fbpx

quarta, 19 de janeiro de 2022

Governo edita MP que concede abatimento de até 92% em dívidas do Fies

Para aderir à renegociação da dívida do Fies, o estudante terá que procurar algum dos canais de atendimento que serão disponibilizados pelos agentes financeiros.

4 de janeiro de 2022

Compartilhe

A MP deve ser apreciada pelo Congresso até 2 de abril (Foto: Reprodução)

A Medida Provisória 1090/21 beneficia os alunos que aderiram ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) até o segundo semestre de 2017. A MP, publicada em 30 de dezembro no Diário Oficial da União, permite abatimento de até 86,5% nas dívidas de estudantes. O desconto pode aumentar para 92% caso o devedor esteja inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Os alunos com débitos vencidos e não pagos há mais de 90 dias na data da publicação da medida podem ter desconto de 12% no pagamento à vista, ou parcelar o débito em 150 meses, com perdão dos juros e das multas. Quando o débito passar de 360 dias, podem se aplicar os descontos de 86,5% e 92%.

Para aderir à renegociação da dívida do Fies, o estudante terá que procurar os canais de atendimento que serão disponibilizados pelos agentes financeiros.

A MP deve ser apreciada pelo Congresso até 2 de abril; emendas podem ser apresentadas até 2 de fevereiro. A partir de 19 de março, a matéria tramita em  regime de urgência.

Diminuição da inadimplência

Segundo o governo, o objetivo é reduzir o índice de inadimplência do Fies, que aumentou em razão da pandemia da Covid-19. Calcula-se que o valor das dívidas em atraso atinja R$ 6,6 bilhões. Segundo o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), há mais de 1 milhão de estudantes com atrasos superiores a 90 dias no Fies. Também de acordo com o governo, a medida não terá impacto fiscal, pois trata de débitos que são considerados irrecuperáveis.

Propostas

Câmara e Senado analisam propostas de anistia ou refinanciamento das dívidas do Fies. O Projeto de Lei 1133/21, que prorroga até o fim de 2022 a suspensão temporária das obrigações financeiras dos estudantes beneficiários do Fies, foi aprovado no Senado e aguarda votação no Plenário da Câmara dos Deputados.

O PL 4093/21 estabelece “anistia total e irrestrita” dos débitos com o Fies. Já o PL 3403/21 estende a suspensão de pagamentos até 30 de junho de 2022. Ambos são oriundos do Senado, onde tramitam também os PLs 1841/21, 4038/21 e 4076/21.

Na Câmara, tramitam o Projeto de Lei 5510/20, que dispensa os estudantes beneficiários do Fundo, além de outras seis propostas: PL 5511/20, PL 5520/20, PL 5130/20, PL 5325/20, PL 44/21 e PL 68/21.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Sabá Reis, secretário da Semulsp, testa positivo para a Covid-19

Sabá é o terceiro secretário de David Almeida que testa positivo para a Covid nos últimos cinco dias. No dia 13, os titulares da Semcom e Semsa também testaram positivo.

18 de janeiro de 2022

Quadro pandêmico e período de chuvas faz CMM antecipar retorno das férias

O presidente David Reis disse que o momento pede que os vereadores se unam às demais autoridades para enfrentar novo quadro da Covid e ajudar pessoas afetadas pelas chuvas.

18 de janeiro de 2022

Prefeito de Rio Preto diz que ‘religião e bolsonarismo’ boicotam vacinação

Anderson Sousa disse que em Rio Preto da Eva tem dado suporte à vacinação até na zona rural, mas que o empecilho tem sido os líderes religiosos que são contra a vacina.

18 de janeiro de 2022

Municípios com baixo índice de vacinação faltam em reunião com Wilson Lima

Reunião vem após fala do governador sobre preocupação com índices de vacinação. Alguns prefeitos culparam a internet como responsável por falhas na atualização dos números.

18 de janeiro de 2022

Governo anuncia retorno do Vacina Amazonas em Iranduba para este sábado

O anúncio foi feito pelo governador Wilson Lima como uma das medidas para que os municípios do interior avancem no número de pessoas vacinadas em todo o Amazonas.

18 de janeiro de 2022

Mário de Mello e Josué Neto vão julgar contas do Governo e Prefeitura

O Pleno do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) definiu os relatores das contas do governador Wilson Lima e do prefeito de Manaus, David Almeida, para o exercício de 2022.

18 de janeiro de 2022

Vanda Witoto entra no Rede para fortalecer candidaturas indígenas

Vanda Witoto filia-se à Rede Sustentabilidade para fortalecer candidaturas indígenas em defesa dos povos tradicionais da floresta e da representatividade das mulheres.

18 de janeiro de 2022

MPs e Defensorias recomendam passaporte vacinal ‘geral’ no AM

Para os MPs e Defensorias, não há justificativa na exceção para que os estabelecimentos em geral fiquem sem exigir a comprovação vacinal contra a Covid-19 dos clientes.

18 de janeiro de 2022