fbpx

quarta, 01 de dezembro de 2021

G20: Bolsonaro ataca Petrobras e diz que economia está indo bem

Bolsonaro alegou que é sempre atacado pela mídia, que a economia “está voltando bem forte” e que a Petrobras “é um problema” e que pertence a “partido político”.

30 de outubro de 2021

Compartilhe

Bolsonaro criticou a Petrobras e a imprensa, mas elogiou os militares (Foto: Reprodução)

Na manhã deste sábado (30), na cúpula do G20, em Roma, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em uma conversa informal com líderes mundiais, mentiu sobre sua popularidade e a situação econômica do Brasil. Segundo informações do jornalista Jamil Chade, correspondente e colunista do UOL, Bolsonaro criticou a Petrobras e a imprensa, mas elogiou os militares.

Em um vídeo que mostra um trecho da conversa, Bolsonaro alegou que é sempre atacado pela mídia, que a economia “está voltando bem forte” e que a Petrobras “é um problema”. O presidente ainda afirmou que a estatal pertencia a “partido político”. Disse ainda que tem forte apoio popular. De acordo com pesquisa do Instituto Datafolha publicada em setembro, a reprovação do governo Bolsonaro está em 53%.

Em sua coluna, Jamil Chade escreveu que “O G20 é uma rara oportunidade para que líderes busquem o contato pessoal para tratar problemas globais e resolver arestas entre países. Mas na cúpula do bloco, neste sábado, em Roma, Jair Bolsonaro (sem partido) tinha outra missão: mentir sobre a situação do Brasil e ainda criticar a Petrobras e a imprensa”.

Para fugir do debate climático, Bolsonaro não vai à COP26

A reunião anual do G20, o grupo das 20 maiores economias do mundo, acontece neste fim de semana e tratá debates sobre questões ambientais que preocupam o planeta com a pandemia da covid-19 e os dilemas entre o cuidado com as pessoas e a prosperidade como um conceito que vai além do econômico. O tema “Pessoas, Planeta e Prosperidade” foi pensado como uma espécie de prévia da Cop26, cúpula das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas.

O evento acontecerá em Glasgow, na Escócia, a partir do domingo (31). Por conta de suas posições ambientais, Bolsonaro não deve comparecer na Cop26.

Do Congresso em Foco

Texto: João Luiz Onety

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprova PEC dos Precatórios

A PEC, que já passou pela Câmara dos Deputados, libera espaço fiscal em 2022 para o pagamento do programa social Auxílio Brasil.

1 de dezembro de 2021

Prazo para apresentação de emendas impositivas à LOA encerra hoje

O Governo estima o orçamento para o próximo ano fiscal em pouco mais de R$ 24 bilhões. Os deputados podem dispor de 1,2% da receita corrente líquida para emendas individuais.

1 de dezembro de 2021

Comissão de Educação ignora pedidos do Sinteam e frustra educadores

Sindicato que representa a categoria dos profissionais da Educação diz que a comissão não deu retorno de ofícios protocolados ao longo do ano; reajuste é uma das pautas.

1 de dezembro de 2021

STF mantém foro de Flávio Bolsonaro no caso das rachadinhas

A investigação que atinge o senador foi desidratada por decisões do STJ, que anulou a maior parte das provas colhidas em primeiro grau por considerar o juízo incompetente.

1 de dezembro de 2021

Deputados debatem prática de empinar moto como atividade desportiva

Deputada diz que o 'grau de moto' têm sido muitas vezes reprimido por agentes da polícia e por isso quer transformar a 'acrobacia' em esporte.

1 de dezembro de 2021

Destacando presença de deputados, Bolsonaro oficializa entrada no PL

Durante o evento, o presidente Jair Bolsonaro destacou que a cerimônia foi uma simples filiação ao partido e que não estava “lançando ninguém a cargo nenhum”.

30 de novembro de 2021

Plínio e Marcelo defendem emendas do relator e transparência na aplicação

Senador Plínio Valério e o vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos, defenderam o instrumento que possibilita liberação de recursos para o Estado e os municípios.

30 de novembro de 2021

Ministério Público do Amazonas vai investigar garimpagem no rio Madeira

MP-AM instalou inquérito civil público na última sexta-feira (26) para investigar "possíveis irregularidades" das balsas de garimpo que se amontoaram no Rio Madeira.

30 de novembro de 2021