fbpx

sexta, 25 de junho de 2021

Reforma tributária fatiada é um problema, afirmam deputados

Serafim Corrêa e Marcelo Ramos avaliam que é difícil governo emplacar mudanças no sistema tributário nacional sem apresentar as fatias que precisarão ser votadas no Congresso

9 de maio de 2021

Compartilhe

Reforma Tributária fatiada é a estratégia governista para mudar o sistema nacional de impostos. (Foto: Reprodução)

O deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) considera um erro da Câmara Federal aceitar a posição do ministro da Economia, Paulo Guedes, de fazer uma reforma tributária fatiada.

A reforma tem que ser sistêmica, ter um arcabouço e, a partir daí, ir implantando em etapas, defende Serafim. “Ela tem que ser lógica , racional, mas o que ele tá propondo é resolver a questão de caixa do governo federal e jogar prefeitos e governadores aos leões”, avalia o deputado.

Na visão do deputado, auditor fiscal aposentado da Receita Federal, o ministro tem dificuldades para entender que o Brasil é uma federação formada pela União, Estados e municípios e que a União não vive sem os outros entes. “É preciso que os três entes estejam em sintonia e de acordo, ai quanto a implantação ser feita progressivamente é outro departamento “, afirmku.

Para o vice-presidente da Câmara Federal, deputado Marcelo Ramos (PL), a reforma não sairá neste governo por total falta de interesse do ministro da Economia, Paulo Guedes. “Passados dois anos deste governo, até hoje ele não enviou para o congresso nacional as fatias que ele quer votar”, disse, acrecentando que este tema não entrará na pauta do segundo semestre e a situação ficará pior em 2022, quando teremos eleições gerais.

Sobre os dois projetos que já estão na câmara, o que unifica PIS e Confins e o que veio do relatório da PEC 45, feito pelo deputado Agnaldo Ribeiro (PL-SP), Marcelo Ramos avalia que são ruins e comprometem a competitividade de diversos setores da economia brasileira.

Texto: Gerson Severo Dantas

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Especialistas em Saúde são contrários, mas Alemão quer comércio 100% aberto

Empresário e parlamentar, William Alemão afirma que maioria das pessoas dos grupos de risco para a Covid-19 está imunizada e que cenário é ideal para flexibilizar medidas.

25 de junho de 2021

Agenda antiambiental de Bolsonaro pode prejudicar Zona Franca de Manaus

A transgressão de compromissos internacionais para a preservação da floresta amazônica pode acarretar boicotes a produtos brasileiros em outros países.

25 de junho de 2021

Maioria do STF impede convocação de governadores pela CPI da Covid

Os ministros seguem decisão individual da ministra Rosa Weber, que suspendeu as convocações de governadores determinadas pela CPI da Pandemia.

24 de junho de 2021

Por ordem de Alexandre de Moraes, Daniel Silveira é preso novamente

O ministro do STF alega em sua decisão que Daniel Silveira violou mais de 30 vezes as regras da prisão domiciliar que o deputado está cumprindo desde o início do ano.

24 de junho de 2021

Câmara autoriza candidatura de gestor multado por conta irregular

A lei aprovada por 345 favoráveis, 98 contrários e quatro abstenções, libera para concorrer os gestores que foram punidos apenas com multa. A matéria segue para o Senado.

24 de junho de 2021

Irmãos bolsonaristas prometem ‘bomba’ na CPI para derrubar República

Além de revelar que possuem informações quentes do Governo Federal, os irmãos Miranda pediram segurança à CPI após intimidação de Onix Lorenzoni.

24 de junho de 2021

Filipe Martins ganha liminar para ficar calado em depoimento na CPI

Assessor Internacional da Presidência da República será ouvido para esclarecer a presença dele na reunião com representantes da Pfizer, em novembro, para a compra de vacinas.

24 de junho de 2021

Luis Miranda pede prisão de Onyx Lorenzoni e Elcio Franco à CPI

O deputado federal encaminhou um ofício ao presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz, no qual afirma que Onyx e Élcio estariam buscando coagi-lo antes do seu depoimento.

24 de junho de 2021