fbpx

sábado, 23 de outubro de 2021

Impeachment de Moraes: Plínio é a favor, Omar e Braga são contra

Pedido de impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes foi apresentado ao Senado, na última sexta-feira (20), pelo presidente Jair Bolsonaro.

25 de agosto de 2021

Compartilhe

Plínio Valério defendeu o impeachment de Moraes, Omar pediu o arquivamento e Braga deve seguir orientação do partido para votar contra (Foto: Reprodução)

A bancada do Amazonas no Senado Federal está dividida em relação a um eventual pedido de impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes apresentado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O pedido está na mesa do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM/MG), que sinalizou a intenção de não colocá-lo em pauta.

O tucano Plínio Valério (PSDB) afirmou que é favorável ao pedido de impeachment e defendeu a legitimidade de Bolsonaro para pedir, o que ele próprio já havia feito em relação a outros ministros do STF.

“São mais de 17 pedidos de impeachment contra ministros. Eu já apresentei um contra o Gilmar (Mendes), o (grupo) Muda Senado já pediu, então chegou a hora de votarmos essa questão”, disse Plínio Valério.

Presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid-19, o senador Omar Aziz (PSD) considerou o pedido como algo “esdrúxulo”, desprovido de qualquer sentido e pediu que Rodrigo Pacheco o arquive imediatamente.

“Quanto mais rápido Vossa Excelência [Pacheco] tomar essa decisão, será mais um problema que a gente ultrapassa e que sai da mídia”, pontuou Omar Aziz.

Eduardo Braga (MDB) não se manifestou sobre o eventual processo, mas suas posições sinalizam que ele votaria contra Bolsonaro na questão do impeachment de Alexandre de Moraes, um ministro que foi indicado na gestão do emedebista Michel Temer, ex-presidente que ainda exerce muita influência nas bancadas do partido no Senado e na Câmara Federal.

Texto: Gerson Severo Dantas

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Após viagens na pandemia e diagnóstico de Covid-19, Assis volta à CMM

Vereador chamava a atenção de pessoas por aglomerações e o não uso de máscara, mas na Pandemia emendou duas viagens seguidas em agosto e voltou pra Manaus com Covid-19.

22 de outubro de 2021

Ex-ministro Esteves Colnago assumirá Secretaria de Tesouro e Orçamento

A nomeação foi confirmada há pouco pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, em declaração conjunta ao lado do presidente Jair Bolsonaro.

22 de outubro de 2021

Presidência ou Senado? Sérgio Moro confirma filiação ao Podemos

O ex-juiz deve decidir se concorrerá à Presidência ou ao Senado em breve. A expectativa dentro do partido é que Moro concorra ao Palácio do Planalto.

22 de outubro de 2021

Precatórios: mudanças no teto de gastos, vacinas e Auxílio Brasil

O relator, deputado Hugo Motta, destacou que a aprovação é importante para garantir o Auxílio Brasil, com a previsão de R$ 400 para atender 17 milhões de famílias em 2022.

22 de outubro de 2021

Magistrados do TJAM custaram quase 50 mil em 2020, diz CNJ

Relatório Justiça em Números, produzido pelo Conselho Nacional de Justiça, apresenta números detalhados da atividade dos tribunais brasileiros em 2020.

22 de outubro de 2021

Grupo Samel se posiciona sobre estudo com a proxalutamida

Diretoria do grupo Samel explicou, em direito de resposta obtido na Justiça contra o jornal O Globo, qual papel da empresa na pesquisa com medicamento proxalutamida.

22 de outubro de 2021

Senado aprova PL que prevê repasse de R$ 2 bilhões para Santas Casas

As entidades a serem beneficiadas são aquelas que complementam as operações do SUS, recebendo demandas do sistema público. O texto ainda precisa ser votado na Câmara.

22 de outubro de 2021

Governo pede correção na autorização de empréstimo de R$ 452 milhões

Governo alegou que o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) solicitou garantias mais sólidas para a celebração do contrato entre as partes.

22 de outubro de 2021