fbpx

segunda, 08 de agosto de 2022

TSE julga na próxima sexta-feira o último recurso de ‘Adailzinho’

Em março deste ano, a corte regional rejeitou recurso de Adail Filho e manteve a cassação. Se o TSE recusar o recurso dele, novas eleições serão realizadas em novembro.

17 de setembro de 2021

Compartilhe

Com Adailzinho cassado, a presidente da Câmara Municipal de Coari, Jeany Pinheiro (PP), assumiu a Prefeitura de Coari. (Foto: Divulgação)

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vai analisar, na próxima sexta-feira(24), um recurso da defesa do prefeito afastado de Coari, Adail Filho (Progressistas), contra a decisão da Corte que confirmou a cassação da chapa de Adail decidida pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM).

Em março deste ano, a corte regional rejeitou recurso de Adail e manteve a cassação. Se o TSE recusar o recurso de Pinheiro, novas eleições serão realizadas em novembro. O prazo é de 40 dias para a realização de eleições.

O agravo regimental pedido pela defesa pretende derrubar uma decisão monocrática do relator do caso no TSE, que confirmou o entendimento do TRE pela cassação do registro de “Adailzinho”. O relator da matéria no TSE é o ministro Carlos Horbach, que substituiu o relator anterior que deu a primeira decisão, mas cujo mandato terminou em maio.

A presidente da Câmara Municipal de Coari, Jeany Pinheiro (PP), assumiu interinamente a chefia da Prefeitura Municipal de Coari desde o início de janeiro.

Em dezembro do ano passado, os sete desembargadores que compõem o pleno do TRE decidiram invalidar o registro de campanha. O julgamento chegou a ser adiado por três vezes por causa de pedidos de vistas do desembargador substituto Elci Simões e do então vice-presidente do tribunal, desembargador Jorge Lins, por motivo de “foro intimo”.

Os desembargadores entenderam que a eleição de Adail Filho em 2020 corresponderia a um terceiro mandato seguido de um mesmo núcleo familiar, uma vez que antes dele, o pai, Adail Filho, havia sido o prefeito da cidade. Como a reeleição só permite uma recondução, os desembargadores cassaram o registro de candidatura de Adailzinho.

Texto: Jefferson Ramos

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Wilson Lima se reúne com agricultores no Ramal do Brasileirinho

Governador conversou com cerca de 1 mil agricultores do ramal do Brasileirinho, na zona rural de Manaus, onde ouviu demandas do setor primário do Estado.

7 de agosto de 2022

Multidão invade ruas de Maués em apoio à comitiva do PSD e aliados

A comitiva percorreu ruas do município e foi seguida por uma multidão de apoiadores que prestigiaram o lançamento da candidatura de Sidney Leite à reeleição na Câmara.

7 de agosto de 2022

Bolsonaro paga R$ 89 milhões em campanhas que elogiam sua gestão

Três campanhas institucionais são as mais caras pagas pelo Governo Bolsonaro. 60% do valor gasto até o momento é com ênfase nas redes sociais.

7 de agosto de 2022

Campanha de Lula quer Petrobras fora de privatização e ações da Eletrobras

Proposta da campanha de Lula inclui ainda a fusão da Petrobras com a Eletrobras criando uma estatal da energia. Assessores veem erros nas privatizações de Bolsonaro.

7 de agosto de 2022

Ambev pode sair do Amazonas e causar desemprego, alerta senador

Omar Aziz alertou que decretos de redução do IPI de concentrados ameaçam empregos em Maués, pois a Ambev, que compra guaraná do município; pode sair do Amazonas.

7 de agosto de 2022

Michelle Bolsonaro diz em culto que Planalto já foi ‘consagrado a demônios’

Michelle Bolsonaro reforça aspecto evangélico da campanha de Bolsonaro e tenta diminuir rejeição do presidente junto ao eleitorado das mulheres.

7 de agosto de 2022

1º debate com candidatos ao Governo do AM acontece neste domingo

Band Amazonas mantém tradição com debate e com o formato, anunciando o fim do botão de tempo que era administrado pelos próprios candidatos.

7 de agosto de 2022

Mais de 23 milhões de eleitores estão aptos a votar voluntariamente

A Constituição Federal estabelece o voto facultativo, ou seja, opcional, para os jovens de 16 e 17 anos de idade; pessoas com 70 anos ou mais e também para analfabetos.

7 de agosto de 2022