fbpx

terça, 20 de abril de 2021

Ministério da Saúde tem um sério problema com registro de datas

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

1 de março de 2021

Compartilhe

O descumprimento da data de 22 de fevereiro como o início da vacinação dos maiores de 50 anos no Amazonas foi só mais um dos problemas que o Ministério da Saúde (MS) tem apresentado com datas. O maior deles – e esse envolvendo a Justiça – é a data em que o ministério tomou conhecimento sobre o então iminente colapso de oxigênio no Amazonas. Ao Supremo Tribunal Federal (STF), o Ministério da Saúde tem apresentado várias datas diferentes, demonstrando imprecisão sobre um assunto tão sério, que custou várias vidas no Amazonas.

___

PIADA DE MAU GOSTO

A nova data apresentada aos STF pelo número dois do MS, coronel Élcio Franco, é uma piada de mau gosto. Segundo o coronel e secretário-executivo da pasta, o ministério só tomou conhecimento do problema do colapso do oxigênio no Amazonas no dia 17 de janeiro. Acontece que os piores dias da crise, em que faltou oxigênio em diversos hospitais e demais unidades de saúde na capital, foram 14 e 15 de janeiro. Fica difícil de acreditar que, com óbitos acontecendo e o caos instalado, o MS só foi tomar conhecimento dois dias depois.

___

JÁ MUDOU VÁRIAS VEZES

A fatídica data em que o MS ficou sabendo que o Amazonas passaria por um problema gravíssimo com o fornecimento de oxigênio já mudou várias vezes. O próprio ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, já afirmou em entrevista coletiva que tomou conhecimento em 8 de janeiro, data que coincide com um e-mail enviado pela empresa White Martins comunicando o iminente colapso. Depois, ao STF, o ministro anunciou que teria sido informado do problema somente no dia 10 de janeiro.

___

VANESSA NA ‘VAZA JATO

Em mais uma revelação de mensagens entre os procuradores da operação Lava Jato em Curitiba, foi tornado de conhecimento público que o procurador Deltan Dallagnol comemorou a derrota da então senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) em 2018. Vanessa tentava se eleger ao cargo de senadora. Nas redes sociais, Vanessa afirmou que foi uma das vítimas da “farsa e da mentira” armada pela força-tarefa da Lava Jato. A ex-senadora afirmou também que a Lava Jato nunca objetivou o combate à corrupção.

___

PRESSÃO CONTINUA

Os proprietários de academias, únicos contemplados com medida de flexibilização no novo decreto publicado pelo Governo do Estado que começou a vigorar nesta segunda-feira (1º), não ficaram satisfeitos com a deferência. O funcionamento autorizado das 6h às 11h não agradou os empresários do ramo. Se recusando a abrir seus estabelecimentos neste horário, os empresários alegam que a quantidade reduzida de horas causaria aglomeração nas academias. A pressão continua por um horário mais estendido.

___

COMEMORAÇÃO DISCRETA

Sem ter muito o que comemorar, o aniversário de 54 anos da Zona Franca de Manaus (ZFM) foi um dos menos celebrados da existência do modelo. Muitos dos parlamentares da bancada federal do Amazonas seguiram essa tendência e nem lembraram de citar a data em suas redes sociais. Apenas o senador Eduardo Braga (MDB) e os deputados federais Marcelo Ramos (PL), Silas Câmara (Republicanos) e Delegado Pablo (PSL) fizeram postagens no Facebook, por exemplo, lembrando a data comemorativa.

___

APOIO A PUGA

Um grupo de professores da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) ligado a partidos de esquerda vai lançar na quarta-feira (3) uma carta de apoio à candidatura do atual reitor Sylvio Puga, que concorre à reeleição. O apoio tem base no entendimento de que o atual reitor não é exatamente de esquerda, mas tem compromisso com a universidade. Segundo os professores, o mesmo não ocorre com as demais candidaturas.

___

‘DELESSÁRIOS’

A Defensoria Pública do Amazonas (DPE-AM) enviou uma representação ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) solicitando que aproximadamente 73 servidores da Polícia Civil – que foram transformados em delegados por meio de leis de 2004 e ficaram conhecidos como “delessários” – sejam aproveitados na segurança pública como autoridades policiais. Na última sexta-feira (26), a conselheira do TCE, Yara Lins, reuniu-se com representantes dos delegados, interlocutores do Governo do Estado e com a defensoria para avaliar o pedido.

___

DEL GIGLIO COM COVID

O secretário de Estado de Fazenda, Alex Del Giglio, é o mais novo membro do primeiro escalão do Governo do Estado a ser infectado com a Covid-19. O secretário tomou conhecimento da infecção por meio de uma testagem realizada na manhã desta segunda-feira (1º). Del Giglio não está internado e deve iniciar o tratamento em casa.

Leia mais sobre Política

Crítico de Bolsonaro, Mandetta será o primeiro a ser ouvido na CPI

Sugestão foi feita pelo virtual presidente da comissão, o senador Omar Aziz, que trabalha para ouvir o ex-ministro da Saúde já na primeira sessão de trabalho da CPI.

19 de abril de 2021

Plano de trabalho prevê convite a Guedes e ex-ministros da Saúde

Versão inicial do plano ainda será discutido na sessão de instalação da CPI, o que só deve acontecer na quinta-feira ou na terça-feira da semana seguinte.

19 de abril de 2021

Vestindo carapuça, vereador Sassá promete blindar gazeteiros da Câmara

Magoado com fala de Glória Carrate sobre vereadores que fingem estar on-line durante sessões híbridas, Sassá da Construção convocou colegas a se blindarem contra denúncias.

19 de abril de 2021

Wilson Lima prepara pacote de ações para o segundo semestre

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

19 de abril de 2021

Vereador notifica Instituto Municipal de Mobilidade Urbana por falta de ônibus

Além de notificação verbal, Jaildo Oliveira prometeu formalizar pedido para que o diretor-presidente do IMMU apresente um relatório sobre os primeiros 100 dias de gestão.

19 de abril de 2021

Assembleia vota concessão de auxílio emergencial para três setores

A proposta prevê o pagamento de um auxílio de R$ 200, em três parcelas, já tramita em regime de urgência na ALEAM e beneficiará trabalhadores do esporte, turismo e cultura.

19 de abril de 2021

‘Manaus vacina hoje 59,02% a menos do que poderia’, alerta Amon Mandel

Segundo Amon Mandel, número de pessoas vacinadas por dia pela Secretaria Municipal de Saúde, que no dia 8 de fevereiro chegou a 15 mil, gira hoje em torno de 5 mil a 6 mil.

19 de abril de 2021

Justiça Federal manda pagar R$ 703 mi em precatórios durante pandemia

Valor corresponde a dívidas que órgãos públicos federais tinham com cidadãos de todos os municípios do Amazonas e cujo valor eram considerados de pequeno porte.

19 de abril de 2021