o apoio a duas pesquisas específicas voltadas para a Covid-19. “Uma delas foi a Covac Manaus em busca de trazer respostas para algumas pesquisas. Isso precisava ser feito de forma muito rápida, para tentar responder a várias questões”, acrescenta.

Nesse ano, conforme a diretora-presidente, a Fapem investiu R$ 82 milhões em CT&I, por meio de editais lançados em fevereiro e julho.

Reconhecimento

Márcia explica que é a primeira vez que a Fapeam está premiando pesquisadores no Amazonas. Para ela, o reconhecimento pelo empenho às pesquisas científicas e descobertas em apoio ao Amazonas precisa ser feito enquanto o pesquisador ainda está vivo.

“Eu tenho certeza que isso [premiação] deixou a comunidade acadêmica muito feliz. São quatro modalidades, e os primeiros colocados serão indicados pela Fapeam a concorrer a um prêmio nacional, que é o prêmio Nacional do Conselho Nacional das Fundações de Amparo às Pesquisas (Confap). A gente ficou muito feliz em conseguir elaborar esse processo, que com certeza vai ser aprimorado com alguns anos. É preciso valorizar o pesquisador, que às vezes ele já teve uma longa trajetória – há cinco anos ele não é mais o pesquisador que produz tanto, mas já contribuiu tanto para o Estado. Então, é o momento dele ser lembrado. Ou o contrário, é um jovem pesquisador brilhante, que já deu contribuição para o Estado. Eu penso que o reconhecimento público deve ser feito em vida, e esse prêmio é essa oportunidade.

Texto: Isac Sharlon

Veja mais vídeos

Desafio do TikTok deixa buracos gigantes em praias da Flórida

A brincadeira do TikTok instiga aos usuários a responderem ‘o quão fundo você pode cavar?’.

Há 17 minutos 4 de julho de 2022

Novo passaporte brasileiro será obrigatório?

O documento vai contar com tecnologias antifraude. O procedimento e o preço para tirar o documento continua igual, R$ 257,25.

Há 1 hora 4 de julho de 2022

Amazônia tem 13 das 30 cidades mais violentas do Brasil

De acordo com dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, o Pará é o estado que lidera o ranking com 7 cidades.

Há 2 horas 4 de julho de 2022

Companhia aérea da Nova Zelândia vai lançar beliches em classes econômicas

A Air New Zealand promete classe econômica com opção de dormir em camas de verdade durante os voos.

Há 18 horas 3 de julho de 2022

Cigarros Eletrônicos tem mais nicotina que os cigarros tradicionais, dizem especialistas

Um documento elaborado pelo Ministério da Saúde, em conjunto com o Instituto Nacional do Câncer, identificou 21 elementos presentes na fumaça dos vapers.

Há 1 dia 3 de julho de 2022

‘Australopithecus’ australianos têm 1 milhão anos mais velhos do que se pensava

Utilizando uma nova técnica para datar os sedimentos pesquisadores descobriram que os novos fósseis do gênero Australopithecus têm entre 3,4 milhões a 3,6.

Há 1 dia 3 de julho de 2022

Casa de Johnny Cash está à venda por R$ 9,3 milhões

Em 1961, o artista construiu a casa de 418 metros quadrados e desfrutava dela como seu lugar calmo e tranquilo nas montanhas.

Há 1 dia 3 de julho de 2022

Idesam auxilia produtores no acesso ao mercado de bioeconomia

Com o auxilio do Idesam da embalagem à logistica, produtores locais conseguem lançar seus produtos no mercado nacional.

Há 2 dias 2 de julho de 2022

Projeto ‘Raízes da Amazônia’ auxilia comunidades ribeirinhas na autossustentabilidade

O foco da 'Raízes da Amazônia' é tornar as comunidades sustentáveis com a produção de produtosque já existem no local.

Há 2 dias 2 de julho de 2022

Sistema de monitoramento em loja colabora para aumento de vendas no comércio

A tecnologia que reconhece a idade e gênero de compradores pode ser um aliado direto no aumento das vendas diárias.

Há 2 dias 2 de julho de 2022

INDT testa robô que servirá para indústria 4.0

O equipamento do INDT com captura imagens, pode gerenciar a performance e qualidade na produção industrial.

Há 2 dias 2 de julho de 2022

Expo Amazônia Bio & Tic reuniu 11 mil pessoas em três dias de evento

O eventou surpreendeu as expectativas dos organizadores e além do grande público, recebeu represantantes de bancos internacionais .

Há 2 dias 2 de julho de 2022