fbpx

quarta, 28 de julho de 2021

Wilson Lima desmente fake news sobre aumento de impostos

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

17 de março de 2021

Compartilhe

O governador Wilson Lima (PSC) recorreu às suas redes sociais para desmentir notícias que andam sendo divulgadas sobre um fictício aumento de impostos determinados pelo Governo do Estado. “Usa de má-fé quem diz que vamos aumentar impostos”, postou o governador em sua conta pessoal no Twitter. Segundo o governador, não há a menor possibilidade de aumentar o ICMS sobre os combustíveis. “Não admitirei qualquer medida que penalize nosso povo, especialmente nesse momento tão difícil”, concluiu. O preço dos combustíveis e o impostos incidentes sobre ele têm sido alvo de muita atenção, e até mesmo protestos, nas últimas semanas.

___

VENTO FAVORÁVEL

Wilson Lima, aliás, tem experimentado uma certa calmaria em relação a seu governo no parlamento estadual. Após um fim de ano turbulento, no qual perdeu sua sólida base na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) por conta de conchavos para a eleição de Roberto Cidade (PV) à presidência, tudo indica que a paz entre o Governo do Estado e a maioria dos parlamentares voltou a reinar. Wilker Barreto e Dermilson Chagas, ambos do Podemos de Amazonino, são exceções. Mas o barulho repetitivo dos dois parlamentares nem faz mais eco na Casa.

___

ARTICULAÇÃO NA CMM

O governador também tem buscado se articular com o parlamento municipal, que foi parcialmente renovado pelas eleições 2020. Prova disso é o encontro que realizou com vereadores, nesta terça-feira (16). Segundo Wilson, o objetivo foi ouvir as demandas que os vereadores trazem de diversos segmentos e alinhar ações que beneficiem o povo de Manaus. Analistas avaliam que a aproximação com o parlamento municipal visa à reeleição em 2022.

___

CLIMA DE DESPEDIDA

O deputado estadual Sinésio Campos (PT) lembrou em discurso elogioso na manhã desta quarta-feira (17) que o ex-presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) Josué Neto está cumprindo seus últimos dias como parlamentar. Após também ser citado no discurso de Josué sobre a Lei do Gás, Sinésio aproveitou para fazer mais um afago ao colega e lembrar de sua despedida. “Tenho certeza que vossa excelência jamais se esquece de mim e eu jamais esquecerei de vossa excelência. O parlamento já está sentindo falta de vossa excelência”, disse Sinésio.

___

CONSELHEIRO JOSUÉ

Numa jogada que modificou a Constituição Estadual em minutos, ficou conhecida como a “PEC Miojo” e elegeu Roberto Cidade (PV) presidente da Aleam antes do tempo e, de quebra, indicou um membro do parlamento à vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), Josué Neto obteve unanimidade na indicação. Com a aposentadoria de seu pai, Josué Filho, do cargo de conselheiro no dia 4 de abril, Neto deixa sua vaga de deputado para Tony Medeiros e praticamente “herda” do pai o cobiçado cargo.

___

VAPT VUPT

Durou menos de duas horas a sessão desta quarta-feira (17) na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). Sem muitos sobressaltos, com os deputados que se dispuseram a comparecer à sessão – de forma presencial ou virtual – proferindo seus discursos sem causar muita polêmica, a sessão pareceu apenas cumprir o protocolo. Às 11h, um pouco mais de uma hora e meia após ter sido aberta a sessão, o presidente Roberto Cidade (PV) a declarou encerrada.

___

PERTO DO CHEFE

As especulações de que Eduardo Pazuello cairia nas mãos da Justiça comum ao perder o cargo de ministro não se concretizarão, ao que tudo indica. Como prêmio de consolação pela saída do ministério, Pazuello deve ser nomeado pelo presidente Jair Bolsonaro para o comando da Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos da Presidência. Pazuello manteria, portanto, o foro privilegiado. Há, contudo, um entrave: o atual titular da pasta, Almirante Flávio Augusto Viana Rocha, não tem se mostrado disposto a ceder seu lugar.

___

PORTO DE LENHA

Foi lançado nesta quarta-feira (17), o videoclipe da música “Porto de Lenha”, parceria do cantor Zeca Torres, o Torrinho, com o jornalista e poeta Aldísio Filgueiras. Nesta nova versão da canção que tem mais de 30 anos e se transformou em hino informal da cidade de Manaus, Torrinho é acompanhado pelo grupo vocal carioca Subversos. O videoclipe é mais uma obra resultante do Programa Cultura Criativa – 2020/ Lei Aldir Blanc – Prêmio Feliciano Lana, do Governo do Estado.

Leia mais sobre Política

No Dia do Agricultor, AM destaca investimentos e avanços no setor rural

O Idam, neste dia, ressaltou o compromisso de intensificar ainda mais a presença no campo para assistir os mais de 80 mil agricultores familiares do Amazonas.

28 de julho de 2021

David pede que CMM revogue lei que ‘apaga’ memória de Nestor

Secretaria de Comunicação do município confirmou que o prefeito vai encaminhar um projeto pedindo para revogar a lei que trocou o nome de praça que homenageia líder negro.

28 de julho de 2021

Polêmico ‘PL da Grilagem’ é desafio pós-recesso para Bosco Saraiva

O projeto de Lei nº 2633 tramita desde 2019 na Câmara dos Deputados, mas enfrenta crítica dentro e fora do mundo político por facilitar a grilagem de terras.

28 de julho de 2021

No Dia do Agricultor, Governo Federal usa imagem de caçador para homenagem

A imagem escolhida para publicação do Dia do Agricultor nas redes sociais da @SecomVC, do Governo Federal, recebeu um enxurrada de críticas e foi considerada um 'absurdo'.

28 de julho de 2021

Bolsonaro oficializa mudanças no ministério com Centrão na Casa Civil

Com Ciro Nogueira na Casa Civil, presidente devolve o Centrão à cozinha do Palácio do Planalto, com poder para liberar verbas públicas e fazer nomeações.

28 de julho de 2021

Parecer da Câmara indica que Bolsonaro mentiu sobre teto mínimo do Fundão

O parecer foi solicitado pelo deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) e é assinado pelo consultor da Câmara com base em duas leis sobre o assunto.

28 de julho de 2021

Bolsonaro ignora Mourão e Lula procura por vice para ‘dormir tranquilo’

A relação azeda entre Bolsonaro e Hamilton Mourão coloca a vaga de vice-presidente à disposição na tentativa de reeleição em 2022.

28 de julho de 2021

11 gestores e ex-gestores do Estado terão contas julgadas nesta quarta

Das prestações de contas a serem julgadas, estão em pauta a do então defensor público-geral do estado em 2019, Antônio Cavalcante Júnior.

28 de julho de 2021