fbpx

sábado, 29 de janeiro de 2022

Lançada em setembro do ano passado, a cédula de R$200 existe e foi criada sob a justificativa de atender à demanda crescente por dinheiro físico, registrada desde o início da pandemia, segundo o Banco Central (BC). Mas, apesar da circulação de mais de 76,5 milhões da nova versão do papel moeda pelo país, a cédula é considerada rara no comércio amazonense.

Conforme o BC, no início da pandemia da Covid-19 a demanda por papel moeda cresceu expressivamente. Isso ocorreu porque os cidadãos mantiveram reserva de dinheiro; e ainda, devido aos pagamentos de benefícios financeiros, demandando a existência de mais notas físicas.

O BC antecipou encomendas previstas e revisou as projeções de demanda da população por papel moeda. Diante da revisão, o BC encomendou 450 milhões de cédulas de R$200 à Casa da Moeda, que já foram entregues, segundo o banco.

“O BC atuou para que não houvesse falta de numerário e que a população tivesse acesso garantido a bens de consumo básico. Imprimir mais cédulas de R$100 até o volume necessário não se mostrou alternativa factível, pois a capacidade de produção da referida denominação no ano de 2020 estava comprometida”, explicou o BC.

“Optou-se, então, pelo lançamento de uma nova cédula de R$200 com tamanho pré-existente (cédula de R$20), pois não haveria tempo hábil para adaptações no parque fabril da Casa da Moeda nem para fabricação por fornecedor estrangeiro”, completou.

Todos os estados receberam a nota de R$200

De acordo com o BC, as cédulas de R$200 foram distribuídas a todas as representações regionais. O banco informou que não possui levantamento de dados regionais. Até o dia 29 de julho de 2021 o BC registrou 76.564.157 cédulas de R$200 em circulação no Brasil.

A reportagem tentou contato com a representação do BC na região Norte, instalada em Belém (PA) para saber a quantidade de notas de R$200 enviadas ao Amazonas. Mas, a representação disse que não poderia fornecer informações.

“A produção e distribuição das notas seguem o cronograma planejado. O ritmo de utilização da cédula de R$200 vem evoluindo em linha com o esperado, e deverá seguir em emissão ao longo dos próximos exercícios”.

Para o economista Orígenes Martins, a alternativa para a falta de papel moeda em circulação seria a impressão de novas notas de R$100 e de R$50 e não a criação de uma nova cédula com maior valor.

“A Casa da Moeda tem uma das estruturas mais modernas do mundo. Não acredito que tiveram dificuldades estruturais para esse trabalho. Acredito que quiseram criar uma nova cédula com base em uma expectativa monetária para o Brasil, sem sucesso”, comentou.

“A nova nota dificulta o troco e incentiva a falsificação”, completou.   

Texto: Priscila Caldas

Veja mais vídeos

Quadras de escolas de samba terão pontos de vacinação contra Covid

Os postos serão nas quadras de oito escolas de samba do Grupo Especial da capital, no dia 5 de fevereiro.

Há 10 horas 28 de janeiro de 2022

Cetam abre 950 vagas para cursos EAD no Amazonas

As vagas são destinadas aos cursos técnicos em Administração e Guia de Turismo Regional. Os interessados podem se inscrever a partir do dia 5 de fevereiro.

Há 11 horas 28 de janeiro de 2022

Centro de Testagem para Covid do Studio 5 encerra as atividades hoje

O atendimento seguirá ao longo do dia e após às 17h, o serviço deixará de ser oferecido naquele local.

Há 14 horas 28 de janeiro de 2022

Pré-candidato a deputado Federal, Saullo Vianna caminha com Wilson e David

Em entrevista à TV RealTime1, o deputado estadual revelou os planos dele para disputar vaga na Câmara Federal e os bastidores da política local.

Há 15 horas 28 de janeiro de 2022

Após vacinação, mortalidade de internados com Covid no SUS cai 37%

Segundo dados do Sistema de Informações Hospitalares do SUS, a taxa de mortalidade de pacientes internados com Covid em novembro foi de 16,3%, a menor da série histórica.

Há 15 horas 28 de janeiro de 2022

Desemprego recua, mas ainda atinge 12,4 milhões de brasileiros

Apesar do recuo, o rendimento real dos trabalhadores caiu. A queda é de 4,5% frente ao trimestre anterior, para R$ 2.444. É o menor rendimento da série histórica do IBGE.

Há 16 horas 28 de janeiro de 2022

Manaus ainda não está pronta para o 5G, diz Ministério das Comunicações

A capital não consta na lista divulgada pelo Ministério das Comunicações. Para implantar o sistema, são necessárias atualizações tecnológicas e jurídicas locais.

Há 17 horas 28 de janeiro de 2022

Carreta Vacina Amazonas passa a atender o bairro Nova Vitória

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, desde que a ação foi lançada, mais de 23 mil doses foram aplicadas.

Há 19 horas 28 de janeiro de 2022

Amazonas investe R$ 61 milhões em pesquisas e quer popularizar Ciência

O anúncio do investimento foi feito pelo Wilson Lima na tarde desta quinta (27). Na ocasião, Márcia Perales destacou que o Governo tem honrado compromissos com a Ciência.

Há 1 dia 27 de janeiro de 2022

Ministério da Saúde e Anvisa atualizam regras para doação de sangue

De acordo com nota técnica divulgada, quem foi infectado por Covid fica inapto para doação por dez dias após se recuperar da doença.

Há 1 dia 27 de janeiro de 2022

Governo do Amazonas zera fila de cirurgias e consultas em cinco áreas

Antes das ações de intensificação dos procedimentos cirúrgicos na rede estadual de saúde, o tempo de espera era entre oito meses a um ano.

Há 1 dia 27 de janeiro de 2022

5 milhões de m³/dia: consumo de gás natural atinge volume inédito no AM

Volume demandado em 2021 alcançou média de 5,2 milhões de m³/dia, alta de 5,5 % em comparação com o ano de 2020, segundo cálculos da Cigás.

Há 1 dia 27 de janeiro de 2022