fbpx

quarta, 08 de dezembro de 2021

PGR investiga Bolsonaro e Pazuello deve responder por improbidade

Na manhã desta sexta-feira (2), a PGR abriu inquérito contra Jair Bolsonaro por prevaricação na compra da Covaxin. Já Eduardo Pazuello vai à Justiça por improbidade.

2 de julho de 2021

Compartilhe

Bolsonaro e Pazuello são acusados de ter conduzido erroneamente o país na pandemia (Foto: Reprodução)

A manhã desta sexta-feira (2) começou conturbada para o governo federal, após a Procuradoria Geral da República (PGR) abrir um inquérito contra Jair Bolsonaro (sem partido) por prevaricação e o Ministério Público Federal (MPF) enviar à Justiça uma ação de improbidade administrativa contra o ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

A investigação na PGR contra o presidente foi intimada pela ministra do STF, Rosa Weber, que pediu para que o órgão voltasse a se manifestar sobre a notícia-crime protocolada no órgão pelos senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Jorge Kajuru (Podemos-GO) e Fabio Contarato (Rede-ES) na última segunda-feira (28), no caso do suposto esquema de corrupção na negociação para a compra de vacinas Covaxin sob intermediação da Precisa.

Em um primeiro parecer, apresentado na terça-feira (29), o vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques de Medeiros, pediu a Rosa Weber para aguardar a conclusão das investigações da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, no Senado, antes de abrir a apuração na esfera judicial. O argumento foi o de que seria “precoce” e desnecessário conduzir investigações concorrentes sobre os mesmos fatos.

Entretanto, a ministra justificou que “não há no texto constitucional ou na legislação de regência qualquer disposição prevendo a suspensão temporária de procedimentos investigatórios correlatos ao objeto da CPI”.

Pazuello causou danos ao erário

Já o ex-ministro da Saúde, segundo o MPF, deve responder pelo ação de improbidade administrativa por danos causados ao patrimônio público e violação aos princípios da administração.

A ação aponta quase R$ 122 milhões de dano ao erário e pede o ressarcimento integral do prejuízo mais pagamento de multa de até duas vezes o valor do dano e a perda dos direitos políticos de cinco a oito anos. O processo tramita, provisoriamente, em segredo de justiça por conter documentos protegidos por sigilo legal.

Com informações da Uol e da Revista Fórum

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Câmara aprova convite a general Heleno para explicar garimpo na Amazônia

O convite ao general Heleno vem depois que jornal revelou que ele liberou garimpo em terras indígenas ainda intocadas no interior na região de São Gabriel da Cachoeira.

8 de dezembro de 2021

Pesquisa coloca Lula na primeira colocação no primeiro turno

De acordo com a pesquisa da Genial/Quaest, o ex-presidente Lula tem 46% das intenções de votos, bem próximo de ganhar a eleição já no primeiro turno.

8 de dezembro de 2021

MDB lança Simone Tebet para concorrer à Presidência da República

Senadora pelo Mato Grosso, Simone Tebet fez um discurso criticando o governo de Jair Bolsonaro e enfatizando a necessidade de atenção aos mais vulneráveis do País.

8 de dezembro de 2021

Anulação da licença do Linhão Manaus-Boa Vista é pedida à Justiça

Falta de acordo para o pagamento de compensações aos Waimiris-Atroaris é apontado pelo Ministério Público Federal como grave violação das regras ambientais.

8 de dezembro de 2021

Telefonia na região Norte é tema de audiência na Câmara Federal

Autor do pedido de audiência, o deputado Pablo Oliva diz que precariedade do serviço de telefonia na região deixa as populações em situação de vulnerabilidade social.

8 de dezembro de 2021

Bolsonaro edita MP que cria benefício extraordinário para os pobres

Medida Provisória formaliza o pagamento do Auxílio Brasil já neste mês de dezembro e abre a possibilidade de prorrogação do programa até dezembro do próximo ano.

8 de dezembro de 2021

PEC dos Precatórios será promulgada de forma fatiada nesta quarta

Proposta de Emenda Constitucional dos Precatórios vai possibilitar que o governo de Jair Bolsonaro possa viabilizar o programa Auxílio Brasil, que substituirá o Bolsa Família

8 de dezembro de 2021

Wilson Lima entrega R$ 200 mil a associações do setor social de Carauari

Ação ocorreu durante início da distribuição do Auxílio Estadual permanente, no Ceti Professor Pedro Alves da Silva. Mais de 900 pessoas devem ser beneficiadas com o repasse.

7 de dezembro de 2021