fbpx

sábado, 08 de maio de 2021

PDT espera diretiva nacional, mas prioriza candidatura de Hissa Abraão

Um dos mais tradicionais partidos de esquerda terá Ciro Gomes como candidato à Presidência da República, mas ainda não definiu políticas de alianças.

6 de abril de 2021

Compartilhe

Aliado de Ricardo Nicolau em 2020, partido de Hissa Abraão fracassou na eleição em Manaus (Foto: Divulgação)

O presidente do Diretório Municipal do PDT, Afrânio Barão, revelou, na segunda-feira (5), que o partido espera as definições da Executiva Nacional para a formação de alianças no Amazonas, mas já tem definida a candidatura do ex-deputado federal e ex-prefeito de Manaus, Hissa Abraão, à Câmara Federal. “Temos um candidato a presidente (Ciro Gomes) que precisará de um palanque no Amazonas, por isso vamos esperar a definição que virá da Nacional”, explicou .

De acordo com Afrânio, as definições vão empurrar as articulações para o segundo semestre, quando o quadro partidário estará mais claro. Ele lembra que o PDT está organizado em todos os municípios do Amazonas e que a candidatura de Hissa será a prioridade. O RealTime1 procurou Hissa Abraão, presidente do Diretório Estadual do PDT, para falar sobre eleições e alianças, mas ele não respondeu as questões formuladas ao longo de duas semanas.

Nas últimas eleições, as alianças do PDT mudaram bastante, mas os resultados seguiram modestos, apesar de ter conquistado o governo do estado, em 2017, na eleição que escolheu Amazonino Mendes para completar o mandato de José Melo, cassado por corrupção.

Em 2020, o partido abriu mão da anunciada candidatura de Hissa para o cargo de prefeito de Manaus e apoiou Ricardo Nicolau (PSD), quarto colocado com 118.289 mil votos (12,29%).

Na eleição proporcional o partido registrou minúsculos 0,97% dos votos para o cargo de vereador, número superior apenas aos dados a PSD, Novo, Rede e PSTU. Os votos também foram insuficientes para conquistar uma vaga na Casa, onde o PDT teve cadeiras cativas com Francisco Praciano, Leonel Feitoza, Mário Frota e Paulo De Carli.

Na tentativa de Amazonino conquistar um mandato pleno pelo partido em 2018, o PDT foi para a campanha rachado ao meio. As correntes internas se dividiram entre Amazonino, um estranho no ninho que já havia passado por oito partidos antes de chegar ao PDT, sob as bençãos de Stones Machado e Dermilson Chagas, e Hissa Abraão, candidato ao Senado Federal, hostilizado publicamente por Amazonino, que pregava voto em Alfredo Nascimento. Em 2016, Hissa foi candidato a prefeito numa coligação com o PSDC. Ficou em sexto lugar com 27 mil votos.

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Codajás recebe quase R$ 400 mil em projetos de crédito rural do Governo

Os valores foram destinados para pesca artesanal (R$301.656,85) e agricultura familiar (R$96.288,00), sendo financiados pela Agência de Fomento do Amazonas (Afeam).

7 de maio de 2021

Pacheco escreve a embaixador chinês e fala em ‘relação construtiva’

O presidente do Senado finaliza a carta convidando Yang Wanming para uma visita à Casa Legislativa assim que as condições pandêmicas tornarem o encontro favorável.

7 de maio de 2021

Auxílio Enchente começa a ser pago em Anamã pelo governador Wilson Lima

Operação Enchente leva ajuda humanitária, água potável e ações nas áreas social, de saúde e de fomento aos municípios em Situação de Emergência.

7 de maio de 2021

Gasolina do Cotão dos 24 deputados estaduais enche 300 tanques

No período em que a presença física nas sessões é facultativa, dois dos 24 deputados consumiram gasolina suficiente para ir e voltar sete vezes a Boca do Acre.

7 de maio de 2021

Carlos Almeida não deve ser ouvido pela CPI da Covid no Senado

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

7 de maio de 2021

Vereadores gastam R$ 272 mil com assessoria e divulgação

O vereador campeão nesse gasto foi Ivo Neto (Patriota), que utilizou R$ 19.800 nessas atividades. No entanto, assessoria não evitou que ele apresentasse um projeto repetido.

7 de maio de 2021

Não vai ter ‘pizza’: para 38% dos brasileiros, CPI atingirá objetivos

Segundo levantamento EXAME/IDEIA, 38% acreditam que a CPI vai apontar culpados pelas falhas no combate à pandemia, aumentar o ritmo da vacinação e a elevar valor do auxílio.

7 de maio de 2021

Mourão diz que Pazuello foi ‘risco’ à Saúde e o quer em ‘traje civil’ na CPI

Para o vice-presidente, decisão em colocar o general Pazuello à frente do Ministério foi um risco e que ser general 'da ativa ou reserva' não o impede de ir ao Senado depor.

7 de maio de 2021