fbpx

quarta, 26 de janeiro de 2022

Presidente chama relatório da CPI de ‘palhaçada’ e vê perseguição

O presidente Bolsonaro, que chegou em Manaus ontem, ainda disse que conteúdo do relatório final da CPI da Covid é péssimo para a imagem do Brasil no exterior.

27 de outubro de 2021

Compartilhe

Sem base científica, o presidente ainda disse que os obesos e 'apavorados' foram as maiores vítimas da pandemia (Foto: Divulgação)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) classificou, nesta quarta-feira (27), os quase seis meses de investigação da Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid-19 Senado como uma “palhaçada” e disse que o relatório apresentado foi usado pelo relator, senador Renan Calheiros (MDB/AL), como uma vingança.

O documento foi aprovado nesta terça-feira (26) por 7 votos contra 4 e acusa Bolsonaro pela prática de nove crimes. Outros nomes foram indiciados pelos senadores e a investigação deve seguir pelos órgãos competentes a partir de agora.

Em Manaus, onde cumpre agenda hoje, Bolsonaro questionou o que o grupo majoritário da CPI da Covid teria feito de forma efetiva pela economia do país, alegando que o trabalho da comissão deixa a imagem do Brasil “péssima” no exterior.

“O que essa CPI fez de vantajoso para o país? O que os senadores do G7 fizeram em 2020? Se eles sabiam de tudo, por que não procuraram o presidente. Ficaram em casa de férias?”, questionou o presidente.

Bolsonaro insistiu na defesa da autonomia médica para a prescrição de medicamentos sem eficácia comprovada no tratamento da Covid-19 e justificou que o seu governo se baseou nessa independência dos profissionais para enfrentar a pandemia.

Ainda segundo o presidente, que citou a Food and Drug Administration, agência que regulamenta o uso de medicamentos nos EUA, as maiores vítimas da pandemia foram os obesos e os “apavorados”.

Relatório aprovado

Nesta terça-feira (26), a CPI encerrou os trabalhos com a aprovação do relatório final pede o indiciamento do presidente por nove crimes, entre os quais os de charlatanismo e prevaricação. A lista inclui, ainda, crimes contra a humanidade (extermínio, perseguição e outros atos desumanos), arrolados no Tratado de Roma, do qual o Brasil é signatário.

A CPI também pediu punição a Bolsonaro por crimes de responsabilidade, pelos quais um governante pode sofrer processo de impeachment.

Texto: Jefferson Ramos

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Silas Câmara busca líderes evangélicos para fortalecer Republicanos

Partido tem poucos nomes competitivos para alcançar o quociente eleitoral que garante a reeleição do deputado Silas Câmara, um dos líderes da bancada evangélica na Câmara.

26 de janeiro de 2022

Senador Randolfe Rodrigues é diagnosticado com Covid-19

Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que foi vice-presidente da CPI da Pandemia, informou pelo Twitter que está sem sintomas. O parlamentar aproveitou e agradeceu vacina.

26 de janeiro de 2022

TCU quer descobrir quanto Moro recebeu de consultoria e divide campanha

Participação na Alvarez & Marsal como empregado gerou processo do TCU que cobra o salário recebido por Moro à época, após julgar e condenar empresas clientes da consultoria.

26 de janeiro de 2022

MPF recomenda cassar títulos ‘honoris causa’ para Médici e Costa e Silva

MPF quer que homenagens a ex-ditadores sejam revogadas em universidade como sugere a Comissão da Verdade em seu relatório final entregue em 2014.

26 de janeiro de 2022

Reviravoltas e confirmações fortalecem chapa do Avante para Câmara

Partido do prefeito David Almeida, Avante tem praticamente fechada a lista dos candidatos que disputarão uma vaga na Câmara Federal na acirrada eleição de outubro deste ano.

25 de janeiro de 2022

Wilson Lima entrega itens para agricultores e promete novo terminal pesqueiro

O governador entregou mais de 16 mil sementes, kits para seringueiros e serrarias portáteis. Durante a entrega Wilson Lima prometeu construir o novo terminal pesqueiro.

25 de janeiro de 2022

Amazonino Mendes anuncia que testou positivo para o novo coronavírus

Ex-govenador e pré-candidato nas eleições deste ano, Amazonino Mendes informou que está com Covid-19 e já iniciou o período de isolamento social sob orientação médica.

25 de janeiro de 2022

Guru do governo Bolsonaro, Olavo de Carvalho morre nos Estados Unidos

Escritor e ex-astrólogo, Olavo de Carvalho foi classificado pelo presidente Jair Bolsonaro como "farol para milhões de brasileiros". A morte foi anunciada pela família.

25 de janeiro de 2022