fbpx

quinta, 23 de setembro de 2021

Manacapuru: vereador que entrou sem máscara em escola pode perder o mandato

O vereador Gerson D'Angelo é acusado por desacato ao funcionário público após entrar em uma escola sem usar máscara, item obrigatório por lei no município.

29 de maio de 2021

Compartilhe

O vereador é primo do atual prefeito de Manacapuru Beto D'angelo (Foto: reprodução)

O Ministério Público do Amazonas (MPAM) instaurou Procedimento Preparatório para coletar elementos de prova referentes à suposta conduta do vereador Gerson D’Angelo (Republicanos), primo do prefeito Beto D’angelo (Republicanos) nas dependências da Escola Municipal Zoraida Ribeiro Alexandre.

Na terça-feira (25), o vereador tentou entrar sem máscara na unidade de ensino, onde provisóriamente está ocorrendo as sessões plenárias da Câmara Municipal de Manacapuru, no auditório, D’angelo foi advertido pelo gestor da escola, Jackson Azevedo Souza, que teve como resposta xingamentos do parlamentar e chamou a Polícia Militar.

A PM paralisou as atividades do parlamento para questionar o vereador acerca do desacato ao funcionário público, mas a presidência da casa pediu que os agentes se retirassem do local. A Promotora de Justiça Tânia Maria de Azevedo recebeu a notícia e caso sejam confirmados, os fatos levados ao conhecimento do Ministério Público constituem ato de quebra de decoro parlamentar, passível de representação do Ministério Público à Câmara Municipal para as providências cabíveis.

“O Professor Jackson foi ouvido e informou que o Vereador estaria exigindo da Secretaria Municipal de Educação, que ele fosse afastado de suas funções. As testemunhas são servidoras da prefeitura e também estariam sendo ameaçadas de exoneração, caso testemunhem em favor do professor. Ao tomarmos conhecimento disso, instauramos o procedimento, a fim de que tudo seja investigado”, relatou a Promotora de Justiça.

O Secretário de Educação foi intimado a prestar informações e advertido no sentido de se abster de qualquer retaliação ou afastamento quanto ao professor e às testemunhas a serem intimadas para prestar depoimento, sob pena de responsabilização penal, civil e administrativa. As testemunhas também foram intimadas a prestar declarações, sendo, ainda, alertadas de que devem comunicar imediatamente ao Ministério Público qualquer tipo de ameaça, perseguição ou retaliação.

Com informasções MP-AM

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Senado aprova mudanças na regra eleitoral e na posse presidencial; entenda!

Volta das coligações, defendida pelos deputados, foi barrada no Senado Federal durante votação nesta quarta-feira (22); parte das mudanças vale a partir de 2022.

22 de setembro de 2021

Omar Aziz critica Câmara por abrir processo contra Luís Miranda

Deputado que, ao lado do irmão Luís Ricardo, revelou o caso Covaxin terá de responder a processo de cassação na Comissão de Ética da Câmara Federal.

22 de setembro de 2021

Ministério usou dados da Prevent sem autorização, diz executivo

Em ao menos dois casos, Pedro Benedito Batista Júnior negou que dados usados pelo Ministério da Saúde tenham sido autorizados pela empresa Prevent Senior.

22 de setembro de 2021

Depois de se esquivar sobre o ‘puxadinho’ da CMM, Carpê cobra holofotes

Depois de ter visto a repercussão negativa sobre o 'puxadinho', o vereador resolveu se posicionar e passou a criticar a postura dos demais colegas que aprovam a obra.

22 de setembro de 2021

Amazonas Energia cobra duas bandeiras tarifárias em conta, diz Sinésio

Presidente da Aleam e deputados pregam acatar decisão da Justiça de suspender a CPI e depois criar uma nova ; mas Sinésio Campos é contrário à saída.

22 de setembro de 2021

Executivo da Prevent Senior passa a ser investigado pela CPI da Covid

Os senadores apresentaram provas, encaminhadas à comissão com denúncias de médicos e pacientes, comprovando a prescrição do chamado tratamento precoce na Prevent.

22 de setembro de 2021

Prevent falsificava dados sobre mortes de pacientes por Covid-19

O senador Humberto Costa (PT/PE), que e médico, foi quem revelou documentos mostrando que a Prevent adotava este procedimento para mascarar os dados de mortes por Covid.

22 de setembro de 2021

Bolsonaro cancela agenda após Anvisa recomendar quarentena

Agência determinou que o presidente e os integrantes da comitiva que tiveram contato com o ministro Marcelo Queiroga, que está com Covid, fiquem em isolamento.

22 de setembro de 2021