fbpx

sábado, 21 de maio de 2022

Enchente 2022: Governo do Estado institui Grupo de Ações Coordenadas

As 27 instituições integrantes do Grupo de Ações Coordenadas utilizarão seus recursos e infraestrutura já existentes para atuação integrada aos demais membros.

22 de janeiro de 2022

Compartilhe

A finalidade do grupo é coordenar as atividades nas ações de prevenção, preparação, mitigação e resposta (Foto: Divulgação)

O Governo do Amazonas, por meio do Subcomando de Ações de Proteção e Defesa Civil, segue com o planejamento das ações que serão executadas em auxílio aos municípios que deverão ser afetados pela cheia dos rios neste ano. Através do decreto Nº 45.113, de 18 de janeiro de 2022, o governador Wilson Lima (PSC) instituiu o Grupo de Ações Coordenadas (Grac), o qual tem por finalidade coordenar as atividades dos órgãos que o compõem nas ações de prevenção, preparação, mitigação e resposta.

As 27 instituições integrantes do Grupo de Ações Coordenadas utilizarão seus recursos e infraestrutura já existentes para atuação integrada aos demais membros. O Grac, por intermédio de seus membros, também promoverá o estímulo aos comportamentos de prevenção capazes de evitar ou minimizar a ocorrência de desastres; a reorganização do setor produtivo; a reestruturação econômica das áreas atingidas por desastres; e o estabelecimento de medidas preventivas de segurança contra desastres em escolas e hospitais, situados em áreas de risco.

“O estado tem papel relevante, pois cabe ao estado realizar o monitoramento e a difusão, através de alertas e boletins, para que as Defesas Civis municipais possam se preparar, pois são elas as responsáveis pela primeira resposta e o estado complementa essas ações”, explicou o secretário executivo da Defesa Civil do Estado, coronel Francisco Ferreira Máximo Filho.

O comitê atuará na preservação de vidas; diminuição ou limitação dos impactos dos desastres, minimizando seus efeitos; preservação do meio ambiente e dos sistemas coletivos; fomento da economia nos municípios atingidos pelos desastres e restabelecimento da normalidade social.

O Grupo de Ações Coordenadas será composto pelas seguintes instituições:

1. Subcomando de Ações de Defesa Civil – Subcomadec;

2. Casa Civil;

3. Casa Militar;

4. Secretaria de Estado de Administração e Gestão – Sead;

5. Secretaria de Estado da Fazenda – Sefaz;

6. Secretaria de Estado de Segurança Pública – SSP-AM;

7. Secretaria de Estado de Saúde – SES-AM;

8. Secretaria de Estado de Educação e Desporto – Seduc;

9. Secretaria Estadual da Assistência Social – Seas;

10. Secretaria de Estado de Produção Rural – Sepror;

11. Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania –

Sejusc;

12. Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana de

Manaus – Seinfra;

13. Secretaria de Estado do Meio Ambiente – Sema;

14. Secretaria de Estado de Comunicação Social – Secom;

15. Polícia Militar do Estado do Amazonas – PMAM;

16. Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Amazonas – CBMAM;

17. Fundação de Vigilância em Saúde “Dra. Rosemary Costa Pinto”

– FVS-RCP;

18. Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza – FPS;

19. Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas – ADS;

20. Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas – Idam;

21. Companhia de Saneamento do Amazonas – Cosama;

22. Agência de Defesa Agropecuária e Floresta do Estado do

Amazonas – Adaf;

23. Agência de Desenvolvimento e Fomento do Estado do Amazonas – Afeam;

24. Processamento de Dados do Amazonas S/A – Prodam;

25. Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Amazonas – Ipem;

26. Centro de Educação Tecnológica do Amazonas – Cetam;

27. Companhia de Desenvolvimento do Estado do Amazonas – Ciama.

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Wilson destina mais de R$ 57 milhões para os municípios Caapiranga e Anamã

Os investimentos do Governo do Amazonas têm o objetivo de melhorar a infraestrutura, o escoamento da produção agrícola e a trafegabilidade nos dois municípios.

20 de maio de 2022

Moraes bloqueia bens de Daniel Silveira para garantir pagamento de multas

Medida do ministro Moraes visa garantir que Daniel Silveira pague as multas acumuladas em mais de R$ 600 mil pelo descumprimento do uso de tornozeleira eletrônica.

20 de maio de 2022

Wilson anuncia R$ 1,3 milhão para equipamentos no Hospital de Caapiranga

O hospital recebeu reforma geral, passando por ampliações e adaptações, sendo necessário para o completo atendimento aos usuários, e reforço na estrutura.

20 de maio de 2022

Aliados de Bolsonaro indicam nova visita do presidente ao AM no dia 28 de maio

O anúncio da vinda do presidente foi feito por seus aliados no Amazonas. No entanto, a agenda presidencial ainda não foi divulgada oficialmente pelo Planalto.

20 de maio de 2022

Lula estabiliza em 44% contra 32% de Bolsonaro em nova pesquisa Ipespe

Pesquisa foi realizada por telefone, entre os dias 16 e 18 de maio, com 1 mil entrevistados com idade a partir de 16 anos, em todas as regiões do país.

20 de maio de 2022

Prefeitos do AM criam novo fórum e esvaziam Associação de Municípios

Desde a eleição de Jair Souto para o comando da AAM, os demais prefeitos reclamam da falta interlocução dele com o Governo do Estado para sanar demandas do interior.

20 de maio de 2022

Escolha de ouvidor-geral nas Defensorias deve ser em lista tríplice

Segundo relator Gilmar Mendes, as atribuições conferidas aos membros da Ouvidoria-Geral das Defensorias Públicas estão entre as previstas na Constituição Federal

20 de maio de 2022

‘Wilson levou asfalto onde jamais imaginavam’, diz pré-candidato do Republicanos

Pastor da Igreja Universal diz que não é bolsonarista e tem opinião própria sobre a corrida presidencial, mas se for eleito buscará parceria mesmo com Lula na presidência.

20 de maio de 2022